Benchmarking: O que é E Como Usar [Estratégias para 2020]

Benchmarking é um termo que tem origem na língua inglesa e que significa “referência”, é uma ferramenta de gestão e análise estratégica otimizada das ações mais eficientes utilizadas por empresas que são referências em um mesmo segmento. O objetivo é analisar processos, produtos e serviços e desenvolver melhoria contínua através de indicadores qualitativos e quantitativos.

Descubra o que é Benchmarking, porque ele é fundamental para o desenvolvimento do seu negócio e muito mais.

Se você ainda não conhece essa ferramenta e sua importância para qualquer empresa, continue lendo este artigo e saiba tudo sobre Benchmarking.

O que é Benchmarking 

A partir de agora você vai descobrir tudo sobre Benchmarking e qual a importância dessa ferramenta para o Marketing Digital.

Benchmarking é um termo que tem origem na língua inglesa e que significa “referência”.

É uma análise das ações mais eficientes utilizadas por empresas do mesmo nicho de mercado, com o intuito de aprimorar os processos internos através de boas referências.

Essa análise de referência serve para avaliar as práticas do seu negócio.

Portanto, Benchmarking é uma ferramenta que serve para te auxiliar na hora de avaliar como estão as suas práticas em relação às empresas do mesmo setor.

Utilizar o Benchmarking é essencial para qualquer negócio, não importa se é uma empresa renomada ou se está apenas começando.

A partir da entrada da internet no mundo dos negócios e com o crescimento do marketing digital, surge o Benchmarking digital, que é uma nova categoria para fazer avaliação por referência.

Por que o Benchmarking é importante para o seu negócio

O Benchmarking é uma ferramenta que vai te ajudar a dar um “up” em suas estratégias através de ideias observadas no trabalho da concorrência.

O Benchmarking te ajuda a encontrar um norte em relação a novas ações para melhorar os processos do seu negócio.

Observar o trabalho dos concorrentes para fazer uma comparação com o seu é uma estratégia que te ajuda a crescer e saber como o seu negócio está posicionado em relação à concorrência.

Aliás, é recomendável que você crie um documento de Benchmarking, com todas as informações que você conseguir coletar e com todas as ações que você planejar.

Documentar o Benchmarking ajuda a empresa a ter essa cultura e isso traz uma facilidade para que o trabalho dos colaboradores seja mais assertivo e, consequentemente, gera muitos benefícios para o negócio.

É através do Benchmarking que a empresa consegue coletar dados importantes, que podem mostrar como a empresa usada como parâmetro era e como ela está e quais foram as ações que a levaram até onde ela está.

Por isso que, através da estratégia de Benchmarking, é possível, com uma análise das ações realizadas por empresas concorrentes, prever suas próximas ações e, assim, tentar superá-las.

O uso dessa ferramenta vai proporcionar à empresa um banco de dados relacionados às ações das empresas concorrentes, além de mostrar quais atitudes foram tomadas diante de situações importantes.

E é através da aquisição desse banco de dados que é possível realizar uma análise para saber quais ações foram assertivas e quais ações devem ser melhoradas. 

E essas ações serão melhoradas e mais assertivas se os colaboradores utilizarem a inovação e a criatividade para superar a concorrência.

É por isso que criar um documento contendo todas as informações coletadas através do Benchmarking é tão eficaz na hora de colocar as ações em prática.

Benefícios do Benchmarking para o seu negócio

Se você souber utilizar essa ferramenta de maneira adequada, vai gerar vários benefícios para o seu negócio.

Veja a seguir alguns benefícios que o uso dessa ferramenta pode proporcionar ao seu negócio.

#1 O Benchmarking pode proporcionar conhecimento, pois é uma ferramenta muito eficaz de aprendizagem.

Isso porque, através da pesquisa, torna-se possível saber o que as empresas concorrentes estão fazendo e, assim, aprender com elas.

#2 Possibilidade de fazer uma avaliação do que está sendo realizado através das ferramentas de marketing e identificar as áreas que precisam de melhorias.

#3 Encontrar tendências no mercado e buscar ações para se destacar da concorrência.

#4 Pesquisar, de maneira regular, as empresas concorrentes e compreender detalhes existentes no mesmo nicho que o seu e também como ele dentro do mercado, de maneira geral;

#5 Possibilidade de organizar insights sobre as melhores práticas do mercado;

#6 Atualização constante, para ficar por dentro do que está acontecendo no mercado e o que os concorrentes estão fazendo.

#7 Identificar as alterações que acontecem de forma abrupta no ramo em que o seu negócio está inserido.

#8 Fazer melhoria contínua através da documentação de insights para aplicação de Benchmarking e da atualização regular e disponibilizar para todos os colaboradores, preservando, dessa forma, a cultura de melhoria contínua da empresa;

#9 Identificar ações de outras empresas do mesmo ramo, que geram bons resultados, para se inspirar.

#10 Obter referências constantes de empresas do mesmo nicho de mercado que você atua.

Conheça os Benefícios do Benchmarking para o seu negócio

#11 Criar uma base com bons argumentos para saber onde investir.

#12 Construir um plano para colocar em prática estratégias de crescimento.

#13 Fazer análise e utilizar as conclusões obtidas para fazer pequenas ou grandes mudanças;

#14 Através do Benchmarking pode ser feito um planejamento estratégico para realizar ações inovadoras;

#15 Buscar maneiras de aplicar as ideias que não deram certo com as empresas concorrentes, de um jeito que seja melhor executada e, portanto, que traga resultados diferentes e positivos.

#16 Diminuição de gastos por saber onde os concorrentes estão errando.

Conheça os Benefícios do Benchmarking para o seu negócio

Benchmarking e Marketing Digital: Como eles podem trabalhar juntos?

Para que você possa analisar as suas estratégias e verificar se elas estão sendo eficientes quando comparadas às da concorrência, você pode usar as ferramentas do marketing e construir uma base com informações relevantes sobre as boas práticas das empresas concorrentes.

O Benchmarking te auxilia a ter ótimas ideias para você fazer melhorias onde não está trazendo resultados.

E essas melhorias podem ser em relação ao número de visitantes em seu blog ou site, melhor posicionamento nos mecanismos de busca, maior presença nas redes sociais, entre outros pontos importantes para o sucesso de um negócio.

A intenção do Benchmarking é usar as informações dos concorrentes para usar como referência para as suas ações e, com isso, se destacar no mercado.

Mas não foque seus esforços apenas nessa estratégia, muito menos tente ser uma cópia dos seus concorrentes.

O ideal é realmente ser melhor no mercado, utilizando a concorrência como referência do que deve ser feito e melhorado.

O que você precisa analisar com o Benchmarking

Você pode utilizar o Benchmarking para analisar todas as estratégias de marketing digital ou para analisar ações específicas de cada estratégia de marketing digital.

Para que você possa compreender melhor como deve utilizar o Benchmarking, veja a seguir algumas questões que essa ferramenta pode te ajudar a responder:

#1 Qual o posicionamento dos sites e blogs concorrentes?

#2 Em quais redes sociais os seus concorrentes estão presentes?

#3 Com qual frequência os seus concorrentes se comunicam com o público?

#4 Que tipo de conteúdo a sua concorrência compartilha?

#5 Qual o tom de voz é utilizado pelos concorrentes?

#6 Quais estratégias os seus concorrentes utilizam?

#7 Em qual canal a sua concorrência investe mais?

#8 Como é a experiência de navegação dos concorrentes?

#9 Como é a experiência de navegação do seu site ou blog, em relação aos seus concorrentes?

#10 Como é a estrutura e o design do site ou blog dos seus concorrentes?

#11 Como é a estrutura e o design do seu site ou blog em relação à concorrência?

#12 Como os seus concorrentes interagem com o público?

#13 Como estão as suas ações de marketing digital em relação à concorrência?

É a partir das respostas de perguntas como essas que você poderá criar um guia para usar como base para fazer as melhorias necessárias em suas estratégias.

O que você precisa analisar com o Benchmarking

Aprenda com os erros e acertos da concorrência

Ao analisar os erros e acertos dos concorrentes (e também dos parceiros), você terá uma enorme chance de aprender com eles e, assim, aplicar as melhores práticas em seu negócio, aumentando o número de acertos e evitando cometer erros.

Isso porque é uma enorme vantagem aprender com os erros que outras empresas do mesmo ramo de atuação cometem.

Com uma análise da concorrência, através do Benchmarking, você poderá identificar onde a empresa concorrente errou e assim evitar cometer os mesmos erros.

Como fazer Benchmarking 

Você vai aprender agora como fazer Benchmarking através de um simples passo a passo, para colocar em prática tudo que foi dito até agora. Confira.

Passo#1 Escolha no máximo 3 concorrentes para analisar

Escolha concorrentes com maior presença no mercado ou até uma empresa que seja de outro nicho, para fazer um monitoramento e conseguir novas ideias para o seu negócio.

Passo #2 Defina os indicadores

Defina os indicadores para você analisar (quantitativos e qualitativos).

Analise critérios que sejam relevantes para o seu negócio.

Uma tabela com esses critérios pode te ajudar a visualizar melhor a análise.

Vou listar abaixo alguns desses critérios que podem ser analisados, mas espero que você entenda que isso depende do tipo de negócio e do objetivo que você traçou.

Passo #3 Colete informações para analisar

Analisar informações de outras empresas concorrentes é a principal função do Benchmarking e é uma das melhores estratégias de marketing digital para fazer melhorias em seu negócio.

Você pode encontrar várias ferramentas para coletar essas informações, como o Google Analytics, por exemplo.

Passo #4 Analise as informações que foram coletadas

Com essas informações em mãos, é hora de analisar e comparar com as informações do seu negócio.

Compare e verifique o que você pode aproveitar em suas ações e o que você deve evitar.

Passo #5 Identificar oportunidades e ameaças

Depois de analisar e comparar as informações dos concorrentes com as informações sobre o seu negócio, o ideal é criar um documento com as suas conclusões sobre pontos fortes e pontos fracos, sobre as oportunidades de melhorias que você encontrou e como evitar cometer os mesmos erros que foram encontrados.

Como Fazer Benchmarking de forma estruturada


Como usar as mídias sociais para coletar informações para o Benchmarking

Há várias ferramentas disponíveis para te auxiliar com a tarefa de coleta de informações para fazer o Benchmarking, mas você pode utilizar estatísticas que as próprias mídias sociais fornecem.

O Facebook, o Youtube, o LinkedIn e todas as outras grandes redes sociais fornecem ferramentas que te auxiliam na hora de saber como o conteúdo que você posta está se saindo.

Utilizar as ferramentas das principais redes sociais já é uma mão na roda para quem deseja saber como está a performance do seu conteúdo e fazer melhorias onde seja necessário.

Um exemplo disso é o Twitter, que oferece uma opção para que você possa criar listas públicas e privadas de outras contas e possibilita que você inclua o perfil de concorrentes para monitorar o desempenho deles e fazer uma comparação com o desempenho das suas próprias ações.

O Facebook oferece uma opção para você analisar e fazer comparação do desempenho da sua fanpage com outras fanpages do mesmo nicho que o seu e ainda acompanhar o desenvolvimento de cada uma, de uma maneira muito fácil.

O Facebook também te dá a possibilidade de criar listas de interesse, onde você poderá adicionar fanpages do mesmo nicho que o seu.

Benchmarking: o que você não deve fazer

Como você pôde ver até aqui, o Benchmarking é uma ferramenta que pode te ajudar a fazer melhorias em suas estratégias a partir da comparação com outras empresas do mesmo ramo que o seu.

Mas, mesmo que o objetivo dessa ferramenta seja bom, se você não souber utilizar o Benchmarking, pode não conseguir o efeito desejado para o seu negócio ou até mesmo ter todo o seu trabalho prejudicado.

Então, para que você consiga tirar o melhor proveito do Benchmarking e evitar cometer erros e desperdiçar tempo e dinheiro, listei abaixo algumas ações que você não deve fazer.

  • Não traçar um objetivo antes de utilizar a ferramenta;
  • Fazer Benchmarking uma vez e abandonar a ferramenta, sem fazer análise constante;
  • Monitorar as métricas que não são importantes para o objetivo do seu negócio;
  • Não saber quais ferramentas utilizar;
  • Não usar os resultados da análise para fazer melhorias em suas estratégias;
  • Não metrificar os KPIs e verificar o que melhorou depois da aplicação do Benchmarking.
Benchmarking o que você não deve fazer

Tipos de Benchmarking

Veja a seguir quais são os tipos de Benchmarking para você utilizar em suas ações.

Benchmarking interno

Esse tipo de Benchmarking procura dentro da própria empresa as melhores práticas realizadas.

Essa busca é feita em departamentos que desenvolvem novas metodologias, em filiais da empresa, etc.

Benchmarking funcional

O Benchmarking funcional compara todo o processo de trabalho das empresas concorrentes com o seu.

Nesse tipo de Benchmarking, não importa se as empresas concorrentes atuam no mesmo nicho que você ou não.

Benchmarking competitivo

Esse tipo de Benchmarking tem como foco analisar as ações das empresas concorrentes para, dessa maneira, fazer melhorias para superar a concorrência.

Benchmarking cooperação

Nesse tipo de Benchmarking, duas empresas compartilham entre si informações sobre suas práticas, para realizarem uma comparação.

Também é chamado de Benchmarking cooperação, quando uma empresa, que geralmente é uma referência naquele ramo de atuação, dá espaço para que outras empresas acompanhem seus processos, servindo de parâmetro para aprendizagem.

Esse tipo de Benchmarking acontece quando duas empresas possuem excelência em áreas diferentes (do mesmo nicho), ou quando uma delas possui grande prestígio ou fama, por exemplo, e a outra permite mostrar como funcionam seus processos.

Benchmarking genérico

Nesse tipo de Benchmarking, é realizada uma pesquisa para compreender como empresas de diferentes segmentos utilizam os mesmos processos.

Para realizar esse tipo de Benchmarking, uma empresa faz, por exemplo, uma compra em uma loja online, com o intuito de entender como funciona o site, o funil de vendas, o carrinho de compras, o processo de pós-venda e tudo o que envolve o e-commerce.

Descubra os Tipos de Benchmarking

Etapas da implementação do Benchmarking

Conheça as 5 etapas da implementação do Benchmarking para tirar o melhor proveito para o seu negócio.

Etapa#1 Análise interna

Nessa etapa da implementação do Benchmarking, é realizada uma avaliação de todos os processos internos da empresa para compreender o que a empresa representa e onde deve fazer melhorias.

Além disso, é nessa etapa que o Benchmarking vai ajudar a identificar quais são as empresas que possuem excelência no nicho em que atuam.

Etapa #2 Definição de métodos e estratégias para coletar informações

É através dessa etapa da implementação do Benchmarking que você conseguirá ter acesso aos segredos das empresas concorrentes, através da coleta de informações relevantes.

Nessa etapa é realizada parcerias com outras empresas do mesmo ramo que o seu (ou/e de outros ramos também).

Etapa #3 Análise de mercado

Nessa etapa você precisa identificar e conhecer as melhores ações das empresas concorrentes com as quais você vai fazer a comparação.

Essa análise de mercado deve ser feita em relação àquilo que precisa ser melhorado em seu negócio.

Etapa #4 Comparação

Nessa etapa, são identificadas as falhas nas ações, através da comparação.

Etapa #5 Correção das falhas identificadas

Na etapa 5 são projetados níveis desempenho futuro para correção das falhas que foram identificadas.

É nessa etapa que você vai poder identificar quais são as metas para fazer melhorias e qual é o prazo para a realização.

Também é nessa etapa que é feita a implementação de ações para adaptação.

Etapa #6 Reavaliação contínua

Por fim, entra a etapa de reavaliação contínua.

Vantagens e desvantagens do Benchmarking

Veja agora as vantagens e desvantagens de fazer Benchmarking.

Vantagens

#1 – Aumentar o conhecimento da empresa em relação aos próprios processos;

#2 – Melhorar todos os processos internos para aperfeiçoar o negócio;

#3 – Gerar reconhecimento da marca;

#4 – Motivar os colaboradores para atingir os objetivos que os concorrentes já conseguiram atingir;

#5 – Aumentar a produtividade;

#6 – Reduzir custos;

#7 – Aumentar a margem de lucro;

#8 – Ter as melhores empresas do mercado como referência de sucesso e aprender com elas.

Veja as Vantagens do Benchmarking

Desvantagens

#1 – Ter que adequar as práticas e informações coletadas das empresas referência à realidade do seu negócio.

Ou seja, é um erro simplesmente copiar a metodologia de outras empresas, pois isso trará resultados insignificantes para o seu negócio;

#2 – Ao fazer Benchmarking interno, o campo de visão dos colaboradores torna-se bastante limitado;

#3 – Grande risco de a empresa perder a identidade, caso mantenha o foco apenas nas empresas concorrentes e deixe de lado suas próprias características.

Conheça as Desvantagens do Benchmarking

Considerações sobre Benchmarking

Como você viu, o Benchmarking é uma poderosa ferramenta baseada em uma pesquisa minuciosa sobre as ações de empresas que atuam no mesmo nicho de mercado que você.

O Benchmarking é uma análise profunda e contínua, para você fazer comparação com entre o seu negócio e a concorrência, a fim de superá-la com ações mais assertivas.

Essa análise e comparação são feitos em produtos, serviços e ações dessas empresas concorrentes.

A partir dessa análise e da comparação, fica bem mais fácil entender a concorrência, prever suas próximas ações e fazer melhor.

É através do Benchmarking que toda a equipe aprende com os casos mais importantes e identifica pontos de melhorias, favorecendo a estruturação de novos insights que possam trazer inovação para a empresa.

Ter um documento com as informações de cada Benchmarking realizado é importante para que a empresa mantenha-se atualizada dentro do mercado, evitando ficar para trás em relação aos concorrentes.

Essa atitude gera mais possibilidade de crescimento para a empresa e implanta a cultura da melhoria contínua.

Além disso, a empresa também passará a mensagem de que é necessário estar num processo constante de busca pela aprendizagem de novas práticas que geram melhores serviços, produtos e processos.

Conclusão

Agora você já sabe o que é Benchmarking, para que serve e qual a sua importância para o sucesso do seu negócio.

O Benchmarking é um processo que exige constante observação e análise.

Através dessa ferramenta, você poderá ter ótimas ideias para aplicar em suas estratégias e realizar melhorias em seu negócio.

Se você deseja desenvolver o seu negócio no mercado, precisa mirar nas ações dos melhores players do seu segmento.

É importante ficar de olho nas empresas concorrentes e aplicar as técnicas de Benchmarking para fazer o seu negócio decolar.

Mas também é muito importante que você lembre de adaptar as práticas e informações coletadas ao contexto do seu negócio.

Então, em vez de ficar observando o sucesso do seu concorrente, eu o desafio a mirar nas melhores práticas do mercado e fazer o seu negócio crescer muito com o Benchmarking.

Alex Vargas

Alex Vargas

Alex Vargas é fundador do Nucleo Expert, empresa especializada na criação de treinamentos de marketing digital e empreendedorismo que tem revolucionado a vida de milhares de pessoas. Chegando em janeiro de 2020, a marca de mais de 110 mil alunos. Ganhou o prêmio de Empreendedor Digital do Ano e Melhor Profissional de SEO do Ano, em 2019 pelo Afiliados Brasil. Alex é reconhecidamente um dos melhores profissionais de marketing do Brasil.
Todos os posts

Navegue

Você quer fazer a sua primeira venda na Internet?

Inscreva-se no meu curso gratuito...
  • Receba as lições gratuitamente no seu email
  • Como fazer as primeiras vendas online seguindo 3 passos
  • Do zero a primeira venda, mesmo que você não tenha conhecimento
  • O que você precisa fazer depois para ter um negócio online
33

16 comentários em “Benchmarking: O que é E Como Usar [Estratégias para 2020]”

    121311
  1. Erick Mendes

    Muito bom o material, estou me aperfeiçoando a cada dia como iniciante, vou aproveitar e estudar mais e mais até juntar um dinheiro e comprar o curso fórmula negócio online

  2. Francisco José de Faria

    Um artigo bastante extenso e muito qualificado do princípio ao fim. Excelente texto focado em uma palavra de origem inglesa com informações extraordinárias.
    Até parece que o conceito da palavra “Benchmarking” é verificador da concorrência, porque a ferramente pode dá um completo RAIOX dos concorrentes.

    1. Alex Vargas

      Opa!

      Isso mesmo Francisco, é uma ótima ferramenta para análise de concorrência.

      Desejo sucesso!

      Abraço.

  3. boa noite
    tudo bem
    acho top demais seus conteudos,voce é um profissional referencia neste mercado de marketing digital e meu sonho é fazer seu curso formula negocio online e fazer do marketing digital o negocio de minha vida,estou aguardado futuramente só ter um tempo pra mim fazer este curso e apliacar o conteodo de otima qualidade que tem neste curso assim eu ter bons resultados.
    um abraço

    1. Alex Vargas

      Opa!

      Que bacana! Com certeza é um excelente mercado para quem se dedica, aprende e aplica com consistência as técnicas de Marketing Digital que funcionam.

      Será um prazer tê-lo como aluno.

      Abraço!

    1. Alex Vargas

      Olá!

      Que legal que gostou. Aproveite todos os nossos conteúdos aqui dentro do Blog.

      Muito sucesso!

      Abraço.

  4. 5555

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Telegram
22 Compart.
Compartilhar21
Pin1
WhatsApp
Compartilhar