Vídeo Marketing: O Que Você Precisa Saber Para Ter Sucesso Com Essa Estratégia

Vídeo Marketing: O Que Você Precisa Saber Para Ter Sucesso Com Essa Estratégia

O vídeo é um dos conteúdos mais poderosos para alcançar resultados de negócios na internet. Cada vídeo que você lança estrategicamente é um ativo de vendas que você tem por um longo período. Não é à toa que eu venho me dedicando a falar sobre este formato aqui no blog.

Para se ter ideia, de acordo com uma pesquisa da Cisco, a previsão é que 82% de todo tráfego da internet será gerado por vídeos em 2020. Sabe o que isso significa de acordo com o estudo? Que seria preciso 5 milhões de anos para assistir toda a quantidade de conteúdo audiovisual que será postado.

Assista agora minha nova aula, onde mostro 4 passos simples (inacreditável) que usei para faturar R$ 17.452,12 em 30 dias na internet com um novo negócio começando do zero. Mostro também como você copiar exatamente o que eu fiz.

Clique aqui para assistir

Ainda em 2010, o consumo de conteúdo através de vídeos online pode ultrapassar a programação de TV tradicional. Isso é o que diz o diretor geral do YouTube.

Quer mais? Então vai…

86% dos usuários atuais de internet brasileiros já assistem vídeos online. No Brasil o consumo desse formato é maior que em países como Argentina e México. Isso corresponde a 65,5 milhões de pessoas dando play.

Já está convencido da importância de investir em vídeo, não é mesmo? Legal, então vamos continuar viajando nesse universo e descobrir como executar a estratégia que vai levar seu negócio para outro nível. Partiu!

O que é vídeo marketing

Estratégia Poderosa: Vídeo Marketing

Quando falamos em vídeo marketing, imediatamente fazemos a associação dos dois conceitos. Bem, acredito que não existam dúvidas sobre o que é “vídeo”, e tampouco sobre o que é “marketing”. Então, podemos definir a coisa da seguinte forma:

Video marketing é o uso do vídeo para promover o valor percebido junto de um determinado público-alvo. Trata-se de uma maneira de chegar até um cliente potencial de forma interativa, apresentando os serviços e produtos em formato audiovisual.

A utilização do vídeo em uma estratégia de marketing deixa hoje de ser uma tendência para ser um dos pilares mais importantes para negócios de sucesso.

Já que estamos baseando todo nosso artigo em dados, temos um que ressalta ainda mais a importância de investir nessa estratégia:

Uma pesquisa realizada para uma grande rede varejista, 90% das pessoas afirmou que assistir um vídeo sobre um produto foi essencial para a decisão de compra online.

“Uau”, você pode dizer. Sim, mas ainda tem muita coisa boa pela frente. Vamos conferir!

Os canais com mais potencial de alcance

Normalmente, quando falamos em vídeo marketing, os primeiros canais que nos vem à mente são YouTube e Facebook. E isso faz todo sentido, já que esses dois canais hoje disputam no mercado qual vence em volume de vídeos.

Bem, quanto a isso, vou deixar que você mesmo tire suas conclusões:

Vídeos no Facebook

Um estudo elaborado pelo próprio Facebook, em 2015, identificou que os usuários da rede social em todo o mundo estavam postando 75% mais vídeos em comparação com o ano anterior à. Nos EUA, a porcentagem era ainda maior, chegando a 94%.

De mãos dadas a este aumento de uploads, surge um considerável aumento no número de views (visualizações). A mesma pesquisa constatou que os vídeos foram, em geral, visualizados 360% mais vezes no feed de notícias.

Além disso, é bom considerar que 50% dos usuários ativos assistem ao menos um vídeo por dia na rede.

Vídeos no YouTube

O YouTube tem mais de 1 bilhão de usuários em todo o mundo. Isso representa quase um terço do total de todos os usuários da Internet. As pessoas assistem milhões de horas de vídeos na plataforma diariamente e geram incontáveis visualizações.

O site, tanto em dispositivos tradicionais quanto móveis. atinge mais adultos na idade entre 18 a 49 anos do que qualquer TV a cabo nos Estados Unidos. O número de canais que recebe 6 dígitos por ano cresceu 50% ao ano. Esses são dados divulgados pelo próprio YouTube.

A figura do videomaker

Como usar o Vídeo Marketing

Nesse cenário todo entra a figura do videomaker, o profissional que produz vídeos, com seus próprios recursos ou financiado por encomendas. Para isso muitas vezes ele só precisa de um computador com acesso à internet, uma câmera (ou smartphone) e muita criatividade.

Diversos videomakers hoje estão ganhando rios de dinheiro, seja criando vídeos para si mesmos ou para outras pessoas.

As tarefas de um videomaker não se restringem apenas à filmagem, pois o profissional está envolvido em todo o processo de criação, desde a pré-produção, da ideia e roteiro até a finalização do conteúdo.

Também cuida de diversos ajustes para garantir o melhor resultado em iluminação, câmera o e captação de áudio. Alguns ainda mexem com a edição e a finalização, bem como a conversão e o upload do material.

No contexto que estamos tratando, você, empreendedor, acabará assumindo o papel de videomaker, bolando, gravando, editando e publicando seus próprios vídeos.

Claro que, dependendo do crescimento que você obtiver, poderá contratar pessoas para te auxiliarem no processo. Isso é até algo que eu te aconselho a fazer no futuro.

Como implementar o vídeo marketing no seu negócio

Vídeo Marketing para os negócios

Bem, acredito que você já esteja viajando e tendo muitas ideias com o que já tratamos aqui. Certo, agora é hora de entrar na parte prática.

Existem 7 pilares para que o vídeo marketing seja executado com resultados. Vamos conferir!

#1 – Objetivo

Não basta sair criando vídeos sem nenhuma estratégia, pois você acabará não chegando a lugar nenhum. A primeira coisa que você deve tratar é o objetivo do seu vídeo. Responda às seguintes questões:

  • O que eu quero com esse vídeo?
  • Quem vai assisti-lo?
  • O que ela deve fazer após assistir?

Você deve basicamente encontrar o propósito para os vídeos que vai lançar. Seus vídeos podem te ajudar a aumentar a percepção de marca (Brand Awareness), visibilidade, construir confiança, ter autoridade reconhecida, aumentar o número de visitas para o seu site, gerar mais leads, lançar um produto, oferecer serviços, entre outras coisas.

Destaco que cada objetivo requer um tipo diferente de vídeo, com técnicas específicas para cada um. Então, em resumo, não basta lançar um novo vídeo toda semana sem um planejamento de conteúdo.

2 – Faça tudo pensando no público

Conhecer bem seu público e as personas é extremamente importante (este é um assunto tratado no Fórmula Negócio Online). Você precisa pensar neles durante todo o processo.

Tenha em mente desde o visitante procurando pelo vídeo no Google, Facebook ou YouTube, como ele vai assistir (notebook ou smartphone) que ele vai fazer ao ver o vídeo. Quanto a este último, pode ser:

  • Tomar conhecimento de seu negócio
  • Ir para seu site
  • Ir para uma landing page
  • Comprar um produto
  • Inscrever-se no canal

É importante ter em mente que sua estratégia de vídeo marketing deve ser direcionada ao um público específico. Não basta falar de tudo para todos, mesmo que você goste e tenha facilidade para falar sobre temas variados.

Sempre “amarre” os assuntos, ou seja, limite aquilo que você se propõe a abordar. Isso precisa estar de acordo com seu nicho de atuação, seu produto ou serviço.

Qualquer empreendedor consegue criar uma estratégia de vídeo marketing seguindo essa linha de raciocínio. Mas se diferenciar é o maior desafio. Faça o possível para entregar um conteúdo único, relevante, que encante quem for assistir.

3 – Defina a Plataforma

Você sabe qual a melhor plataforma para você lançar seus vídeos?  Isso depende muito do tipo de estratégia que você pretende desenvolver. O YouTube nem sempre é o melhor caminho.

Existem pessoas que alcançam muito mais resultados através de outras plataformas, como o Facebook e o Instagram. Mais uma vez, você deve focar no público e na persona. Lance os vídeos na plataforma eles acessam mais.

Sua persona que vai determinar qual a melhor plataforma a ser utilizada. Existem diversas opções de plataformas para incluir em seu planejamento:

  • Os vídeos serão gravados, editados e lançados no YouTube, Facebook ou Instagram?
  • Serão feitos ao vivo no YouTube, Facebook live ou Snapchat?
  • Será uma estratégia de webinários feitos no Google Hangouts?
  • Será um novo quadro no blog?
  • Será a chamada de um produto numa landing page?

A lista é grande, por isso pense estrategicamente, sempre.

4 – Encontre as melhores formas de divulgar

Esta etapa é muito importante, pois ela que fará seu vídeo chegar até a pessoa que você quer atingir. Nesse caso, você precisa considerar todos os canais que sua persona utiliza. Você pode seguir por alguns caminhos, como:

  • Divulgar seu canal no Facebook através de textos e links.
  • Subir um vídeo curto de chamada no Facebook com o link do canal.
  • Subir o vídeo completo em sua fanpage.
  • Enviar para sua base de leads através de e-mail marketing (eu uso muito essa).
  • Fazer anúncios pagos no Facebook Ads.
  • Postar chamadas em outras redes como Google Plus, LinkedIn, Medium, Instagram.

Uma boa divulgação fará a diferença nos resultados da sua estratégia, por isso, procure sempre testar novas maneiras de atingir mais pessoas do seu público.

5 – Consistência

Se há uma coisa que vale para qualquer estratégia de conteúdo é a consistência. Não basta publicar um vídeo a cada três meses, não é efetivo.  É preciso manter um compromisso com a audiência e lançar novos conteúdos de forma frequente.

Mas qual seria a frequência ideal? Bem, alguns empreendedores optam por lançar videos 2 ou 3 vezes por semana. Outros, principalmente os que estão iniciando, escolhem uma vez por semana por conta do trabalho que é produzir um vídeo.

Algumas figuras americanas, como o Gary Vaynerchuk e Casey Neistat lançam vídeos diariamente, às vezes, mais de um por dia.

Você precisa testar o que é melhor para você, desde que isso seja pensando estrategicamente.

(Não sei se percebeu, mas estou dando bastante ênfase à estratégia aqui. Não ignore isso se quiser ter sucesso com seu marketing digital).

Outro ponto que preciso destacar aqui é que os primeiros resultados provavelmente não serão como você espera. É preciso um tempo para as pessoas começaram a se acostumar com seus vídeos. Mas não desanime, porque se você fizer seu trabalho bem feito, os frutos começarão a brotar

Observação: aproveite a consistência para ganhar experiência para conseguir entender o que traz mais resultados e o que não dá certo em seu mercado.

6 – Pegue os hypes

Hype é definido como o “exagero de algo”. No marketing é uma estratégia que enfatiza alguma coisa, idéia ou um produto. Um assunto que está na moda, dando o que falar, uma coisa comentada por todo mundo.

Muitos empreendedores e profissionais de marketing conseguiram viralizar seus vídeos pegando carona em algum tema em alta em seus mercados. Você pode fazer o mesmo. Para isso, fique atento à movimentação, observando o que o público e a concorrência está falando a respeito.

Estar atento às novidades, no Brasil e no mundo, pode trazer vários insights valiosos para seu vídeo marketing. Na verdade, para toda a estratégia de marketing digital. Algumas ferramentas ajudam com isso, como o Google Trends, o YouTube Trends Blog, sites de notícias, e claro, as redes sociais.

Com estes 6 passos você já vai conseguir tirar suas ideias do papel. O ideal é que você comece hoje mesmo. Vamos agora tratar de que tipo de vídeo você deve lançar na internet.

Tipos de vídeo para sua estratégia de marketing

Sucesso com vídeo marketing

Existem inúmeros modelos de vídeos que você pode adotar. Vamos conhecer alguns:

Tipo de vídeo 1 – Storytelling

O primeiro tipo de vídeo que destaco costuma ser o mais engajador. Histórias atraem aquele a atenção das pessoas, por isso que quando você consegue demonstrar os valores do seu negócio através de alguma história, costuma conseguir muitos bons resultados.

Tipo de vídeo 2 – Aulas

Aulas também costumam engajar pelos mesmos motivo que aquele artigo técnico do seu blog. Seu público provavelmente está ávido por aprender mais sobre um assunto que você domina, e que pode ajudá-lo com algum problema específico.

Tipo de vídeo 3 – Hacks/insights

Talvez o tipo mais popular de vídeos dentro do setor de empreendedorismo digital. Tem a mesma essência do formato anterior, mas costuma ser mais rápido, muitas vezes não passando de 5 minutos de duração. Se você tem um ótimo insight ou hack para sua audiência, inclua isso em sua estratégia de vídeo marketing.

Tipo de vídeo 4 – Demonstração de produto

Uma ótima forma de tirar as dúvidas das pessoas com relação ao seu produto ou serviço. Você só precisa ter cuidado para não deixar seu vídeo muito chato e enfadonho. Talvez seja isso que falta para você fazer bombar seu infoproduto ou aquele produto de afiliados que você recebe uma boa comissão por venda.

Tipo de vídeo 5 – Depoimentos de clientes

Estou sempre a ressaltar a importância da prova social. Esse é um dos mais poderosos ativos de vendas que você pode ter, pois leva as pessoas a confiarem na sua empresa ou no seu produto através de depoimento de outros clientes satisfeitos com a compra.

Tipo de vídeo 6 – Vídeo de vendas

Geralmente usados em páginas de conversão. Este formato representa uma forma poderosa de conseguir aumentar os resultados de seu negócio online. Desenvolver uma boa copy (texto do vídeo de vendas) não é tão simples e exige habilidade no assunto. Veja o meu exemplo de vídeo de vendas na página do Fórmula Negócio Online.

Meça os resultados

No fim, você acompanhar os resultados dos seus vídeos, caso contrário você nunca irá conseguir melhorar sua estratégia e ver o que realmente está funcionando. Existem basicamente 5 métricas que deve analisar periodicamente:

Número de views:

A quantidade de visualizações no seu vídeo. Observe a variação na quantidade de views ao longo do tempo em cada canal e analise quais as fontes de tráfego dessas visualizações.

Taxa de visualização:

Apesar de parecer sinônimo, é diferente do número de views. Para explicar, vamos usar o exemplo do YouTube. Quando você faz uma pesquisa nele, aparecem diversos vídeos nos resultados, mas você clica em apenas um deles, não é?

Então, a taxa de visualização é a quantidade de vezes que seu vídeo apareceu para alguém e que de fato foi assistido. Essa taxa é calculada dividindo o número de visualizações do vídeo pelo número de views da página.

Se a taxa de visualização está baixa, o problema pode ser no título do vídeo ou na thumbnail (miniatura).

Taxa de cliques em links:

Essa é uma das taxas mais importantes para você saber se o seu vídeo está gerando os resultados que você espera. Suas conversões dependem disso. Pode representar a ação que você espera que o visitante tome após assistir, seja para comprar um produto, visitar o site ou blog, etc.

Tempo assistido:

O tempo que as pessoas estão assistindo seu vídeo também conta muito. Essa métrica irá mostrar se seu vídeo está sendo relevante para as pessoas. Se elas estão ficando pouco tempo e saindo, pode ser que seu vídeo não esteja cumprindo o objetivo.

Informação importante: 10 segundos é o tempo que você terá para conseguir chamar a atenção das pessoas. Após isso, é comum a maioria das pessoas saírem do vídeo.

Comentários e compartilhamentos:

As pessoas gostam tanto do seu vídeo que estão comentando e compartilhando com os amigos? Medir se o vídeo está engajando é importante para conhecer o potencial de crescimento orgânico das publicações. Se as pessoas estão falando sobre o que você lança, isso é um bom sinal.

Mais estratégias para ter sucesso

Definitivamente faça vídeo marketing

Valorize o roteiro

Como eu explico neste artigo, em uma produção de vídeo, o roteiro tem uma importância extremamente significante. É a partir dele que toda a produção audiovisual toma corpo. Quando mais preciso for o seu roteiro, mais rápido e mais econômica será a gravação, e mais perto dos resultados você estará.

É arriscado e trabalhoso deixar para definir detalhes na história durante a produção, e uma incompetência grande querer mudar coisas depois que estão praticamente prontas.

Se você quer que sua estratégia de vídeo marketing, além de ter uma qualidade satisfatória, atraia os resultados que você tanto almeja, aprender como escrever um roteiro para vídeo é imprescindível.

Por se tratar de uma comunicação poderosa, vários fatores podem ser cruciais para que o seu público-alvo se sinta atraído pelo o que você está querendo passar em um vídeo:

  • A forma de falar;
  • A qualidade de vídeo;
  • A qualidade de som;
  • A edição;
  • E, principalmente, o carisma.

Esses são elementos que se tornam fundamentais para que o seu vídeo seja um sucesso, ou um fracasso, caso você faça o oposto.

Mas nada disso que eu listei vai fazer tanto sentido se você não tiver um bom roteiro e uma boa história para contar. Lembre-se disso!

Crie séries de vídeos

Já falei aqui sobre a importância de pensar em seu público para garantir que os objetivos sejam alcançados. Se você focar nisso e for anotando as ideias que surgem, com certeza, terá uma fonte de insights para produzir vários interessantes.

Existem muitas formas de explorar sua marca e seu produto através dos vídeos. Pense num negócio que venda infoprodutos, por exemplo. Podem ser produzidos vídeos com seus futuros lançamentos mostrando como aplicar determinado capítulo e até dicas para estudar melhor o conteúdo.

Por isso é bom pensar em criar séries dentro da sua estratégia de vídeo marketing, pensando em como satisfazer cada necessidade dos seus clientes, como converter mais leads e até mesmo como fortalecer a sua marca diante do público-alvo.

Mostre a verdade

Essa é a dica que pode te motivar a tirar as ideias da cabeça!

A menos que você esteja filmando algo de forma extremamente profissional, não se intimide com as imperfeições. Domine bem o que você vai falar, treine e siga em frente. Não fique preocupado em cortar ou editar o que não ficar perfeito.

As pessoas entendem e acham honesto o que soa realístico. A verdade funciona. Em vez de ficar buscando a perfeição, tenha foco em transmitir bem sua mensagem de uma maneira autêntica e honesta.

E não esquente, porque quanto mais você grava, mais experiência você pega. Daqui um tempo você estará eliminando as imperfeições automaticamente.

Mãos à obra

Muito bem, agora é hora de você aplicar o que aprendeu aqui e começar a alavancar seu negócio online através do vídeo marketing.

Os vídeos são excelentes maneiras de garantir visibilidade na internet e, quando bem conectados com seu planejamento de negócios, podem trazer resultados incríveis para. Mas é importante que você sempre trabalhe conteúdos de qualidade e produza materiais relevantes para sua audiência.

Comece agora mesmo!

PS.: Se você ainda não tem um negócio digital de sucesso, faça parte da comunidade Fórmula Negócio Online.

PPS.: Inscreva-se me meu canal no YouTube e acompanhe de perto minha estratégia de vídeo marketing.

 

Deixe Seu Comentário

Deixe Sua Opinião

Thanks!

error: Conteúdo com Direitos Autorais!