Como Escrever um Artigo Fantástico para Gerar Tráfego, Leads e Vendas

Se você quer saber como escrever um artigo fantástico e gerar muito tráfego para o seu blog, está no lugar certo.

Neste artigo você vai aprender como fazer um artigo bem escrito para manter o seu público engajado e interessado no que você tem para oferecer.

Um artigo bem escrito é capaz de trazer ótimos resultados, tanto em tráfego, quanto em geração de leads e conversão em vendas.

Ebook 03 Passos para Vender como Afiliado todos os dias

E é isso que você vai aprender a partir de agora.

Boa Leitura!

A Internet como Ferramenta de Vendas

A internet como ferramenta de vendas

Muitos artigos aqui do blog me ajudam a gerar resultados como empreendedor digital, e por isso decidi falar sobre o assunto.

A internet se tornou a melhor ferramenta de vendas do mundo.

Para você ter uma ideia, mais de 50% da população mundial está na internet, de acordo com uma pesquisa realizada pela ONU, no ano de 2018.

Com todo o potencial que a internet possui, é necessário adotar algumas estratégias para cumprir os seus objetivos de negócios. O marketing de conteúdo é uma delas.

Se você me acompanha de perto e acessa este blog com frequência, já deve ter reparado que eu falo muito sobre produção de conteúdo.

Não é coincidência. Faço isso porque o assunto é realmente importante, e quem se dispõe a entendê-lo e praticá-lo tem grandes chances de ficar à frente no mundo dos negócios.

Dentro do contexto de marketing de conteúdo, uma prática comum e muito eficiente é a criação de artigos estratégicos dentro de um blog.

Se você não sabe como fazer um artigo e ainda não conhece a importância dos artigos para as suas vendas, então você precisa aprender tudo isso agora mesmo, para tirar o maior proveito possível.

Além de gerar excelentes resultados com seu blog, aprender como fazer um bom artigo ainda te dá a oportunidade de trabalhar em casa, como freelancer ou mesmo como funcionário de uma empresa.

Minha intenção é deixar você pronto para levar o seu blog a outro nível e conquistar muitos leitores engajados e prontos para comprar de você.

Nas próximas linhas, vou te entregar um verdadeiro guia de como criar um artigo fantástico.

A importância do conteúdo

Porque o conteúdo é tão importante no marketing digital.

Apesar de ser uma ótima ferramenta de venda, a internet é usada, principalmente, para o consumo de conteúdo e entretenimento.

O número de pessoas interessadas em ler, assistir vídeos ou até mesmo escutar conversas sobre determinados assuntos é maior do que o número de pessoas que querem realmente comprar algo.

Mas é nesse grupo de pessoas que se encontram os seus potenciais clientes. Muita gente precisa comprar, mesmo que ainda não saiba.

Por isso que faz todo sentido entregar a elas a informação ideal, para que elas descubram que possuem um problema e que podem encontrar a solução.

Seus consumidores chegam à internet buscando por coisas que sejam úteis ao seu dia a dia, e o seu blog deve ter uma boa quantidade de informações relevantes, para que elas encontrem você e não os seus concorrentes.

Essa é uma das primeiras coisas que deve motivar você a produzir artigos de valor, de forma consistente:

O público que consome informação hoje é o mesmo que comprará de você amanhã.

Vamos supor que você seja uma pessoa que oferece treinamento sobre “como consertar coisas em casa”.

Então, você decide escrever uma série de conteúdos que ensinam as ferramentas necessárias, as técnicas básicas e outras coisas úteis para o público interessado, em vez de sair por aí criando anúncios.

Liberando essas publicações gratuitas, as pessoas terão a chance de se engajar.

Num segundo momento, elas poderão se sentir entusiasmadas a tirar dúvidas com você, vão conhecer sua experiência, consolidar sua autoridade e terão vontade de aprender mais, de maneira mais direta.

É a partir daí que elas estarão prontas para comprar.

Agora é hora de aprender como escrever um artigo, não apenas bem produzido, mas extremamente interessante, com um valor incrível para sua audiência.

Aliás, grave isso: quanto mais valor você gerar com o seu conteúdo, mais engajamento e conversão conseguirá.

Como Escrever um Artigo

Como Escrever um artigo

O Dicionário Online de Português define a palavra “fantástico” como “cuja existência ocorre somente na imaginação; que só existe na fantasia”.

E também uma coisa “de natureza caprichosa, em que há extravagância; extravagante”. “incomum, extraordinário”.

Se você observar bem, existem muitos blogs de qualidade, mas são poucos os que conseguem causar um grande impacto na audiência.

Dentro do mercado de marketing digital, posso citar o exemplo do Neil Patel, blog cuja linha editorial deixa qualquer profissional de marketing e produção de conteúdo de queixo caído.

Você deve procurar fazer o mesmo, se quiser fazer a diferença no mercado.

Mas, preciso ser sincero com você aqui: Escrever um artigo não é algo simples.

Ter uma formação e escrever bem não significa que uma pessoa saiba como fazer um artigo de qualidade.

É necessário praticar durante anos, buscar as melhores técnicas, observar, testar e melhorar sempre.

Você pode dedicar tempo a esse aprendizado ou contratar alguém para escrever seus artigos.

As duas formas são legais e funcionam. Cabe a você decidir que caminho irá seguir.

Hoje, com o avanço da internet, é fácil encontrar informação para o seu próprio aprendizado, ou contratar profissionais que estejam dispostos a compor seu time de conteúdo.

Independentemente de quem irá colocar a mão na massa, uma coisa é certa: Mais do que regras da língua portuguesa, o criador de conteúdo deve saber se expressar muito bem, sempre mantendo o interesse do seu público e preparando o artigo para a conversão.

Acredito que você já esteja animado para começar. 

Vou te mostrar como é possível criar artigos poderosos, com alto grau de informação, capazes de aumentar imensuravelmente o potencial de conversão do seu blog.

Vamos em frente!

Preparação

Em relação à criação de um artigo, quando falo de preparação, não estou falando apenas do que será escrito ali na página do Word.

Estou falando de como o seu conteúdo vai impactar o seu público alvo, qual a relevância do que está sendo escrito. Tudo isso deve estar claro para você.

É essencial saber o que está acontecendo com o seu nicho de mercado e o que é necessário ser falado.

Sem isso, você poderá entregar um conteúdo completamente vazio, com informações defasadas, desconexas e com foco nem um assunto que ninguém se interessa.

A melhor forma de preparar um bom conteúdo é consumir outros conteúdos do mesmo nicho.

Além disso, uma boa dose de criatividade, visão e motivação é necessária para te ajudar a alcançar o resultado que você deseja.

Conheça seu público

Na parte de preparação, responda as perguntas abaixo:

  • Conheço bem o meu público? 
  • Qual é a dor do meu público-alvo?
  • Quais são os sonhos e desejos do meu público?
  • Meu texto será útil para o meu público e, ao mesmo tempo, me ajuda a alcançar o objetivo do meu negócio?
  • A formatação que está sendo usada para o meu texto é adequada para o público que eu quero atingir?
  • Qual o meu diferencial em relação aos outros concorrentes?
  • Qual é a média de palavras que irei aplicar no texto?
  • Quais as palavras-chave que eu devo colocar no conteúdo?

Faça um Planejamento de Pauta

Monte um planejamento de pauta e um calendário editorial

Antes de começar a escrever, você precisa planejar seus artigos com antecedência.

O ideal é que você tenha um plano de conteúdo e documente informações importantes, como persona, palavras-chave, temas, canais de divulgação, e crie um calendário editorial.

Fora isso, é necessário ter em mente alguns pontos importantes na hora de pensar sobre como escrever um artigo. Confira quais são esses pontos, a seguir. 

Objetivo do conteúdo

  • Gerar tráfego;
  • Competir com uma palavra-chave;
  • Gerar leads;
  • Divulgar um e-book, etc.

Título do seu Artigo

Invista boa parte do tempo para criar e ter ideias de títulos poderosos para o seu artigo.

Exemplo: “Como fazer marketing mesmo que a sua empresa seja pequena”.

Escolha de Palavras-chave

Quando se trata de palavras-chave, existem algumas ferramentas gratuitas que são muito úteis, como a UberSuggest, por exemplo.

Na UberSuggest você pode realizar pesquisas de termos de busca que são utilizados pelos usuários.

Através dessa ferramenta, você pode procurar alinhar os seus objetivos com as necessidades do seu leitor e futuro cliente.

Aliás, é bom que você tenha uma estratégia consistente de SEO para que o seu blog fique bem posicionado no Google e em outros motores de busca.

Dentro de uma abordagem macro de ranqueamento, seus conteúdos precisam ser otimizados para serem considerados relevantes pelos algoritmos.

Portanto, na hora de escrever o seu artigo, sempre se baseie em palavras-chaves relevantes para o seu público.

Exemplos de palavras-chaves:

  • O que é marketing;
  • Como perder peso;
  • Dicas de saúde;
  • Como criar um blog;
  • Como montar um negócio.

Ainda existem as palavras-chave de cauda longa, que são assuntos mais específicos, dentro da palavra-chave, como por exemplo:

  • O que é marketing de conteúdo para geração leads;
  • Como perder peso com a dieta low carb;
  • Dicas de saúde para crianças de 0 3 anos;
  • Como criar um blog sobre empreendedorismo;
  • Como montar um negócio com pouco dinheiro.

Número de Palavras ao Escrever Artigo

Está mais do que provado que, quanto mais longo for um artigo, mais tempo o usuário permanece no seu blog, aumentando as chances de o Google “enxergar” o seu conteúdo como relevante, posicionando o seu blog nas primeiras posições nos resultados de buscas.

Além disso, os artigos que possuem mais de duas mil palavras conquistam mais tráfego orgânico e compartilhamentos nas redes sociais.

O ideal é que o seu conteúdo supere os concorrentes, em termos de qualidade e quantidade de palavras.

Porém, muito cuidado para não “encher linguiça”, só para ter um artigo gigante, mas vazio de informações relevantes para o seu público-alvo, pois isso seria como um tiro no pé.

Melhor que seja um artigo de quinhentas palavras, com um conteúdo rico e relevante para a sua persona, do que um artigo de duas mil palavras que não vai entregar nenhum valor.

O ideal é criar um artigo longo, bem escrito, rico em informações importantes para o público que você deseja atingir.

Uso do tom de voz ideal 

Esse item precisa ser definido no planejamento de conteúdo. 

O tom de voz é a forma como você vai utilizar a linguagem para se comunicar com o seu público-alvo.

O tom de voz vai depender de alguns fatores, como o nicho que você vai trabalhar. 

Pode exigir uma linguagem leve e descontraída, se for o nicho de games, ou mais didática, com a utilização de termos técnicos, se for o nicho de tecnologia ou medicina, por exemplo.

Para descobrir qual o tom de voz ideal para utilizar em seus artigos, é essencial definir a sua persona, que é a personificação do cliente ideal, baseado em características de clientes reais.

Alguns exemplos de tons de voz são:

  • Leve;
  • Didático;
  • Profissional
  • Persuasivo.

CTA (Chamada para Ação)

A Chamada para Ação é um elemento que deve estar alinhado com o objetivo do seu conteúdo.

Por exemplo: Se seu objetivo é conduzir o visitante para fazer o download do seu e-book, a Chamada para Ação pode ser: “Se você gostou deste artigo, baixe meu e-book gratuito com 10 passos únicos para começar um negócio online!”.

Os botões de CTA têm como um de seus objetivos a conversão. Eles servem para converter visitantes em leads e leads em clientes, por exemplo.

E, como falei, ele deve estar alinhado ao objetivo do seu conteúdo. 

Se o seu objetivo é gerar criar uma lista de e-mails, você pode utilizar um botão de CTA oferecendo uma isca digital para os visitantes acessarem ou baixarem, desde que preencham um formulário com nome e e-mail.

Mas, se o seu objetivo é criar um conteúdo que gere vendas, você precisa adicionar uma Chamada para Ação que leve o lead para a sua página de vendas.

Tipos de Conteúdo

Para criar um artigo você precisa conhecer os tipos de conteúdo.

Você sabia que existem diferentes tipos de artigos que você pode produzir para o seu blog.

Aqui abaixo, vou listar alguns deles, para que você possa conhecer e escolher o tipo de conteúdo que mais tem a ver com o seu objetivo e com a sua audiência. Confira.

Lista

Um conteúdo em formato de lista é uma verdadeira base de um bom conteúdo, pois, são dicas relevantes e rápidas, que entregam a solução para o problema que o leitor possui.

Porém, ainda há outros tipos de conteúdo em formato de lista, que conta com mais detalhes, de maneira que cada item da lista tenha um conteúdo expandido, com parágrafos maiores.

Lista simples

As listas simples dizem o que o leitor deve fazer para alcançar o objetivo “X”, de forma direta e prática, como, por exemplo, se o tema fosse “Emagrecimento”, uma lista simples daria dicas como:

  • Faça exercícios;
  • Faça dieta;
  • Faça caminhada… 

Lista expandida

Já a lista expandida, sobre o mesmo tema, daria dicas mais detalhada, respondendo às dúvidas do leitor, como:

  • Faça 3 séries de 10 abdominais, 3 vezes por semana;
  • Faça dieta eliminando carboidratos e carne vermelha;
  • Faça caminhada de 30 minutos todas as manhãs, ao acordar.

Lista completa

A lista completa é como o guia definitivo, mas em formato de lista, em que todo o conteúdo é listado em um único artigo.

A lista completa é composta por:

  • Estratégia;
  • Estudos de caso;
  • Técnica;
  • Ferramenta;
  • Dica…

Esse tipo de conteúdo funciona porque, assim como o guia definitivo, você coloca todas as informações relevantes para o seu público-alvo, em um único conteúdo.

Isso faz com que o leitor encontre tudo o que precisa, sem sair do seu conteúdo.

Além disso, o formato de lista completa é capaz de gerar muito tráfego para o seu blog.

Estudo de Caso

A partir do momento que você oferece a solução para o problema que seu público possui, ele começa a enxergar você como um especialista no assunto.

Para provar que o seu produto ou serviço realmente resolve o problema do cliente em potencial. 

O estudo de caso é a melhor alternativa para cumprir essa tarefa.

A partir de estudos de caso, você vai mostrar para as pessoas o quanto a sua marca transformou a vida de clientes, e que também é possível transformar a vida delas.

Estudos de caso têm o poder de influenciar positivamente outras pessoas, impulsionando as vendas do produto ou serviço apresentado.

Ferramentas

Outro tipo de conteúdo que faz muito sucesso e que você deve investir em sua estratégia é conteúdo falando sobre ferramentas.

Dependendo do nicho de mercado que você trabalha, o seu público vai te procurar para pedir uma indicação de ferramentas que resolvam o problema que elas possuem, como, por exemplo, você pode ser do nicho de empreendedorismo digital e o seu  leitor pode pedir uma indicação de hospedagem de site ou uma ferramenta de SEO.

Criar conteúdo falando sobre ferramentas, atrai esse público que já busca pela indicação de uma solução que ele precisa.

E esse tipo de conteúdo gera muito valor para a audiência, fazendo com que ela se sinta grata pela ajuda e compre de você, quando precisar do produto ou serviço que você promove.

Guia Definitivo

Guia definitivo é o tipo de conteúdo que busca responder a todas as dúvidas do leitor sobre um determinado assunto.

Com um guia definitivo, o leitor terá tudo que precisa em um único artigo, e não precisará buscar mais respostas em outros lugares (ou em outros artigos do seu blog).

Além disso, um guia definitivo gera backlinks de outros blogs, o que é ótimo para a sua estratégia de SEO.

Além desses, existem outros tipos de conteúdo que você pode usar, de acordo com o seu objetivo. São eles:

  • Post;
  • Artigo simples;
  • Artigo longo;
  • Artigo de conversão;
  • Conteúdo de impacto;
  • Conteúdo jornalístico/notícia;
  • Storytelling;
  • Entrevista;
  • Case de Sucesso;
  • Artigo com vídeo;
  • Conteúdo How-to (Como fazer);
  • Artigo opinativo.

Crie um Título Memorável 

Crie um título memóravel para o seu artigo.

De uma coisa eu tenho certeza: você pode escrever o artigo mais incrível do mundo, mas, se o seu título for ruim e não chamar a atenção das pessoas, dificilmente ele será clicado e lido.

Por isso que criar um título memorável para o seu artigo elevará as chances de o seu conteúdo ser clicado e lido.

Para isso, você pode seguir as dicas que eu vou deixar logo abaixo.

  • Comece seu título com frases impactantes, como “as 20 melhores”;
  • Escreva o título do tamanho ideal (mais que 10 e menos que 20 palavras seria o ideal);
  • Usar colchetes e parênteses em seus títulos também podem ajudar a aumentar a taxa de cliques;
  • Crie títulos com frases que provocam as emoções do leitor, como o senso de urgência e de escassez, por exemplo.

Crie uma Introdução Envolvente

A introdução bem feita ajuda a despertar o interesse do leitor em consumir todo o conteúdo.

Depois de criar um título memorável e despertar a curiosidade do leitor, você precisa criar uma introdução envolvente, capaz de prender o leitor no seu texto, para que ele queira ler o artigo até o fim.

Procure criar introduções curtas, porém, impactantes, contendo uma prévia do que o leitor verá pela frente, ao longo do artigo.

Outra dica aqui é usar palavras de transição, para encadear as ideias e induzir o leitor a continuar lendo o próximo parágrafo e, dessa forma, ler o conteúdo completo.

Faça uma Boa Pesquisa

Para criar um artigo relevante, você precisa fazer uma boa pesquisa.

Agora que você já sabe como fazer um planejamento, antes de escrever seu artigo, destaco que é preciso fazer uma boa pesquisa sobre o tema que você pretende abordar.

O Google é uma excelente fonte de informação, mas você não pode coletar informações de qualquer site.

Escolha sites e blogs confiáveis, com credibilidade no mercado para realizar suas pesquisas sobre o tema que você for escrever.

E outra coisa extremamente importante: Jamais copie conteúdo de outras pessoas.

Além de ser ilegal, sua imagem sairia prejudicada no mercado e você seria penalizado pelos algoritmos, que reconhecem uma cópia.

Então, use outros artigos apenas para pesquisar, se informar sobre o tema que você irá escrever, e para que seja uma fonte de inspiração para produzir um conteúdo original e de qualidade para o seu público.

Além de sites e blogs, você também pode usar como fonte de referência para escrever um artigo:

  • Livros sobre o tema;
  • Revistas especializadas;
  • Filmes e documentários;
  • Cursos e treinamentos.

Lembre-se que quanto mais aprofundada for a sua pesquisa, melhores informações você vai poder aplicar e mais valor vai gerar através dos seus artigos.

Essa é a chave para você se destacar da maioria dos blogs do seu nicho, que provavelmente são parecidos ao expor informações rasas sobre os temas abordados.

Filtre as Ideias e Informações 

Evite o excesso de informações na escrita de conteúdo e filtre o que é relevante

Se você acha que depois de fazer todas as pesquisas é a hora de preencher o vazio da tela em branco do seu computador, fique sabendo que não é tão simples assim.

Com tantas ideias à sua frente, você precisa organizar as melhores para aproveitar somente o que realmente é relevante, de forma simples e de fácil entendimento.

Quando estamos com muitas ideias na cabeça, é comum atropelarmos e soltarmos algumas informações que adquirimos através de uma das nossas referências.

O problema é que o seu público nem sempre está receptivo a certas informações, por isso, é importante ter um filtro e escrever o artigo sobre os assuntos mais relevantes para o seu público.

O ideal é criar um esboço, com os títulos e subtítulos que serão abordados no seu conteúdo.

Dessa forma, você vai conseguir produzir seu conteúdo mais rapidamente, com mais qualidade, e entregar mais valor ao seu público-alvo.

Use Mapas Mentais 

Para criar um artigo, você pode usar um mapa mental.

Você pode criar mapas mentais para escrever os seus artigos. Esse é um recurso muito útil e utilizado por vários produtores de conteúdo.

Existem no mercado alguns softwares próprios para isso, como o MindMeister ou o MindNode.

Mas, se você preferir criar seu mapa mental em um quadro ou papel e colar na parede, por exemplo, não há nenhum problema.

Você sabe o que funciona melhor para você, e isso é o que importa.

Os mapas mentais reúnem as ideias de forma organizada. Com ele, você poderá complementar uma informação com a outra sem deixar passar nada.

Essa é uma dica de como escrever um artigo que pode fazer total diferença no resultado final.

Hierarquize os tópicos

Você precisa estabelecer a hierarquia dos tópicos, facilita o processo de escrita.

Depois que você tiver suas ideias prontas, é a hora de estruturar quais são as mais importantes, o que é essencial para estar em seu artigo e o que deve vir primeiro.

Talvez você ache que isso é bobagem, mas a ordem certa dos tópicos é essencial para a fácil compreensão da leitura e para trabalhar o SEO do seu artigo.

Então, você deve criar tópicos e subtópicos, de forma organizada, hierarquizando cada um, de forma a organizar suas ideias, encadeando uma na outra, seguindo uma lógica.

Use a Formatação Ideal 

Como escolher o tipo de formatação ideal.

Segundo uma pesquisa da Nielsen Norman Group, 79% dos usuários da internet não leem palavra por palavra quando acessam um artigo.

A primeira coisa que o leitor faz é dar uma “escaneada” em todo o texto, procurando pelas palavras-chave que colocaram na busca, ou coisas relacionadas que podem solucionar suas dúvidas.

Para que este leitor não vá embora, você pode usar algumas estratégias que vão deixar o seu texto chamativo e atrativo, como, por exemplo:

  • Inclua a palavra-chave principal em pelo menos um subtítulo, de preferência, no primeiro;
  • Use parágrafos curtos, de no máximo 5 linhas. Do contrário, o leitor não terá vontade de procurar pelas informações em meio a grandes blocos de texto;
  • Use listas em seu artigo, pois elas chamam atenção, são diretas e passam a sensação de autoridade no que está sendo dito;
  • Evite escrever números por extenso. A forma numeral chama mais atenção, enquanto o número que é escrito por extenso se torna apenas mais uma palavra em meio à “multidão”.

A Nielsen Norman Group ainda realizou outro teste em que colocava um texto de uma forma bem objetiva, o mesmo texto de uma forma completamente escaneável, e outra formatação com um pouco dos dois formatos.

Tanto a escaneável quanto a objetiva apresentaram bons resultados, tiveram uma variação de 28% a 58% nos resultados em tráfego e leads.

Mas, pasme! No caso do artigo que misturou as duas formatações, o resultado foi de 124%!

Tentar manter um equilíbrio entre as duas formatações é o melhor caminho, mas não tem como passar uma receita de bolo de como conseguir este equilíbrio.

A melhor forma é realizando testes com “dosagens diferentes” em cada artigo.

Além disso, também é constatado que conteúdos com mais de 2 mil palavras são mais bem vistos do que conteúdos curtos.

Isso se deve ao fato de que, além do próprio público dar mais credibilidade para um texto longo (pois sabe que foi necessário mais conhecimento e mais tempo para que aquele artigo fosse escrito), o próprio Google procura indexar artigos maiores nas primeiras posições.

Escreva o seu Conteúdo

Como Escrever um artigo magnífico passo a passo

O desenvolvimento do conteúdo é fundamental ao escrever um artigo.

Digamos que é nessa parte que será definido se o seu conteúdo terá sucesso ou não.

O desenvolvimento do conteúdo deve ser feito a partir do planejamento do seu artigo.

Defina o melhor título possível para o seu artigo 

Lembra daquela velha história de julgar o livro pela capa? No caso da internet, as pessoas julgam o texto pelo título.

Por isso que, se você quer realmente aprender como escrever um artigo fantástico, precisa criar títulos mais chamativos para o seu conteúdo.

David Ogilvy, o pai da propaganda moderna, dizia que se você não consegue vender nada através do título, está jogando fora 80% da verba investida.

Ele também afirmava que uma pequena mudança no título pode fazer uma diferença de 10 para uma venda.

As estatísticas mostram que somente 8 em cada 10 pessoas que passarem pelo seu artigo (seja pelo Google ou pelas redes sociais) leem o seu título e apenas 2 dessas 10 pessoas lerão todo o seu artigo.

Portanto, quanto mais atenção você chamar no título, mais possibilidade de levar as pessoas para dentro do seu texto.

Aqui vai uma dica que pode te ajudar nessa etapa:

Pense em vários títulos diferentes (liste 10, se possível). Depois, escolha os 5 melhores de todos os títulos.

Novamente, escolha 2 e, por fim, defina qual deles será realmente o que você vai publicar.

Alguns modelos de títulos que você pode usar são:

  • Guia Completo Sobre (assunto principal de seu blog)
  • Tutorial sobre como (fazer alguma coisa) e garantir (benefício)
  • Como melhorar (elemento) usando estas técnicas sobre (assunto)
  • X maneiras de tornar seu negócio lucrativo usando (técnica/tática)
  • Método Testado sobre (técnica/tática)
  • Passo a passo para garantir (benefício) para (você/sua empresa)
  • Panorama sobre (meu assunto principal) para você ficar por dentro
  • X métodos testados e aprovados sobre (assunto ou vantagem)

Use a fórmula do ensino médio 

Há uma estrutura geral dos posts para blogs, formada por uma fórmula fácil de decorar:

  • Introdução;
  • Desenvolvimento;
  • Conclusão.

Isso é o que aprendemos nas aulas de redação e produção de texto na escola, lembra?

Com o tempo você pode até mudar essa estrutura, mas até que esteja seguro, o melhor é ser fiel a esta fórmula, pois ela tem uma razão para ser assim: tornar o conteúdo fácil de ser lido e compreendido.

Introdução

Na introdução, comece explorando o problema e deixe o leitor indagado sobre as soluções que você pode oferecer para ele, e libere aos poucos o que ele veio buscar, ou seja, deixe-o com vontade de saber mais.

Desenvolvimento

No desenvolvimento, entregue o que você prometeu, de forma dinâmica, simples e direta, sempre pensando no leitor, e não em si mesmo.

Deixe o ego de lado e pense na experiência que a pessoa que acessou seu conteúdo precisa ter, pois isso fará toda diferença no futuro.

Conclusão

Na conclusão, faça um fechamento do assunto, com o objetivo de levar a pessoa a algum lugar, nem que seja para a área de comentários.

Depois de escrever alguns parágrafos, inclua seu CTA (Chamada Para Ação) com linguagem persuasiva, e garanta a conversão.

Acrescente imagens em seu artigo 

Está cada vez mais comprovado que o conteúdo visual chama mais atenção do usuário para a leitura.

Usar imagens, vídeos e infográficos despertam o interesse do visitante pela leitura e “prende” a atenção dele, o que faz com que ele permaneça por mais tempo dentro do seu conteúdo, o que é ótimo para ranquear no Google.

Então, procure usar sempre boas imagens em seus artigos.

Para isso, você pode utilizar os bancos de imagens gratuitos para coletar imagens.

Você pode distribuir essas imagens nos subtítulos. Dessa forma, vai “prendendo” até o final do conteúdo.

Adicione links em seu artigo 

Quanto mais tempo o usuário permanecer em seu conteúdo, mais bem visto pelo Google o seu blog será.

E, uma estratégia muito eficaz para fazer com que isso aconteça é colocando links internos no decorrer do seu artigo.

Através de links você conduzirá o visitante para outros conteúdos dentro do seu blog, fazendo com que os algoritmos do Google “enxerguem” o seu blog como relevante.

Links externos também são ótimos para ter um artigo bem posicionado e, ao mesmo tempo, se conectar com outros empreendedores digitais.

Coloque links de sites relacionados com o seu nicho. Isso faz com que outros blogueiros também coloquem links de artigos do seu blog no site deles, aumentando o tráfego do seu blog.

Escreva com emoção 

Saber escrever de forma emotiva permite conexão com o leitor e maior engajamento com o seu conteúdo.

Lembre-se que você está escrevendo para um ser humano, por isso não caia no erro de usar uma linguagem fria, inflexível e sem vida.

Escreva com emoção. Uma dica é escrever como se estivesse aconselhando um amigo.

Além disso, existem algumas palavras que, quando usadas no momento certo, podem despertar emoções intensas nas pessoas.

Às vezes elas ficam felizes ou excitadas, podem se lembrar de algo bom que viveram, ter lembranças positivas (ou negativas) que a mensagem lida desperta.

Alguns exemplos são de termos que podem ser utilizado sem seu conteúdo para despertar emoções no leitor são:

  • Medo;
  • Dor;
  • Querido;
  • Amor;
  • Orgulho;
  • Filho;
  • Família;
  • Você;
  • Sonho;
  • Desejo;
  • Paixão;
  • Prazer.

Essas são palavras bastante funcionais para emocionar e fazer com que o seu leitor se sinta tocado pela mensagem inicial do conteúdo. Use-as!

Escreva uma conclusão 

Saiba escrever uma conclusão do seu artigo. Ajuda a retomar as ideias principais e garantir que o leitor aprendeu algo relevante

Depois de escrever todo o conteúdo do seu artigo, você precisa escrever uma conclusão.

Assim como uma introdução envolvente é importante para o seu artigo, escrever uma conclusão que arremate o seu texto faz com que o leitor queira compartilhar e comentar o que leu com outras pessoas.

O ideal é iniciar a sua conclusão com uma frase de transição, que mostre ao leitor que ali é o fim do conteúdo do seu artigo.

Em seguida, deixe uma pergunta para o leitor. Essa pergunta deve ser simples e fácil de ser respondida. Além disso, ela precisa estar relacionada ao tema do artigo.

Por fim, faça uma Chamada para Ação, convidando o leitor a acessar outros conteúdos do blog, por exemplo, ou peça para que ele deixe um comentário e compartilhe o artigo com os amigos.

Revise o seu texto 

A Língua Portuguesa é bem complexa e, com tantas reformas ao longo dos anos, é bem possível que qualquer um de nós deixe escapar um erro ou outro em um artigo, principalmente quando os artigos são muito longos.

Mas, para evitar ao máximo cometer esses erros, eu recomendo que você:

  • Revise o artigo no dia seguinte;
  • Leia o artigo em voz alta;
  • Use um editor de texto;
  • Peça para alguém ler o seu artigo, antes de publicá-lo no blog;
  • Verifique se o tom está adequado à sua persona;
  • Confirme se a quantidade de palavras-chave está adequada para o tamanho do texto;
  • Use sinônimos para evitar repetições de palavras;
  • Verifique se os links adicionados estão corretos.

Otimize o Conteúdo para SEO

Ao escrever um artigo, você precisa otimizá-lo para SEO

Otimize o seu conteúdo para SEO, para que você obtenha resultados incríveis com os seus artigos.

Para isso, você pode lançar mão de algumas estratégias infalíveis, como as que você vai conferir a partir de agora.

Escreva uma boa Meta-descrição

Outra coisa muito importante que você precisa fazer, antes de publicar o seu artigo, é escrever uma meta-descrição otimizada. 

A meta-descrição é aquele texto que aparece abaixo do link dos sites nos resultados do Google, quando um usuário faz uma pesquisa.

A meta-descrição faz parte das estratégias de otimização para mecanismos de busca e, sem dúvida, se for bem escrita, vai te ajudar no posicionamento do Google.

Utilize a palavra-chave em sua descrição e deixe claro para o usuário os benefícios que ele vai encontrar em seu artigo.

Fale também sobre o formato do conteúdo, se é um guia, se é um passo a passo, uma lista, etc.

Uma meta-descrição bem-feita vai destacar o seu conteúdo nos resultados das pesquisas.

Crie URL’s curtas

URL’s curtas fazem parte da estratégia de otimização para SEO. URL’s longas não parecem confiáveis e as pessoas tendem a não clicar.

O ideal é criar uma URL curta, contendo a palavra-chave, para que o usuário saiba do que se trata, além de ser uma forma de o Google recomendar o seu conteúdo.

Para encurtar a sua URL, você pode utilizar o bitly

Use a palavras-chave na introdução

Use a palavra-chave logo na introdução do seu artigo.

Use palavras-chave nos títulos

Use palavras-chaves nos títulos dos seus artigos. Essa é uma forma de otimizar o seu conteúdo para SEO e ranquear melhor o seu blog nos resultados de busca.

Utilize links internos

Utilize links internos no decorrer do seu conteúdo. Dependendo do tamanho do seu artigo.

Quanto maior o artigo, mais links internos você pode acrescentar, sem ficar exagerado. 

Não existe

Divulgue seu Conteúdo

Divulgue seu conteúdo depois que ele estiver pronto.

Saber como fazer um artigo incrível é apenas uma etapa do processo para conseguir os resultados esperados.

Muitos criadores de conteúdo acreditam que postar um artigo de qualidade em seu blog, fazendo um bom uso de palavras-chave é o suficiente.

Apesar de ser expressivamente relevante, somente uma boa posição no Google não basta.

É necessário compartilhar e propagar o seu artigo em diversas plataformas e meios de comunicação, para que o artigo esteja em evidência.

Muitos bons artigos não viralizam, simplesmente porque não foram bem divulgados pelos autores. Não cometa o mesmo erro.

Alguns canais que podem ajudar você a aumentar o alcance do seu conteúdo são:

E-mail marketing

Se você já utilizou algum sistema de captura de e-mail para assinantes, então você já sabe quem está interessado em ler seu mais novo artigo.

Mas, caso você nunca tenha feito isso, está perdendo tempo.

Crie uma campanha de email marketing para todos que se inscreveram, avisando do seu novo conteúdo publicado, assim você já garante mais visibilidade.

Redes Sociais 

Compartilhe o artigo em sua página no Facebook, em seu perfil pessoal, em grupos do mesmo nicho que o seu, e incentive as pessoas a compartilharem.

Instagram e Twitter também são ótimos canais para te ajudar a alcançar novos públicos.

Só tenha cuidado, pois enviar sempre o mesmo conteúdo pode ser considerado como spam. Por isso, meça a dosagem.

Comentários 

Compartilhe o seu conteúdo em comentários de páginas e blogs que sejam do mesmo nicho que você, mas faça isso de uma forma que seja um complemento de um comentário relevante e interessante.

Simplesmente jogar o link na área dos comentários poderá trazer um efeito inverso do que você espera.

O ideal é comentar uma publicação que já esteja com bastante engajamento e, aproveitando, deixar o link do seu blog.

Faça link building interno 

Adicionar link building interno não dá praticamente trabalho algum, e traz ótimos resultados. Coloque um link para o seu novo artigo em posts mais antigos.

Dessa forma, aqueles que chegaram até você através de um artigo antigo pode se sentir interessado em conhecer sua “nova fase”, até mesmo acompanhando sua evolução.

Dica bônus: Como Vencer o Bloqueio de Escrita

Como Acabar com o Bloqueio Criativo na escrita de artigos

Writer’s block (bloqueio de escritor, em inglês), também chamado de bloqueio criativo, é um fenômeno envolvendo perda temporária da habilidade de continuar gerando conteúdo, geralmente por falta de inspiração ou criatividade.

Todas as dicas acima podem não ser aplicadas, caso você tenha um bloqueio criativo.

Para vencer isso, muitos redatores procuram inspiração fazendo outras atividades. Assim, quando a inspiração chega, eles começam a escrever.

Apesar de isso ser melhor do que ficar na frente do computador forçando para ter uma ideia (se você precisa escrever todos os dias), esta fórmula pode prejudicar um pouco o nível da sua produtividade.

Uma dica é conversar com outras pessoas sobre aquele tema que você pretende escrever.

Converse com qualquer pessoa que esteja disposta a te ouvir.

A pessoa não precisa entender do assunto, é somente uma forma de você expor suas ideias de uma maneira mais leve, sem precisar de uma conexão de ideias bem-feita.

Além de ajudar a sua cabeça a eliminar o bloqueio criativo, você ainda recebe um feedback sobre as opiniões que as pessoas têm sobre o assunto, o que irá lhe trazer mais confiança e aumentar sua produtividade.

Conclusão

Provavelmente você não contou, mas este artigo tem mais de 5 mil palavras.

Mesmo sendo um conteúdo longo e com informações aprofundadas sobre como escrever um artigo, não tivemos como tratar de tudo o que envolve a produção de conteúdo.

Por isso, no Fórmula Negócio Online, meu Treinamento de Negócios Online, eu tenho um módulo completo sobre Marketing de Conteúdo.

Você percebeu que em nenhum momento este artigo fala em técnicas de vendas ou de geração de leads?

Isso é porque um bom artigo, criado pensado em conversão, faz isso de forma natural.

Esta é a melhor forma de escrever um artigo.

E a melhor forma de vender é fazer o cliente acreditar que precisa do seu produto e do seu serviço.

E o leitor só vai acreditar que precisa do que você está oferecendo para ele, depois que você conquistar a confiança dele. 

E, sem dúvida, um artigo de alto nível vai te ajudar com isso. 

Espero que este guia completo tenha te ajudado a aprender como escrever um artigo incrível, que gera resultados positivos para o seu negócio.

Agora quero que me responda: De todas as dicas e estratégias deixadas aqui no artigo, qual delas você vai começar a plicar primeiro em sua estratégia?

Seja qual for, espero, de coração, que a partir de agora você escreva artigos que convertam bastante e que promovam o sucesso do seu negócio.

Se quiser saber mais sobre esse tema (e muitos outros) de maneira mais aprofundada e detalhada, aconselho que você conheça o meu Treinamento Fórmula Negócio Online.

Lá você vai encontrar tudo que precisa para criar um negócio online a partir do zero, através de passo a passo simples e prático, mesmo que você não saiba nada sobre programação, pois eu explico tudo de maneira simples, para você ir aplicando e, ao final do curso, já estar com o seu negócio pronto para aplicar as estratégias e vender muito.

Infográfico – Como Escrever um Artigo Fantástico

Infográfico - Como Escrever um Artigo Fantástico

Sobre o Autor

Alex Vargas
Alex Vargas

Alex Vargas é fundador do Nucleo Expert, empresa especializada na criação de treinamentos de marketing digital e empreendedorismo que tem revolucionado a vida de milhares de pessoas. Chegando em janeiro de 2020, a marca de mais de 110 mil alunos. Ganhou o prêmio de Empreendedor Digital do Ano e Melhor Profissional de SEO do Ano, em 2019 pelo Afiliados Brasil. Alex é reconhecidamente um dos melhores profissionais de marketing do Brasil.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Novo Webinário

cOMO MONTAR uM NEGÓCIO ONLINE À PROVA DE CRISES

Aula 100% Gratuita

Escolha um horário e inscreva-se na aula ao vivo.

Telegram