[Funil de Vendas] O que é + 08 Passos para Montar Um Funil

Você sabe o que é um funil de vendas e como essa importante ferramenta pode fazer você vender e ganhar muito mais dinheiro na internet?

Neste artigo você vai aprender o que é um funil de vendas, como desenvolver um para o seu negócio digital e, com isso, vai poder aumentar seus resultados.

O funil de vendas ajuda a atrair clientes e, em geral, é compartilhado entre o marketing e as vendas dentro de uma empresa. 

Três Passos para Vender como Afiliado na Internet

A partir de agora, você vai saber tudo sobre o funil de vendas e como aplicá-lo em sua empresa para gerar resultados incríveis.

Boa Leitura!

O que é Funil de Vendas

Um funil de vendas é um modelo estratégico, que representa a jornada do cliente, desde o seu primeiro contato com a sua empresa, até o momento do fechamento da compra.

O funil é formado por três etapas, mas, algumas empresas consideram uma quarta, que tem como foco a fidelização do cliente e a transformação dele em promotor da marca.

Em todo caso, também é importante trabalhar o pós-venda e a fidelização do cliente.

O funil de vendas é formado por um conjunto de etapas e gatilhos, que dão suporte às pessoas, conduzindo-as pelo funil, de forma natural e assertiva, para que elas avancem na jornada.

As etapas do funil de vendas estão relacionadas com cada fase da jornada de compra.

Ou seja, o funil de vendas é como um “empurrãozinho” para que o futuro cliente realize a compra, avançando em cada etapa.

Para que serve um Funil de Vendas

Para que Serve um Funil de Vendas

Para você entender melhor para que serve um funil de vendas, vou deixar abaixo cinco principais benefícios que ele pode gerar para o crescimento da sua marca.

1. Possibilidade de prever os resultados

Cada etapa do funil de vendas depende diretamente do desempenho da etapa anterior e, por isso, você fica sabendo a quantidade de pessoas que você precisa no topo do funil para gerar a quantidade X de clientes, no final da jornada de compra.

Com um funil de vendas você consegue prever se a equipe de marketing e de vendas atingirão a meta e também saberá qual o tempo e quais recursos serão necessários para isso. 

2. Aumento da produtividade

Ter um funil de vendas estruturado garante melhor visibilidade da produtividade e resultados de vendas e marketing

Um funil de vendas também te ajuda a medir a produtividade da equipe de vendas e de marketing, o que faz com que as equipes se esforcem bastante para gerar mais resultados.

Isso acontece porque, como sabem que estão sendo monitorados, os colaboradores se mantêm mais focados e a produtividade aumenta.

Com um funil de vendas você também pode identificar quais são as maiores dificuldades que os seus colaboradores estão enfrentando e vai poder acompanhar os resultados de toda a equipe, individualmente.

3. Melhoria da gestão

O funil de vendas é utilizado para segmentar e padronizar o ciclo de vendas, facilitando a análise de cada etapa do funil, de forma prática e objetiva.

O funil de vendas torna o trabalho de gestão bem mais assertivo, o que faz com que todos os setores da empresa trabalhem, em conjunto, para o seu crescimento.

4. Gera mais oportunidades de negócio

O funil de vendas permite gerar mais oportunidades de negócios e ser assertivo nas etapas do funil.

Ao conhecer as etapas do funil, a empresa consegue aplicar estratégias para aumentar as oportunidades de realizar vendas, de maneira mais fácil.

Além disso, com um funil estruturado, é possível acompanhar cada venda, em tempo real, mostrando quais são as chances de fechamento de cada venda.

5. Obtém informações valiosas sobre o seu público-alvo

É possível conhecer e aperfeiçoar seu produto ou serviço, a partir das informações obtidas por meio do relacionamento que você construiu com o seu público-alvo.

Através de um relacionamento com o futuro cliente, você consegue identificar lacunas e, com isso, poderá oferecer o que o público precisa ou deseja.

É através desse processo que você consegue fidelizar os clientes e atrair mais muitos outros para o seu negócio, gerando mais vendas.

Por que ter um Funil de Vendas

Entenda porque você precisa ter um funil de vendas

Ter um funil de vendas é importante para determinar a eficiência da sua máquina de aquisição de clientes e, assim, poder traçar estratégias para atingir as suas metas.

O processo de criação do funil de vendas melhora o entendimento em relação à jornada de compra do cliente e ainda te ajuda a identificar quais são as ações que precisam ser otimizadas em sua empresa, para aumentar o volume de vendas.

Quando você desenvolve um funil de vendas claro, será mais fácil investir em ações mais eficientes, gerando melhores resultados.

O funil de vendas vai te ajudar a descobrir os reais motivos pelos quais o cliente optou pelo seu produto ou serviço, o que é de extrema importância para conquistar novos leads e aumentar o volume de vendas.

Etapas do Funil de Vendas

Conheça as etapas do Funil de Vendas

O funil de vendas é estruturado em três etapas (topo, meio e fundo), em que o topo é largo, onde entram as pessoas interessadas em seu produto ou serviço. 

A partir daí o funil vai ficando mais estreito e, na segunda etapa, passam as pessoas que são os clientes ideais, os leads e, no fundo do funil entrarão as pessoas que se transformarão em clientes.

As etapas do funil de vendas também são conhecidas pelas siglas ToFu (Top of the Funnel), MoFu (Middle of the Funnel) e BoFu (Bottom of the Funnel).

Conheça agora, cada uma das 3 etapas do funil de vendas, de forma detalhada.

1. Topo do funil 

O topo do funil é a etapa da descoberta. É a etapa onde os visitantes descobrem que possuem uma necessidade ou um problema que precisa ser resolvido, que até então eles não sabiam.

Também é conhecida como a fase da consciência, e é o primeiro contato que os visitantes têm com a sua marca.

Nessa etapa, o visitante não sabia que possuía uma necessidade ou problema e, depois que entra em contato com a sua marca e esse problema ou necessidade é descoberto, ele começa a estudar sobre o assunto.

É nesse momento que você precisa se posicionar como especialista nesse assunto que ele precisa conhecer mais.

É nessa primeira etapa que você precisa educar o futuro cliente, entregando conteúdo rico, falando exatamente sobre o assunto que ele precisa.

É no topo do funil que você oferece um e-book, um infográfico ou outro tipo de material rico, em troca do e-mail dele.

É a partir daí que o visitante vai te dar a permissão para você entrar em contato com ele.

Assim você passa se relacionar com ele usando o e-mail marketing, conduzindo ele de acordo com os seus objetivos.

A partir do momento em que você entrega um material interessante para ele e, em troca, ele preenche um formulário com seus dados, estará permitindo com que você entre em contato com ele.

E, como ele começa a te enxergar como um especialista no assunto, quando surgir alguma dúvida ou quando se interessar por possíveis soluções, ele vai entrar em contato com você.

Depois que ele te entrega os dados, já avança para a próxima etapa do funil de vendas.

Exemplo de topo do funil

Todo material que você oferecer para o seu visitante, precisa conter um formulário para ele preencher com seus dados e, dessa forma, você possa entrar em contato com ele, entregando mais conteúdo.

Para avançar para a próxima etapa do funil, na primeira fase você pode oferecer para o visitante:

  • Infográficos;
  • Podcasts;
  • Artigos de blogs;
  • Newsletters;
  • Posts em redes sociais.

2. Meio do funil 

A segunda etapa do funil de vendas é a etapa de reconhecimento e consideração.

No meio do funil já estamos lidando com leads, ou seja, com pessoas que já interagiram com o seu conteúdo e que estão interessadas no que você tem a oferecer.

Nessa etapa, o lead já reconhece que possui uma demanda e agora busca pela solução. E é o seu papel entregar dicas e estratégias para ajudá-lo.

Nesse momento, você pode ser bem sincero e mostrar, através de novos conteúdos, que talvez ainda não seja o momento de comprar um produto ou serviço, aproveitando para obter mais informações sobre ele, qualificando-o e conduzindo esse lead para a etapa seguinte.

É nessa etapa que você vai conquistar a confiança do lead, criando um relacionamento com ele, mostrando que você quer ajudá-lo e não vender um produto ou serviço a todo custo.

Você deve respeitar o tempo de pesquisa dele, mas, sempre ajudando nessa pesquisa, para agilizar o processo, criando senso de urgência em resolver o problema ou necessidade em questão.

Mostre tudo o que o lead já está deixando de ganhar por não ter decidido investir na solução.

No meio do funil, o lead ainda não sabe como resolver o problema que possui e, então, considera algumas soluções, inclusive a compra de um produto ou serviço, mas, ainda não tem certeza.

Quando esse lead estiver qualificado para a próxima etapa, será bem mais fácil convencê-lo a fechar a compra, pois você mostrará que a sua empresa possui a melhor solução do mercado.

Exemplos de meio do funil

No meio do funil você precisa educar o lead, oferecendo o máximo de conteúdo rico para que ele possa conhecer melhor o problema ou a necessidade que ele descobriu que possui.

  • Artigos de blogs;
  • E-books.

3. Fundo do funil

Na terceira e última etapa do funil de vendas, os leads que foram qualificados são agora oportunidades, pois estão prontos para receberem um contato ou uma oferta de vendas.

O lead agora já sabe que possui um problema, que não vai conseguir resolvê-lo sozinho e que precisa comprar um produto ou contratar um serviço.

Agora o lead já te enxerga como uma autoridade no assunto, alguém com quem pode negociar, pois você estabeleceu um relacionamento de confiança com ele, durante a segunda etapa do funil.

O lead, então, vai fazer uma pesquisa de mercado e analisar qual é a melhor solução para ele. Aproveite esse momento e mostre que você possui a solução ideal para ele.

Ele agora vai comparar o seu produto ou serviço com outras marcas e vai escolher a opção que ele acredita ser a melhor para o seu caso, realizando a compra e fechando o funil de vendas.

Como eu citei lá no início deste artigo, algumas empresas ainda levam em consideração uma quarta etapa do funil, que é o pós-venda e a fidelização do cliente. 

Ou seja, depois de fechar a venda, a empresa vai trabalhar para ganhar a fidelidade do cliente e fazer dele um fã, um promotor da marca, o que é bem interessante e recomendável.

Exemplos de fundo do funil

  • Cases de sucesso;
  • Webinários.

Como Montar um Funil de Vendas

Agora que você já sabe o que é um funil de vendas e qual a importância dele para o seu negócio, chegou o momento de aprender como montar um funil de vendas.

Siga os passos abaixo e crie a sua máquina de vendas.

1. Faça um mapeamento da jornada de compra

Como Montar um Funil de Vendas - Passo a passo

Para criar um funil de vendas, primeiro você precisa entender como o seu cliente em potencial compra, qual o caminho que ele percorre antes de decidir fechar a compra.

Para quem já possui uma base sólida de leads, o ideal é mapear a jornada de compra através de uma pesquisa de persona

Para isso, basta utilizar uma lista de perguntas e aplicá-la aos melhores leads da empresa, com o objetivo de definir um perfil do cliente ideal, identificando qual é a sua dor, quais são os seus desejos e as razões pelas quais ele decide comprar um produto ou contratar um serviço.

Agora, se você ainda está começando o seu negócio e ainda não possui muitos leads, o ideal é criar um relacionamento com seu público, para descobrir como eles te acharam e quais são as razões pelas quais eles decidem fechar uma compra.

2. Defina as etapas e milestones do funil

Milestones são sinais que mostram que o lead amadureceu, está educado o suficiente sobre o produto ou serviço que você oferece e já está pronto para comprar.

Quando você conhece a jornada de compra do seu cliente, o ideal seria ultrapassar as etapas de consciência, consideração e decisão, e agregar a esse processo alguns milestones. 

Com os milestones você consegue identificar quando o cliente entrou em cada etapa do funil, de forma mais exata.

Desse modo, você vai poder utilizar as ferramentas adequadas para convencer o cliente a passar para a próxima etapa, mais rapidamente.

3. SLA entre os times de vendas e marketing

Defina prazos entre equipe de vendas e marketing

SLA é a sigla em inglês para Service Level Agreement, que em português significa Acordo de Nível de Serviço (ANS).

Depois que você já tiver criado o funil de vendas, é necessário fazer esse acordo entre o time de vendas e o time de marketing, para definir como os dois times podem se complementar e o que um vai entregar para o outro.

Ra, você precisa fazer o caminho inverso do funil, para responder algumas perguntas sobre quantos leads qualificados a equipe de marketing precisa entregar para que a equipe de vendas atinja a meta mensal ou quantos leads qualificados eu preciso gerar para aumentar as vendas, etc.

Fazer esses questionamentos o ajudarão a identificar falhas e saber o que deve ser ajustado.

Tipos de Conteúdo para cada Etapa do Funil 

Cada etapa do funil de vendas possui tipos de conteúdos ideais, e que são verdadeiras estratégias eficientes para conduzir o público por cada etapa da jornada de compra.

Entenda agora quais são e como usar cada tipo de conteúdo, da forma adequada.

Conteúdo do topo do funil

O topo do funil é a etapa de maior fluxo. Porém, apenas uma pequena parte dessas pessoas percorrerão por todas as etapas, até fechar a compra. 

Quanto maior o fluxo no topo do funil, mais chances de conseguir clientes lá no final da jornada.

Portanto, é essencial que você trabalhe muito bem a estratégia de atração, para gerar muito tráfego para essa primeira etapa.

Por isso, o conteúdo do topo do funil precisa fazer com que os visitantes descubram que possui um problema ou uma necessidade e que isso precisa ser resolvido.

Publique conteúdo que seja acessível. Nessa etapa, as pessoas ainda não conhecem a sua marca e nem a solução que ela oferece.

Além disso, o seu conteúdo também precisa ser fácil de ser consumido e que forneça informações que façam com que o visitante seja convertido em um lead.

Os tipos de conteúdo ideais para o topo do funil são:

  • Artigos de blogs;
  • Infográficos;
  • Podcasts;
  • Newsletters;
  • Posts em redes sociais.

Artigos de blogs

Tipos de Conteúdo para cada etapa do funil de vendas

Os artigos do seu blog são, em geral, o primeiro contato que o cliente tem com a sua marca e com o assunto que virá a ser a solução para o problema que ele acabou de descobrir.

Por isso, você deve ter cuidado para que o conteúdo seja acessível para todos os visitantes, contendo informações que despertem a curiosidade deles para saber mais sobre o tema.

Infográficos

Infográficos é um tipo de conteúdo fácil de ser consumido por qualquer visitante, pois ele passa informação de forma rápida e direta, o que gera muito tráfego.

Você pode criar infográficos com listas e dados, pois ficam fáceis de serem consumidas e chamam bastante atenção.

Podcasts

Podcast é um tipo de conteúdo em formato de áudio, que também e fácil de ser consumido, afinal, a pessoa não precisa parar o que está fazendo para ouvir seu conteúdo, o que torna esse tipo de conteúdo bastante eficiente.

Podcasts são uma ótima forma de atrair mais tráfego e ainda aumenta o tempo de permanência do visitante em seu blog, o que faz com que os mecanismos do Google reconheçam seu conteúdo como relevante e recomende para outros usuários.

Newsletters

NewsLetter é um ótimo conteúdo para Topo do Funil de Vendas

Newsletters é aquele conteúdo que você vai enviar para sua lista de e-mails para deixa-la sempre atualizada.

Através das newsletters você pode enviar conteúdo segmentado, de acordo com os interesses da sua lista, pois esse formato de conteúdo permite uma comunicação direta e constante com a sua base.

Dessa forma, você consegue dar aquele “empurrãozinho” em seu lead, fazendo com que ele avance para a próxima etapa do funil, pois, com conteúdo segmentado, ele fica ainda mais interessado no que você oferece.

Posts em redes sociais

As redes sociais como, por exemplo, o Facebook, o Instagram, o Tweeter… são excelentes formas de atrair tráfego para o seu blog. Ou seja, são excelentes para aumentar o volume do topo do funil.

Use todos os recursos disponíveis nas redes sociais para chamar a atenção das pessoas.

Faça posts com imagens atraentes, emojis, gifs, etc.

Sempre publique conteúdo que atraia os usuários para dentro do seu blog.

Atualmente a rede social de maior destaque é o Instagram, inclusive tenho um artigo específico sobre como conseguir mais seguidores e consequentemente atrair mais pessoas para o seu funil de vendas.

Conteúdo do meio do funil 

O conteúdo do meio do funil precisa ser mais informativo do que o conteúdo do topo.

Nessa etapa você precisa educar o seu público-alvo, entregando conteúdo rico e relevante, com bastante informações e apresentando soluções para o problema que ela possui.

Porém, ainda não é o momento de apresentar o seu produto ou serviço, pois o lead, nessa fase, ainda não está maduro, não está pronto para comprar.

É nessa fase que você vai entregar um formulário para que o lead preencha seus dados, em troca de materiais ricos e informativos.

No meio do funil você vai criar um relacionamento mais próximo e de confiança com o lead, esclarecer todas as dúvidas e capturar o máximo de informações possíveis sobre ele.

Os tipos de conteúdos ideias para o meio do funil são:

  • Artigos de blogs;
  • E-books.

Artigos de blogs

Conteúdos em texto para meio de funil

Os artigos do blog também são excelentes conteúdos para o meio do funil. Porém, nessa etapa, o público já conhece um pouco sobre o assunto e, por isso, o conteúdo precisa ser mais profundo, mais extensos, ricos em informações sobre o assunto.

E-book

Para o meio do funil também é bastante interessante utilizar conteúdos em formato de e-books.

E-books, em geral, são criados com assuntos mais ricos em detalhes e em informação, são bem mais extensos que um artigo de blog e, portanto, consegue esclarecer melhor o assunto.

O e-book é uma ótima oportunidade de guiar o público pelos processos e prepará-lo para o momento da decisão de compra.

Ofereça e-books que ensinam o visitante a resolver um problema, através de um passo a passo, por exemplo.

Outra dica interessante é criar um manual ou um guia completo sobre o seu nicho de mercado.

Por exemplo, se o seu nicho for sobre emagrecimento, você pode oferecer um guia ensinando como perder 1 kg por semana.

Ofereça o e-book em formato de PDF, em que o visitante precisa deixar seus dados para baixá-lo ou acessá-lo.

Com essas informações em mãos, será bem mais fácil abordá-lo na etapa de fundo do funil, tornando bem maiores as chances de fechar a venda.

Conteúdo do fundo do funil

Nessa etapa, o lead já sabe que possui um problema que precisa ser resolvido, já decidiu que irá comprar um produto ou contratar um serviço, porém, está analisando as opções disponíveis no mercado. 

No fundo do funil de vendas, você precisa se posicionar como a melhor solução do mercado.

Por isso que você precisa ter todas as ferramentas para solucionar as dúvidas do lead, para que ele veja que a solução que você oferece, é realmente a melhor e, torne-se um cliente.

Os tipos de conteúdos ideais para o fundo do funil são:

  • Cases de sucesso;
  • Webinários.

Cases de sucesso

Para o fundo do funil de vendas, é interessante criar conteúdo em formato de cases de sucesso.

Esse tipo de conteúdo consiste em histórias de sucesso de clientes que compraram o produto ou serviço que você está promovendo, e que tiveram bons resultados.

Você mesmo pode contar a história do cliente, mostrando os pontos importantes da solução que você oferece e como a sua solução transformou a vida desse cliente.

Cases de sucesso possuem grande influência sobre as outras pessoas na hora da decisão de compra.

Busque ouvir os resultados de seus clientes e publique esses resultados em suas redes sociais e em seu blog.

Peça para que alguns desses clientes gravem vídeo ou compartilhem seus resultados positivos em forma de depoimento ou comentário e fixe esse conteúdo no topo dos comentários.

Dessa forma, outras pessoas começaram a ver que também podem ter os mesmos resultados, pois possuem o mesmo problema ou a mesma necessidade desses clientes.

Webinários

Webinário é um ótimo conteúdo para fundo de funil.

Apesar de ser um tipo de conteúdo que pode ser utilizado em qualquer etapa do funil de vendas, os webinários é também ideal para o fundo do funil.

Aliás, para ser usado nas primeiras duas etapas do funil, o conteúdo do webinário precisa estar adequado à maturidade do público.

Esse tipo de conteúdo é uma apresentação em vídeo, onde algum assunto será ensinado ou esclarecido, através de perguntas do público.

No fundo do funil, o webinário pode ser usado para tirar dúvidas sobre o processo de compra ou sobre o próprio produto ou serviço.

Você viu que é totalmente possível criar um conteúdo adequado para cada etapa do funil de vendas?

Agora basta aplicar tudo em sua estratégia, de maneira cuidadosa e inteligente.

Veja a seguir, alguns erros cometidos no funil de vendas.

Principais Erros no Funil de Vendas

Principais erros do Funil de Vendas

Conheça os erros mais comuns na criação de um funil de vendas para tentar evitá-los em seu negócio.

Os principais erros cometidos na criação de um funil de vendas, sem dúvida, são:

1. Acreditar que todo visitante será convertido em cliente

Muitos empreendedores digitais, principalmente no começo, acreditam que o grande fluxo de visitantes do topo do funil de vendas será convertido em clientes.

Mas, como você percebeu, ao longo deste artigo, uma pequena porcentagem do topo do funil chega à etapa final, tornando-se um cliente.

Por isso que essa ferramenta é chamada de funil, não é mesmo?

Muita gente acessa e consome o seu conteúdo e, em seguida, sai da página sem deixar nenhum tipo de contato e também não retorna.

Quando o topo do funil gera muito tráfego, isso demonstra que o seu trabalho de atração está sendo muito bem realizado.

Porém, você também precisa trabalhar bem a conversão, para que esse tráfego todo seja convertido em leads.

Acompanhar cada etapa do funil, sabendo o quanto cada uma delas é importante para o resultado final, você conseguirá aumentar as conversões.

2. Focar no resultado final, e descuidar das etapas anteriores

As etapas do funil de vendas não foram criadas apenas para você saber quantos visitantes se tornaram clientes.

Para que a sua estratégia seja assertiva, é necessário pensar ações e criar conteúdo adequado para cada etapa do funil de vendas.

Identifique oportunidades de otimizar cada etapa, buscando saber as reais necessidades dos clientes, a fim de fazer melhorias e, dessa forma, poder aumentar o volume de vendas. 

Ferramentas que auxiliam a gestão do Funil de Vendas

Ferramentas para gerir o Funil de Vendas

Para te auxiliar na gestão do funil de vendas, você pode lançar mão de ferramentas disponíveis no mercado, que irão facilitar todo o processo de registro de atividades, controle de fluxo, oportunidades, leads, clientes, etc.

Hoje, vou falar sobre o CRM, uma ferramenta de vendas que pode te auxiliar na organização e no relacionamento com clientes que interagiram de alguma forma com você ou sua empresa.

O CRM registra, de maneira automática, as interações com seus contatos, e centraliza todas as informações.

Além disso, com a ferramenta, você pode criar etapas de vendas, de forma padronizada.

O CRM também te auxilia na gestão das suas atividades e ainda facilita o acompanhamento dos resultados de toda a equipe e dos vendedores, de forma individual.

A maneira mais eficiente de gerenciar o seu funil de vendas é fazendo um mapeamento de todo o processo, identificando quais são as funções que podem ser automatizadas, para que, a partir daí, você possa implementar às suas estratégias novas ferramentas para te auxiliar na gestão do funil de vendas.

Conclusão

Você viu, neste artigo, como é importante criar um funil de vendas para a sua estratégia, e como ele acompanha todo a jornada de compra do cliente.

Com ele, você consegue acompanhar o que está acontecendo em cada etapa e como um visitante se converte em lead e um lead em cliente.

Saiba trabalhar, de forma inteligente, cada etapa do funil de vendas, utilizando cada informação que você viu aqui e busque formas de atrair mais clientes em potencial e não esqueça de dar atenção ao pós-venda e à fidelização do cliente, pois essa etapa também é muito importante.

Pode ser que você esteja apenas começando com o seu negócio e ainda não possua uma equipe para te auxiliar nesse processo.

Mas, todas as dicas e informações que foram dadas aqui, neste artigo, podem ser aplicadas em seu negócio, para que você consiga ser mais assertivo e gere maior volume de vendas.

Aos poucos, o seu negócio vai se desenvolver e você poderá delegar algumas tarefas, contratando os serviços de freelancers, por exemplo.

Depois de um tempo, e muita dedicação, você poderá contratar colaboradores e verá o seu negócio decolar.

Comece aplicando tudo que aprendeu neste artigo, pois o funil de vendas é uma excelente ferramenta para gerar leads, aumentar o fluxo de vendas e fidelizar clientes. 

Infográfico – Funil de Vendas

Infográfico - Funil de Vendas

Sobre o Autor

Alex Vargas
Alex Vargas

Alex Vargas é fundador do Nucleo Expert, empresa especializada na criação de treinamentos de marketing digital e empreendedorismo que tem revolucionado a vida de milhares de pessoas. Chegando em janeiro de 2020, a marca de mais de 110 mil alunos. Ganhou o prêmio de Empreendedor Digital do Ano e Melhor Profissional de SEO do Ano, em 2019 pelo Afiliados Brasil. Alex é reconhecidamente um dos melhores profissionais de marketing do Brasil.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Novo Webinário

cOMO MONTAR uM NEGÓCIO ONLINE À PROVA DE CRISES

Aula 100% Gratuita

Escolha um horário e inscreva-se na aula ao vivo.

Telegram