Cauda Longa: O que é E Como Usar (Passo a Passo)

Cauda longa é um termos usado para expressar uma palavra-chave usada em pesquisas dos usuários dos mecanismos de buscas, com menor concorrência. Essa estratégia de marketing tem como principal objetivo conseguir alcançar as primeiras posições no Google, aproveitando justamente da menor concorrência deste termo de pesquisa que tende ser uma pesquisa mais específica.

Ter o seu texto na primeira página dos mecanismos de busca é o sonho de muitas empresas, principalmente, as iniciantes.

Para conseguir esse feito, é necessário utilizar algumas técnicas de SEO, como o uso de palavras-chaves dentro dos textos publicados no blog.

Neste artigo, explicaremos o que são as palavras-chave de cauda longa, como escolher as melhores para o seu texto, como colocá-las da maneira correta dentro dos seus conteúdos.

E ainda quais os benefícios de utilizá-la, entre muitos outras informações que vão deixar o seu blog nas primeiras posições do Google e de outros sites de pesquisa.

Vamos lá?

Ebook 03 Passos para Vender como Afiliado todos os dias
clique acima para baixar

O que é cauda longa?

Uma palavra-chave de cauda longa é um tipo de termo com um tamanho maior do que 4 palavras.

Veja Também: Guia Completo de Palavras-chave

Elas demonstram um interesse mais específico do usuário, o que acaba gerando em menos buscas pelo seu termo, mas incrementa a captação de pessoas que acessam o seu texto buscando justamente o que está sendo proposto, ou seja, trás usuários qualificados.

Empresas que fazem um bom trabalho de SEO costumam fazer mesclagem de publicações que tenham tanto palavras-chaves de cauda curta, tanto de cauda longa.

Ambas trazem vantagens para o site e auxiliam no seu ranqueamento.

Voltando a falar das caudas longas, elas são utilizadas por quem quer uma resposta mais específica para a sua dúvida ou dor.

Por exemplo: ao pesquisar por “roupas”, o usuário encontrará uma infinidade de artigos que abordam o tema, o que demandará um certo tempo para encontrar o que ele realmente deseja, como por exemplo, modelos que não marquem a cintura.

Ao optar por pesquisar por um termo mais longo, como “roupas que não marcam a cintura”, ele terá acesso apenas a artigos que falam justamente sobre tipos de roupas que não marcam a cintura, ou dicas de como evitar montar um look com uma cintura marcada, por exemplo.

Muitas pessoas acham que focar apenas em palavras de cauda curta, que teoricamente atraem mais visualizações, é uma boa estratégia.

Entretanto, é preciso lembrar que a concorrência também é maior, sendo muito mais difícil aparecer na primeira página dos mecanismos de pesquisa para esses termos mais genéricos.

Ao mesmo tempo, quando utilizado termos em cauda lona em uma boa estratégia de SEO, é possível atrair um público mais específico e condizente com o tipo de serviço/produto que está sendo oferecido pela sua empresa.

De onde surgiu o termo cauda longa?

Como surgiu o termo cauda longa

O termo “cauda longa” surgiu por meio de  um artigo e livro escritos por Chris Anderson chamado de “A Cauda Longa – Do mercado de massa para o mercado de nicho”.

Nesses conteúdos, Chris mostra como funciona a adoção de uma estratégia em diversificar várias mercadorias com pouca demanda, em vez de poucas mercadorias com muita demanda.

Por exemplo: uma loja especializada em roupas femininas e um estabelecimento que comercializa variados tipos de roupas, sapatos e acessórios.

Fazendo uma comparação com o marketing de conteúdo, esses seriam uma representação das palavras-chaves de cauda longa e curta, respectivamente.

Esses termos também são utilizados na área de Estatística, para explicar os resultados da curva de Pareto.

Assim, enquanto o início do gráfico mostra um alto número de resultados, conforme ele vai “diminuindo”, o conteúdo vai se especializando.

Como a cauda longa funciona dentro do texto?

Como identificar cauda longa dentro do texto.

Como falamos no tópico anterior, o usuário pesquisará a palavra-chave em um mecanismo de busca, e os textos que tiverem utilizarem esse termo corretamente dentro do texto serão mostrados nos primeiros resultados.

A palavra-chave precisa aparecer de maneira natural dentro do texto, além de estar presente em pontos estratégicos dentro do conteúdo, como no título, introdução, nos sub-títulos (ou H2) e também na conclusão.

Esses são locais importantes, nos quais o algoritmo do Google e de outros mecanismos de busca utilizarão para saber se o seu texto realmente está falando sobre aquele assunto que está sendo alvo da pesquisa do usuário, e então recomendará a sua leitura.

De qualquer forma, também é importante agradar não apenas ao buscador, mas também, e principalmente, o leitor, para que ele não apenas leia o texto e tenha sua dúvida sanada, mas que se torne um acompanhante assíduo das suas postagens e futuramente se torne um cliente da sua empresa.

Para isso, invista em promover um conteúdo de qualidade, com informações atualizadas e corretas sobre o assunto que está sendo tratado.

Uma dica que damos é sempre rever os textos do seu blog periodicamente, seja pra acrescentar ou modificar informações ou até mesmo rever a utilização da palavra-chave de cauda longa que foi utilizada.

Além disso, o texto precisa ser escane ável. Mas, o que isso significa?

Isso quer dizer que ele precisa estar quebrado em parágrafos menores, além de conter imagens no seu corpo.

Com isso, o artigo ficará mais agradável aos olhos do usuário, que poderá lê-lo com maior tranquilidade.

Benefícios da Cauda Longa

Benefícios da Cauda Longa

Utilizar palavras-chave de cauda longa nos seus textos trarão uma série de vantagens para a sua empresa, bem como para o ranqueamento do seu blog nos mecanismos de busca. Veja a seguir algumas dessas vantagens.

Melhora a relação de custo e benefício da sua estratégia de marketing

Como falamos, as palavras-chave de cauda longa atraem usuários que estão buscando de maneira específica o conteúdo do seu artigo, com isso, a chance daquele usuário se converter em um cliente é muito maior do que um que encontrou o seu blog por meio de uma palavra-chave de cauda curta.

Assim, o Retorno sobre o Investimento (ROI) acaba sendo maior para as empresas que investem em uma estratégia que mescla termos curtos e mais longos, já que ao mesmo tempo que conseguem um bom tráfego, também alcançam usuários mais específicos e com uma alta taxa de conversão. 

Aumenta a conversão

Como era de se esperar, os usuários que encontram o seu site por uma palavra-chave de cauda longa já estão bastante alinhados com o tipo de produto e/ou serviço prestado pela sua empresa, e por isso, contam com maiores chances de se tornarem clientes fiéis.

Caso o artigo seja rico em conteúdo e com um cta arrebatador, o usuário, com certeza, continuará acessando o blog para conferir novas postagens e ler os textos antigos, além de sempre ficar por dentro das novidades da empresa.

Deixa o blog com uma menor taxa de rejeição

A taxa de rejeição é um índice que mostra quanto tempo as pessoas passaram lendo um blog post ou acessando uma página específica do seu blog.

Quanto maior esse índice, menor é o tempo que as pessoas estão permanecendo no seu site.

Por conta das palavras-chaves de cauda longe entregarem exatamente o que o usuário está procurando, ele passará mais tempo no seu blog, seja para ler o texto completo ou para navegar em outras páginas, para consumir mais conteúdos sobre aquele determinado assunto.

Atrai cliques mais qualificados

Além de já entrarem no seu blog “sabendo o que querem”, eles também terão maior inclinação a serem convertidos em clientes e passagem pelo funil de vendas, pois fazem parte do perfil de cliente procurado pela sua empresa.

Muitos dos usuários que entram no seu blog podem apenas entrar para tirar uma dúvida específica e saírem do seu blog, pois não o seu tipo de cliente ideal. Isso acontece muito com usuários que entram no seu site por meio de palavras-chave mais genéricas.

Conquista mais visitantes pela busca orgânica 

Lembra quando falamos que utilizar palavras-chaves de cauda longa diminuem a taxa de rejeição de um blog?

Sites com pouca rejeição dos usuários são tidos como relevantes para o Google e outros mecanismos de busca, o que resultará em um maior ranqueamento dos atuais e próximos conteúdos publicados no site.

O site também passará a ter uma maior credibilidade, já que os usuários poderão encontrar o que realmente estavam buscando, e poderão indicar o seu conteúdo para cada vez mais pessoas que tenham a ver com o serviço ou produto da sua empresa.

Como escolher as melhores palavras-chave de cauda longa para o seu texto

Agora que você entendeu o que é cauda longa e quais os benefícios de utilizá-la na sua estratégia de marketing de conteúdo, está na hora de entender como colocar em prática esse conhecimento nas suas publicações.

Escolha palavras-chave de cauda longa que tenham a ver com seu conteúdo

O primeiro passo é escolher corretamente as palavras-chaves de cauda longa que serão base para os textos do seu blog.

Eles precisam ter ligação com os produtos e/ou serviços oferecidos pela sua empresa, além de terem um certo volume de buscas mensais.

Obviamente, ela não é pesquisada com tanta frequência quanto uma palavra-chave de cauda curta, mas é importante encontrar movimentações que mostrem que esse é realmente um termo procurado pelos usuários.

Analise a concorrência

Uma outra dica para saber quais palavras-chave usar é olhar a concorrência. Quais os termos que as empresas que realizam um trabalho similar ao seu estão utilizando e quais elas não estão usando?

Assim, você poderá ter um “norte” dos assuntos que são populares entre o seu público e quais os potenciais temas que não estão sendo explorados pelo seu concorrente.

Utilize ferramentas

Para descobrir o volume de buscas das palavras-chave, é possível utilizar sites como o SemRush ou Google Trends, que mostram gráficos com as pesquisas realizadas no Google em diferentes períodos.

Compare palavras-chave

Ainda é possível comparar duas ou mais palavras-chaves para descobrir qual a mais buscada em determinado período ou qual a mais utilizada em determinadas regiões do país ou do mundo, uma informação útil caso a sua estratégia seja de marketing local.

Utilize sinônimos

Ao escolher um termo para o seu texto, é preciso levar em conta a sua versatilidade no texto. Será possível utilizar vários sinônimos ou termos parecidos para não tornar o texto repetitivo para o leitor do artigo? 

Não exagere no tamanho da cauda

Apesar de uma palavra-chave de cauda longa ser formada por muitas palavras, isso não significa que quanto maior, melhor. Utilizar uma frase muito longa poderá cortar demais o volume de buscas para o seu texto.

O ideal é investir em termos de cauda longa que tenham entre 4 e 5 palavras, assim, você conseguirá uma palavra-chave específica mas que não seja tão restritiva, permitindo que o seu blog post seja ranqueado para um número expressivo de usuários mensalmente.

Em alguns casos, utilizar termos técnicos ou mais específicos pode ser vantajoso, mesmo que seja mais difícil encontrar termos similares.

Por serem muito relacionados com o tema em que foram criados, eles podem oferecer um bom tráfego para o seu blog.

Como utilizar a Cauda Longa corretamente

Além de escolher corretamente a palavra-chave, também é preciso se atentar em como ela é utilizada no corpo do final.

Afinal, utilizá-la em excesso poderá atrapalhar o seu ranqueamento, ao mesmo tempo que utilizá-la poucas vezes também não ajudará na sua visibilidade.

O ideal é que o termo seja utilizado no título, na introdução e conclusão do texto, além de estar presente em algum sub-título.

Também é interessante adicioná-la em alguns parágrafos do texto, mas de maneira natural.

Além disso, não é necessário que a palavra-chave seja utilizada de maneira exata: o Google já consegue entender que certas palavras-chaves podem ter variações, já que isso ajuda a não tornar a leitura repetitiva e chata.

O mais importante é tornar o texto interessante e que proporcione uma boa leitura para o usuário, para que assim, ele consiga entender e sanar a sua dúvida, ao mesmo tempo que se interesse em continuar acompanhando as publicações da empresa.

E como falamos, é sempre importante rever os textos mais antigos e verificar se as palavras-chaves estão bem empregadas e se o texto precisa passar por uma atualização ou extensão.

Caso o conteúdo seja alongado, a palavra-chave poderá ser inserida mais vezes, desde que mantenha a naturalidade da leitura.

Apesar do mais comum é que seja utilizada apenas uma palavra-chave, é possível adicionar mais de um termo no seu texto, desde que não atrapalhe a fluidez do texto ou não seja condizente com o tema central do conteúdo.

Quais ferramentas posso utilizar para auxiliar o SEO do meu site?

Utilizar ferramentas para acompanhar e auxiliar a fazer um trabalho de SEO eficiente no seu blog é uma maneira mais rápida e eficiente de garantir que o seu blog fique nas primeiras posições do Google.

A seguir, mostraremos quais são esses sites e o que eles podem fazer pelo seu negócio.

Keyword Planner (Adwords)

Keyword Planner do Google

Essa é uma ferramenta gratuita disponibilizada pelo Google para gerenciar anúncios pagos em sua plataforma, entretanto, ela também pode auxiliar no tráfego gratuito do seu blog por meio da sua ferramenta relacionada as palavras-chave.

Por meio dele, é possível achar o volume médio de buscas de qualquer palavra-chave, sugestões de outros termos que podem ser utilizados e, obviamente, o valor médio que deveria ser pago para veicular anúncios pagos.

Essa é uma ferramenta bastante utilizada pelos profissionais de marketing para realizar estratégias de SEO, tanto por bastante acessível por estar gratuito, pela fidelidade das informações, já que é feito e utilizado utilizando os dados do próprio Google, ou pela possibilidade de fazer diversos testes com as palavras-chaves escolhidas, como a comparação de termos.

Ubersuggest

Ubersuggest

Essa ferramenta funciona da seguinte maneira: você adiciona um termo e o site lhe dará diversas sugestões de palavras-chave que tenham a ver com aquele termo e que estão sendo buscados pelos usuários.

Com isso, você encontrará uma variedade de palavras-chaves e sinônimos que poderão ser utilizados nos seus artigos com maior facilidade, necessitando apenas descobrir os tópicos que fazem mais sucesso entre o seu público.

Outro local que faz um serviço bastante parecido com o do Übersuggest é a própria barra de pesquisa do Google: você já reparou que, ao digitar uma frase para pesquisar, o mecanismo de buscas mostra uma lista com sugestões de termos que você buscaria?

Essa também é uma maneira de encontrar as principais frases chaves para o tema no qual você quer ranquear os seus textos.

Google Trends

Google Trends

Também bastante famoso, o Google Trends mostra estatísticas de uma ou mais palavras-chave encontradas por você. Por meio dele, você poderá acompanhar um histórico de buscas daquele determinado termo durante dias ou meses anteriores, por exemplo.

Além disso, você também poderá comparar as palavras-chaves em termos de volume de busca e descobrir quais os locais do Brasil e/ou do mundo cada uma ela mais utilizada, uma informação bastante útil para quem procura fazer marketing local.

 Também é possível fazer uma análise mais específica da palavra-chave, como verificar apenas os resultados nas pesquisas no YouTube ou do Google Shopping, por exemplo.

Assim, você poderá pensar em estratégias que atraiam público também para essas plataformas, e não apenas para o seu blog.

Screamingfrog

Screaming Frog

Não são apenas os seus blog posts que precisam usar técnicas de SEO, o seu próprio site também precisa estar otimizado para os mecanismos de buscas, para que os usuários também consiga encontrar facilmente a sua página institucional.

Com o Screamingfrog, você terá acesso a diversas ferramentas de SEO On-page, como visualizar as urls do seu domínio e verificar quais podem ser otimizadas e encontrar erros de rastreamento, como as famosas páginas 404.

Além disso, também é possível otimizar as imagens do seu site para que elas apareçam mais facilmente caso o seu usuário pesquise por uma palavra-chave na seção e imagens do Google, por exemplo.

Google Search Console

Google Search Console

Essa é uma ferramenta que definitivamente não deve faltar na sua estratégia de SEO.

Por meio dele, é possível acessar diversas funcionalidades de SEO na sua página, além de mostrar o que pode ser melhorado dentro do seu site para que ele seja bem ranqueado no Google.

Uma outra funcionalidade bacana do Google Search Console é a possibilidade dele avisar caso o domínio esteja com alguma penalidade ou notificação importante.

Com isso, o profissional encarregado dessa área poderá agir rapidamente para garantir que o site não seja penalizado.

Para quem está pensando em criar um blog do zero, recomendamos a utilização do Google Search Console nesse processo, já que ele dará para você uma base completa das principais técnicas de SEO que poderão ser aplicadas.

Google Page Speed

Google Page Speed

Você sabia que a velocidade com que as páginas do seu site carregam também são um fator determinante para o seu ranqueamento nos mecanismos de buscas?

Ela também impacta diretamente na experiência do cliente.

Com o Google PageSpeed, você poderá conferir o quão rápido as páginas do seu site estão carregando, identificando aquelas que possam estar com algum problema que cause uma maior lentidão e quais as causas para isso.

A ferramenta ajuda a otimizar o seu site não apenas para a sua navegação em desktops e notebooks, mas também oferece dicas do que fazer para que ele tenha um bom desempenho também em celulares, local utilizado por muitos usuários para realizar pesquisas no Google, dentre outras funcionalidades. 

SemRush

Sem Rush

O SemRush é o queridinho de diversos profissionais de marketing que trabalham com SEO, devido às suas variadas funcionalidades. Uma das que queremos destacar aqui é o monitoramento de posições no Google.

Utilizando essa ferramenta, você poderá descobrir em que local o seu site está na busca por determinadas palavras-chaves e quais os sites concorrentes que estão em posições mais altas.

Assim, você poderá analisar o que eles fizeram para chegar aonde estão.

Você poderá fazer uma análise periódica das palavras-chaves de cauda longa e curta mais importantes para o seu negócio, e assim, verificar a sua evolução ao aplicar novas técnicas de SEO e atualizar os conteúdos existentes no seu blog.

Outra funcionalidade interessante do SemRush é a possibilidade de analisar backlinks, que são links adicionados de maneies estratégica dentro de um blog post para guiar o leitor até uma página do seu blog ou de outros locais que tenha um conteúdo interessante e que condiz com o texto de entrada.

Assim, entendendo o que é cauda longa, quais os benefícios de utilizá-la em sua estratégia de marketing de conteúdo, como escolher os melhores termos e como encaixá-los no seu texto, você terá mais usuários qualificados entrando no seu blog e se tornando clientes fiéis do seu empreendimento.

Gostou do texto? Então compartilhe esse artigo nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a utilizarem palavras-chave de cauda longa nos seus blog posts!

Infográfico | Cauda Longa o que é e como Usar

Sobre o Autor

Alex Vargas
Alex Vargas

Alex Vargas é fundador do Nucleo Expert, empresa especializada na criação de treinamentos de marketing digital e empreendedorismo que tem revolucionado a vida de milhares de pessoas. Chegando em janeiro de 2020, a marca de mais de 110 mil alunos. Ganhou o prêmio de Empreendedor Digital do Ano e Melhor Profissional de SEO do Ano, em 2019 pelo Afiliados Brasil. Alex é reconhecidamente um dos melhores profissionais de marketing do Brasil.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  1. Olá família FNO,sou aluno de vcs
    Queria agradecer pelo excelente conteúdo.

    Apesar de já ter adquirido o treinamento de vcs, sempre estou de olho nas redes sociais e aplicativos para ficar cada vez mais informado.
    Assim,os meu conteúdo poderão ter mais qualidade.
    Um forte abraço a todos vocês

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Novo Webinário

cOMO MONTAR uM NEGÓCIO ONLINE À PROVA DE CRISES

Aula 100% Gratuita

Escolha um horário e inscreva-se na aula ao vivo.

Telegram