Inteligência Emocional: O que é E Como Desenvolver

Inteligência Emocional é um conceito que se refere ao comportamento social das pessoas. Uma pessoa é considerada emocionalmente inteligente quando consegue identificar e administrar bem as próprias emoções.

Você sabe o que é inteligência emocional e como ela pode interferir em toda as áreas da sua vida?

Já percebeu que, às vezes, somos tomados por algum acesso de fúria ou desabamos em um choro descontrolado ou, até mesmo, fazemos uma compra no calor da emoção, que nos arrependemos depois?

Isso acontece porque, nesses momentos, não conseguimos controlar nossas emoções.

A ciência explica que quando não conseguimos controlar nossos impulsos emocionais é porque o lado do cérebro responsável pelas emoções é bem mais rápido que o lado racional.

Portanto, enquanto o lado racional está buscando uma solução para resolver a situação, o lado emocional sai em disparada, liberando substâncias químicas capazes de alterar o modo como reagimos.

Continue lendo este artigo e entenda mais sobre esse assunto tão importante para todas as áreas da sua vida, que é a inteligência emocional.

152 Estratégias para Começar um Negócio Online no Marketing Digital

O que é Inteligência Emocional

Inteligência emocional é a capacidade que temos de entender e gerenciar os próprios sentimentos e dos outros, além da capacidade de lidar com esses sentimentos.

Esse conceito foi criado pelo psicólogo americano Daniel Goleman, que é conhecido como o pai da Inteligência Emocional.

Daniel Goleman fala que QI (Quociente de Inteligência) nada tem a ver com Inteligência Emocional, pois os dois são controlados por lados diferentes do cérebro (lado emocional e lado racional), como citei no início do artigo.

A Inteligência Emocional tem a capacidade de aumentar e se desenvolver ao longo da vida, enquanto o Quociente de Inteligência não muda.

Alguns hábitos que adquirimos durante a vida podem ajudar a desenvolver a Inteligência Emocional.

Como funciona a Inteligência Emocional

Quando nos deparamos com um determinado estímulo, o cérebro dispara substâncias químicas e nosso corpo reage de acordo com essas substâncias.

Por exemplo, a raiva, o medo, a ansiedade… são reações movidas por essas substâncias químicas que foram disparadas, de maneira automática, diante de um estímulo.

Esses estímulos, que também são chamados de gatilhos, são memórias armazenadas em nosso cérebro, que “se defende” quando se depara com a “ameaça” registrada.

Depois que o cérebro dispara essas substâncias químicas, elas percorrem pelo corpo, fazendo com que nós tenhamos uma experiência, não só emocional, mas também física.

Por isso que quando ficamos ansiosos, por exemplo, ficamos trêmulos, com as mãos frias e suadas…

Os 5 pilares da Inteligência Emocional

Para ser emocionalmente maduro, tomar decisões de maneira inteligente e, dessa forma ter sucesso em todas as áreas da sua vida, é necessário desenvolver a inteligência emocional.

O pai da inteligência emocional, Daniel Goleman, definiu 5 pilares da inteligência emocional:

  1. Conhecer as próprias emoções;
  2. Controlar as emoções;
  3. Automotivação;
  4. Empatia;
  5. Saber se relacionar com os outros.

Vantagens de ter a Inteligência Emocional bem desenvolvida

As nossas emoções interferem diretamente nas nossas decisões e ações, portanto, também interferem em nossos resultados.

Na verdade, nossas emoções interferem em todas as áreas da nossa vida, seja na área pessoal, profissional, familiar, na nossa saúde e até na nossa felicidade.

Saber lidar com as emoções é um dos fatores para ter sucesso.

Se você buscar desenvolver a sua inteligência emocional, vai saber lidar melhor com as pressões do dia a dia e vai conseguir manter-se motivado e focado em seus objetivos, alcançando resultados positivos.

Com a inteligência emocional bem desenvolvida, você vai aprender a ter pensamentos, sentimentos e ações mais conscientes, inteligentes e assertivos.

Agindo com inteligência emocional, as suas emoções paralisantes e conflitantes serão substituídas por emoções positivas e motivadoras, o que te ajuda a evoluir.

Entre as inúmeras vantagens de ter a inteligência emocional bem desenvolvida, estão:

  • Maior equilíbrio emocional;
  • Mais empatia;
  • Clareza em relação aos objetivos;
  • Menos ansiedade;
  • Menos estresse;
  • Mais foco;
  • Atitudes mais assertivas;
  • Melhora nos relacionamentos interpessoais;
  • Visão mais positiva em relação ao futuro;
  • Menos discussões;
  • Mais autoestima;
  • Mais autoconfiança;
  • Mais autorresponsabilidade;
  • Maior capacidade de tomar boas decisões;
  • Maior capacidade de gerenciar o seu tempo;
  • Maior produtividade no trabalho.

Como desenvolver a inteligência emocional

Para desenvolver a sua inteligência emocional, é necessário seguir algumas dicas muito importantes. Confira a seguir.

Preste atenção às suas reações físicas

Preste atenção a como o seu corpo reage às emoções e como essas reações interferem em sua vida.

Quando tomamos consciência do quanto as emoções afetam a nossa vida, em todas as áreas, fica mais fácil entender o porquê de termos determinados comportamentos.

Preste atenção às sensações do seu corpo, de acordo com as emoções que esteja sentindo.

Quando estiver ansioso, por exemplo, você pode prestar atenção se sente algum tremor, suor, respiração curta…

O copo “fala”, então, no momento em que prestamos atenção ao que estamos sentindo, começamos a identificar a emoção negativa e paralisante.

A partir do momento em que você se torna consciente da emoção que está sentindo, consegue controlar a emoção e começa a desenvolver a inteligência emocional.

Conheça os seus próprios limites

Conhecer seus limites te ajuda a ter uma vida melhor, mais adequada aos seus valores e àquilo em que acredita.

Sem conhecer seus próprios limites a pessoa pode sofrer por não saber dizer não diante daquilo que não quer fazer, só para agradar os outros e ainda ser condenado a viver uma vida que não quer.

Saber quais são os seus limites vai te ajudar a viver a vida que você escolher, vai te ajudar a definir suas prioridades e a não cair em armadilhas, inclusive nos negócios.

Seja positivo

Tente manter-se positivo diante de qualquer situação.

Quando mantemos os pensamentos positivos, tendemos a enxergar o lado bom das situações e, consequentemente, nossas reações também são positivas.

Uma atitude positiva melhora a sua vida e a vida de todos com quem você convive.

Tudo o que há no universo possui dualidade, ou seja, uma situação não é completamente negativa.

Não se desespere diante de uma situação difícil. Seja positivo e procure saber o que a situação traz de benefício.

Saiba enfrentar os momentos de tensão

Saber enfrentar momentos de estresse e ansiedade que surgem em nossa vida é essencial para desenvolver a Inteligência Emocional.

Manter a calma diante de situações conflitantes é importante para manter tudo sob controle e te ajuda a ter sucesso na vida pessoal, profissional…

Pratique atividades físicas, controle sua respiração, seja organizado em sua casa, em seu trabalho, “destralhe” suas gavetas, guarda-roupa… jogue fora o que você não usa mais.

Já está mais do que comprovado que um ambiente bagunçado aumenta a ansiedade e o estresse.

Evite o excesso de cafeína, pois a cafeína pode te deixar ainda mais agitado.

Mantenha o foco e a atenção no momento presente.

Durma bem, evite trocar o dia pela noite. Somos seres diurnos, lutar contra nossa natureza só vai causar danos à nossa saúde, aumentando ainda mais a ansiedade.

Saiba gerenciar as emoções negativas

Saber gerenciar as emoções negativas é muito importante para desenvolver a inteligência emocional.

Como já foi citado neste artigo, você precisa saber que qualquer que seja a situação, há um lado positivo e você pode aprender muito com ele e tirar proveito.

Não importa qual seja a situação, por mais difícil que ela se apresente, sempre haverá uma saída e você precisa enxergá-la.

Conseguir ver “a luz no fim do túnel” é fácil para quem possui a Inteligência Emocional bem desenvolvida.

Tenha empatia

Empatia é tentar compreender os sentimentos de outra pessoa, o porquê ela se comporta de determinada maneira, quais devem ser suas emoções para agirem assim…

Tenha empatia e aprenda a se colocar no lugar do outro, de maneira racional, procurando entender porque ela tomou determinada decisão.

Quando praticamos a empatia, essa atitude desperta o desejo de ajudar as outras pessoas.

Esforce-se, de verdade, para entender os problemas e dores dos outros, procurando sempre ajudar.

Essas são atitudes de uma pessoa que possui inteligência emocional bem desenvolvida.

Não seja impulsivo

Evite agir por impulso diante de situações conflituosas.

Quando agimos (ou reagimos) por impulso, geralmente “metemos os pés pelas mãos” e nos arrependemos depois.

Como você já sabe, o lado do nosso cérebro, que é responsável pelas nossas emoções, reage muito mais rapidamente do que o lado racional.

Você precisa estar consciente dessa informação para começar a controlar suas reações e não agir por impulso quando se depara com alguma situação complicada de lidar.

Quando enfrentamos uma situação estressante e paralisante, como um acidente ou um assalto, por exemplo, e perdemos o controle, reagindo de maneira negativa, é porque um gatilho da memória foi disparado, de maneira inconsciente e automática.

A partir do momento em que você se torna consciente do que está sentindo nessas situações inesperadas ou mesmo em situações corriqueiras, como uma apresentação, uma entrevista de emprego, um encontro, você começa a decidir como agir, de maneira consciente.

Ter consciência das emoções que estamos sentindo, evita reagirmos por impulso.

Saiba se relacionar com os outros

Desenvolver a inteligência emocional também resulta em um bom relacionamento com as outras pessoas.

Quando você aprende a ter boas relações interpessoais, você também aprende a guiar as emoções das outras pessoas com quem você se relaciona no dia a dia.

Saber se relacionar com os outros, além de fazer bem para você, também vai fazer bem para o ambiente onde você estiver.

Mantenha-se motivado

Saiba usar as suas emoções para manter-se motivado e, dessa forma, conseguir alcançar os seus objetivos.

Se você focar na busca pelo que você quer e souber usar as suas emoções, de maneira positiva, você conseguirá tudo que quiser em sua vida, por mais difícil que pareça.

Desenvolva a sua inteligência emocional para conseguir conquistar suas metas.

Aprenda a responder aos gatilhos que disparam as suas emoções, de maneira consciente e positiva, analisando o que você está sentindo naquele momento, para decidir a maneira como você quer agir para manter-se motivado a atingir os seus objetivos.

A inteligência emocional bem desenvolvida vai te ajudar a não se desviar dos seus objetivos, a não reagir de forma que possa se arrepender depois.

Inteligência emocional no empreendedorismo

Há algum tempo, a palavra de ordem no mundo corporativo é Inteligência Emocional, e não seria diferente no empreendedorismo.

Um empreendedor precisa ser, antes de tudo, um bom líder, principalmente líder de si mesmo, e ter inteligência emocional é essencial para que isso aconteça.

Ser um bom líder tem a ver com a capacidade de compreender as emoções dos outros e saber se relacionar bem com todos ao seu redor.

Entre outras coisas, no empreendedorismo, é necessário ter autocontrole, automotivação e autorresponsabilidade.

Como empreendedor, você vai precisar identificar os seus pontos fortes e fracos, assim como nos outros à sua volta.

Além disso, no empreendedorismo, é muito importante ter a capacidade de perceber as reações emocionais de toda a equipe, dos clientes e da concorrência, para tomar decisões e atitudes assertivas.

Como ter inteligência emocional para montar um negócio

Se você possui um negócio ou pensa em montar um, é necessário desenvolver a sua inteligente emocional.

Sem dúvidas, em algum momento você terá que lidar com situações em que precisará manter o controle e tomar decisões assertivas.

Diante de um estímulo negativo, o cérebro libera emoções que foram programadas em nossa mente diante daquela determinada situação, levando a pessoa a reagir, de maneira automática, ao longo da vida.

E esse ciclo só termina quando temos consciência de que é possível mudar essa “programação” do cérebro e intervir e rever essas emoções.

Depois disso, o importante a fazer é reprogramar a nossa mente, registrando novas emoções diante da mesma situação, reagindo de maneira consciente, racional e positiva.

Se uma pessoa já tem a experiência de ter montado um negócio que foi um fracasso, em que ela perdeu tudo o que investiu e ainda ficou endividada, dificilmente ela guardará boas emoções ao lembrar desse episódio trágico de sua vida.

Provavelmente essa pessoa não arriscaria mais o seu dinheiro e o seu tempo tentando ser um empreendedor ou, se ela decidir arriscar mais uma vez, desiste no primeiro obstáculo, pois o registro que tem na mente em relação aos negócios é de emoções negativas, de que não dá certo.

Se esse for o seu caso, você precisa desenvolver a sua Inteligência Emocional e reprogramar a sua mente para o sucesso.

A boa notícia é que, como já citei anteriormente, ao contrário do QI, a Inteligência Emocional é flexível e você pode começar a desenvolvê-la a partir de agora.

Ao reprogramar a sua mente para o sucesso, registrando emoções positivas, que conduzem para a motivação, criatividade, produtividade… suas reações serão positivas também.

E, com isso, diante de estímulos que antes faziam você desistir do seu negócio, por exemplo, você vai se sentir desafiado e motivado a buscar por soluções e fazer do obstáculo, um degrau (por mais clichê que isso pareça).

Infográfico | Como Desenvolver a Inteligência Emocional

Conclusão

Nós não temos como controlar as reações das outras pessoas, mas podemos controlar a forma como nós reagimos.

Daniel Goleman diz, em seu livro “Inteligência Emocional”, que para desenvolver a inteligência, uma pessoa precisa aprender a controlar as suas emoções.

Ele também fala que precisamos aprender a controlar apenas as emoções que despertam nossas reações negativas, como as emoções incapacitantes, se não, a vida deixaria de ser interessante.

Depois que você aprender a treinar o seu cérebro com novos comportamentos, baseados em emoções positivas, os seus hábitos também começam a mudar.

Diante de reações negativas e inesperadas, questione-se por que você está sentindo essas emoções e por que reagiu de determinada maneira.

Quando você encontra a raiz daquela emoção, fica mais fácil compreender e mudar o que não está bom.

Comece a aplicar hoje mesmo tudo que você aprendeu neste artigo e tenha muito sucesso seja na vida pessoal ou profissional!

Sobre o Autor

Alex Vargas
Alex Vargas

Alex Vargas é fundador do Nucleo Expert, empresa especializada na criação de treinamentos de marketing digital e empreendedorismo que tem revolucionado a vida de milhares de pessoas. Chegando em janeiro de 2020, a marca de mais de 110 mil alunos. Ganhou o prêmio de Empreendedor Digital do Ano e Melhor Profissional de SEO do Ano, em 2019 pelo Afiliados Brasil. Alex é reconhecidamente um dos melhores profissionais de marketing do Brasil.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.

Novo Webinário

cOMO MONTAR uM NEGÓCIO ONLINE À PROVA DE CRISES

Aula 100% Gratuita

Escolha um horário e inscreva-se na aula ao vivo.

Telegram