O assunto deste artigo é de extrema importância: procrastinação. Você tem uma coisa muito importante pra fazer, mas o tempo está passando e você já está começando a ficar tenso, achando que não vai dar tempo?

Você está enrolando pra fazer uma tarefa há dias e, com o prazo quase finalizado, se sente ainda mais ansioso porque agora precisa fazer “em cima do laço”?

Já se sentiu assim?

Isso se chama procrastinação e, infelizmente, não acontece somente com você.

Você precisa aprender como parar de procrastinar e conseguir concluir suas tarefas a tempo, sem preocupação ou frustração.

Primeiramente, quero que você entenda que todos nós procrastinamos em algum momento e isso é manifestado de diferentes formas.

Por exemplo:

  • Um profissional procrastina numa tarefa do trabalho porque ela é desafiadora e requer muita dedicação;
  • Um estudante procrastina na escola, deixando pra estudar tudo no dia anterior à prova;
  • Um atleta procrastina quando deixa de treinar como deveria, antes de uma competição importante.

Notou como todos nós, em qualquer área de atuação, estamos sujeitos a procrastinar?

Você acha que vai conseguir realizar aquela tarefa depois, começar o inglês na próxima semana, terminar de ler aquele livro mais tarde…

É este o ponto de partida para a procrastinação.

Acreditamos que depois será mais fácil conseguir acabar com a procrastinação. Triste engano.

Se você não consegue combater a procrastinação agora, o que o faz pensar que vai conseguir depois?

Por isso, neste artigo, eu vou ensinar um método, passo a passo, para você aplicar agora mesmo e acabar de vez com a procrastinação, mesmo que você esteja desmotivado ou com preguiça.

Mas antes, preciso esclarecer para você alguns fatores que provocam a procrastinação:

  • As desculpas que dá a si mesmo e que o faz procrastinar.

O  que é procrastinação? Exemplos:

procrastinar e problemas

  1. Este não é o momento ideal

Realmente, para algumas situações, pode não ser o momento ideal, como colher uma fruta antes de amadurecer ou ir à praia num dia frio e chuvoso, por exemplo.

Mas, na maioria das vezes, é apenas uma desculpa para não começar a fazer, pois praticamente nada há um momento ideal.

Quando dizemos isso, estamos simplesmente dando uma desculpa para racionalizar o motivo pelo qual não começamos a realizar nossas metas e objetivos.

Além disso, sempre culpamos a situação, pois, mesmo quando não estamos motivados o suficiente, podemos perfeitamente fazer do agora, o momento ideal para realizar.

  1. Não estou preparado

Esta, com certeza é uma das desculpas mais ouvidas (ou mesmo pensadas) pela grande maioria.

Você pode achar que não está preparado o suficiente para começar, mas, se der o primeiro passo, vai perceber que é bem mais capaz do que imaginava.

Digamos que você queira perder peso e sabe que o que tem que fazer primeiro é aprender coisas sobre dietas e academia.

Então, você começa a pesquisar, a ler blogs sobre nutrição e ganho de massa muscular e, aos poucos, vai dando a desculpa de que é muito difícil e que não está preparado para começar.

O seu objetivo, que é perder peso, começa a parecer bem difícil e, então, você desanima e aos poucos vai parando de pesquisar sobre o assunto.

É assim que você enrola e nunca começa a fazer o que precisa ser feito. Isso é procrastinar.

  1. Não preciso fazer isso agora

Quando você dá essa desculpa para si mesmo, a fim de não começar determinada tarefa, está dizendo, na verdade, que está com vontade de fazer.

Muitas pessoas se acostumaram a dar essa desculpa e só conseguem agir sob pressão, sentindo a adrenalina de ter que virar a noite trabalhando naquela tarefa.

Essas pessoas fazem tudo às pressas e, com sorte, terminam a tempo o que precisa ser feito.

Além da frase “não preciso fazer isso agora”, também são bem comuns: “tem tempo ainda” e “vai dar tempo sim”.

  1. Eu começo depois que…

Alguma vez você já falou a frase acima? Provavelmente sim.

Essa desculpa tem muitas variações.

Por exemplo:

“Eu começo depois que…”.

  • … Eu voltar;
  • … Terminar isso aqui;
  • … Eu der um cochilo; etc.

Quando você não quer realizar uma tarefa importante, porque acha difícil, você vai acumulando com outras e fica cada vez mais complicado.

Desse jeito, você está apenas fortalecendo a procrastinação.

  1. É uma tarefa fácil, tranquila de fazer.

Este item eu vou explicar através de um exemplo bem simples:

Quando você era criança e, na escola, o professor supervisionava suas tarefas e quando não fazia, você era repreendido.

Mas, ao chegar da escola, ninguém estava olhando, para ver se você estava fazendo a lição de casa ou não, logo, você não era repreendido.

Por isso, ao invés de fazer a lição, você brincava na rua com seus amigos ou assistia TV.

Provavelmente você receberia uma nota baixa na escola e os seus pais o repreenderiam, mas não naquele momento.

Agora, adulto, com a internet ou outro tipo de distração, é igual.

Neste momento pode ser que ninguém esteja supervisionando o seu trabalho e você não corre o risco de ser repreendido por ninguém.

Pode ser que procrastinar hoje não traga consequências negativas imediatas para sua vida, mas, pode trazer, em longo prazo.

Você pode não ser repreendido por ninguém, mas o seu negócio pode não dar certo.

Ou, se trabalha para alguma empresa, corre o risco de ser demitido.

  1. Acredita que amanhã terá mais tempo

Geralmente, criamos uma lista enorme de coisas que queremos fazer amanhã, achando que conseguiremos fazer tudo.

A verdade é que as coisas nem sempre saem como planejamos.

Você acredita que está tudo bem se enrolar um pouquinho, pois amanhã você vai fazer, com toda a certeza.

Você também acredita que amanhã estará muito mais focado e produtivo e não terá preguiça, nem vai atrasar as tarefas, como fez hoje.

  1. Está com medo de alguma coisa

Muitas vezes, não fazemos determinadas tarefas por medo de fracassar ou de parecer um bobo na frente das pessoas.

E, às vezes, não fazemos porque aquela tarefa traz a lembrança de um acontecimento ruim.

Ou então, por medo do desconhecido, pois estamos acostumados com a zona de conforto e não paramos para analisar o real motivo daquele medo.

Apenas escondemos esse sentimento no nosso subconsciente.

Muitas vezes, não falamos o que sentimos e até evitamos pensar no assunto, pois confrontar esse sentimento não é uma tarefa fácil.

  1. Gostamos de recompensa imediata
  • Neste momento, é melhor comer um brigadeiro do que uma salada;
  • Ficar na cama uma hora a mais é bem melhor do que fazer caminhada;
  • Ver o filme é melhor do que ler o livro de 300 páginas;

É bem mais prazeroso receber uma recompensa imediata do que passar muito tempo fazendo algo em que só vai receber a recompensa depois.

Mas, convenhamos que é muito melhor deixar o brigadeiro de lado e comer salada hoje, para conseguir se livrar de vez daquelas gordurinhas indesejadas.

A recompensa em longo prazo é bem melhor do que a imediata. Pense nisso!

vencer o vício de procrastinar

Logo abaixo, eu entrego um..

Método passo a passo para você praticar e vencer a procrastinação

Se você começar a seguir esse método agora mesmo, vai ver como sua motivação vai aumentar, acabando de vez com a procrastinação.

Não é necessário realizar todos os itens desse método, se não quiser.

Mas, aconselho que você escolha os  que funcionam melhor para a sua realidade.

Então, vamos lá!

Passo #1 Relacione a tarefa a um objetivo

Mudar o ponto de vista pode deixá-lo mais motivado, por isso, todas as vezes que você precisar fazer algo de que não gosta ou sente-se inseguro, procure relacionar essa tarefa a um dos seus objetivos mais importantes.

Provavelmente você vai perceber que, mesmo a tarefa mais simples estará diretamente alinhada com um dos seus valores.

Por exemplo:

Lavar a louça não é uma tarefa prazerosa.

Você não chega em sua casa e, ao deparar-se com uma pia cheia de louça suja, não vai dar pulos de alegria e correr para lavar.

Mesmo assim, você pode fazer essa tarefa feliz, se alinhá-la a um objetivo importante.

Quando você chega do trabalho e lava a louça, a sua esposa fica feliz por ver a casa organizada e poder descansar.

Como você gosta de vê-la feliz, lavar a louça deixou de ser uma tarefa desagradável.

E isso passou a ser uma parte importante do seu objetivo, que é manter um bom relacionamento conjugal.

Esse foi apenas um exemplo bem simples, mas você pode aplicar esse método em qualquer tarefa que você não gosta.

Então, faça uma lista de todas as tarefas que você precisa fazer e relacione cada uma delas a um objetivo importante.

Passo #2 Resolva possíveis situações de emergências

A procrastinação não é somente um mau hábito que pode trazer impactos negativos para sua vida pessoal e profissional.

Ela pode trazer impacto negativo para a sua saúde também.

Todos nós podemos ser surpreendidos com alguma emergência, sendo obrigados a parar imediatamente com a tarefa que estamos fazendo.

Pode ser um familiar que ficou doente, a morte de alguém muito próximo ou algo parecido.

Esse tipo de acontecimento não pode ser deixado para depois, pois é uma prioridade.

Quando algo assim acontece, geralmente você precisa cancelar toda a sua agenda do dia e resolver essa emergência imediatamente.

Mas, também é possível surgir outro tipo de situação que começa aos poucos e pode se tornar algo desastroso para você ou para alguém da sua família.

Como, por exemplo, sentir uma dor no peito, receber um comunicado do banco, uma ligação de um amigo, no meio da noite, querendo conversar.

Talvez essas situações não pareçam emergência e você acaba deixando pra depois, por estar muito ocupado.

Ignorar prováveis emergências pode trazer como resultado a morte, o suicídio de um amigo, o divórcio, a falência financeira, entre outras coisas que podem chegar apenas com sinais sutis de alerta.

Por mais ocupado que você esteja, é muito importante resolver o mais rápido possível qualquer situação que possa tornar-se uma emergência.

Para você conseguir identificar uma possível situação emergência, faça as seguintes perguntas para si mesmo:

  • O que pode acontecer se eu ignorar essa situação?
  • Como esse problema pode afetar a minha vida, a da minha família e dos meus amigos?
  • Quais são as tarefas que eu posso adiar para resolver essa possível emergência?
  • O que posso fazer, neste momento, para resolver essa situação?
  • Como não é um problema que coloca em risco a vida de alguém, quando posso resolver, para que seja o mais rápido possível?

É muito fácil ficar envolvido com a rotina e ignorar os problemas que não parecem tão importantes, mas isso pode trazer graves consequências.

Nenhuma tarefa ou reunião de trabalho é mais valiosa do que a sua vida e a vida de quem você ama.

Então, sempre que surgir uma possível emergência, pare tudo e resolva essa questão, imediatamente.

  • Marque uma consulta com um médico, caso não esteja se sentindo bem;
  • Converse com a sua esposa ou marido;
  • Ligue para aquele amigo que parece triste;
  • Leia a correspondência do seu banco.

Passo #3 Resolva logo as tarefas mais fáceis

É muito comum procrastinar em uma tarefa que parece fácil e rápida de fazer, como enviar um e-mail ou lavar o seu prato depois do almoço.

Mas, mesmo não sendo tarefas que exijam muito esforço, você acaba acumulando, pois está muito ocupado.

Se isso acontece com você, talvez seja porque está ignorando as tarefas que não parecem importantes e que podem ser resolvidas facilmente.

Porém, se você aprender a resolver primeiro essas tarefas mais fáceis, vai impedir que elas fiquem acumuladas, causando um transtorno desnecessário para você.

Passos para vencer a procrastinação definitivamente

Vou te mostrar 2 estratégias que você pode aplicar a partir de agora:

  1. Regra dos 2 minutos

Se você percebe que determinada tarefa pode ser feita em 2 minutos, faça imediatamente, sem precisar escrever na sua lista do dia.

Ao eliminar essas pequenas tarefas, a sua lista ficará menor e o seu dia será mais produtivo.

  1. Resolva sozinho

Realizar uma tarefa sem pedir para alguém terminar por você o obriga a concluir toda tarefa que você começa.

Assim, você elimina a preocupação causada quando procrastina nas pequenas tarefas.

Vou dar alguns exemplos simples de como resolver isso:

  • Responda imediatamente o e-mail que acabou de receber;
  • Lave a louça assim que terminar a refeição, ao invés de deixar na pia, para lavar depois;
  • Coloque a roupa que acabou de usar, no cesto de roupas ao invés de deixá-la na cadeira ou no sofá;
  • Retorne a ligação assim que notar uma chamada perdida.

É mais fácil acabar com a procrastinação quando você resolve, imediatamente, essas pequenas tarefas.

Passo #4 Mantenha o foco nas tarefas mais importantes

Se você começar o dia com muitas coisas para fazer, muitos compromissos e metas para alcançar, você tende a procrastinar, com certeza.

Por isso, você precisa “limpar” a sua lista de tarefas, identificando as que são mais importantes.

Faça o seguinte:

Da sua lista, escolha 3 tarefas que precisam ser concluídas até o fim do dia.

Procure fazer a primeira, dessas 3 tarefas, no início da manhã e sempre reserve, pelo menos 30 minutos para isso.

Depois, passe o resto da manhã fazendo as outras 2 tarefas mais importantes daquele dia.

Quando você mantém o foco nas tarefas mais importantes, logo no início do dia, você estará mais positivo e terá a parte da tarde para realizar qualquer outra tarefa com mais tranquilidade.

Passo #5 Use um quadrante de decisões rápidas

Seria muito bom ter um dia de trabalho onde você tenha somente as tarefas importantes para cumprir e não se preocupar com mais nada.

Mas sabemos que não é bem assim que as coisas funcionam, não é mesmo?

Principalmente se você é como eu e a grande maioria das pessoas, que é bombardeada com interrupções, mudanças de planos, emergências, entre outras coisas do tipo.

Você precisa saber identificar o que é ou não importante.

Por isso, eu vou te ensinar uma estratégia simples, que vai ajudar você a se concentrar e tomar boas decisões todos os dias.

A estratégia chama-se Matriz de Eisenhower e, com certeza vai te ajudar a combater a procrastinação.

Com ela, você consegue priorizar as tarefas por ordem de urgência e importância, através de 4 quadrantes.

Além disso, você será capaz de identificar as tarefas que você pode eliminar ou delegar para outra pessoa.

Matriz de Eisenhower:

Quadrante 01: Urgente e Importante

Nesse quadrante, você vai escrever as tarefas que precisam ser feitas primeiro, pois podem trazer consequências negativas se não forem realizadas logo.

Por exemplo:

  • Um relatório que precisa ser entregue até o final do dia;
  • Responder aquele e-mail do cliente que está aguardando.

Mas, você também pode usar essa estratégia em sua vida pessoal.

Por exemplo:

  • Uma emergência médica;
  • Retirar o bolo que está no forno.

Quadrante 02: Importante e não urgente

As tarefas que você colocará nesse quadrante estão ligadas com os seus objetivos de longo prazo.

É muito fácil deixar de realizar as tarefas desse quadrante, pois não tem ninguém pressionando você para realizar.

O ideal é que você dedique mais tempo a este quadrante, pra que, futuramente, você consiga atingir os resultados desejados em sua vida.

 

Aqui estão alguns exemplos desse quadrante:

  • Passar um tempo com o seu filho;
  • Fazer um curso de qualificação profissional;
  • Fazer caminhada.

Quadrante 3: Urgente e não importante

As tarefas desse quadrante, apesar de urgentes, podem ser automatizadas ou delegadas para alguém.

São aquelas tarefas que não estão ligadas, diretamente, aos seus objetivos e que outra pessoa pode fazer por você.

Por exemplo:

O seu celular toca quando você está ocupado.

Parece que atender à chamada é uma tarefa urgente, mas você pode pedir para alguém atender ou deixar tocando e retornar em outro momento.

Quadrante 4: Não importante e não urgente

As tarefas que você vai acrescentar neste quadrante serão aquelas que você precisa eliminar, pois só servem para desperdiçar o seu tempo.

Por exemplo:

  • Jogar videogame;
  • Assistir TV;
  • Ver vídeos engraçados nas redes sociais.

Procure identificar e eliminar essas tarefas do seu dia a dia e invista esse tempo nas tarefas de outro quadrante.

Mas atenção!

Eliminar essas tarefas não quer dizer que nada disso pode fazer parte da sua vida.

Você pode fazer uma ou mais dessas atividades sem urgência e sem importância, mas precisa ter equilíbrio.

Deixe esse quadrante para os momentos em que você quer apenas relaxar, depois de finalizar as suas tarefas importantes do dia.

Agora, você deve estar se perguntando: Mas como eu faço para usar essa Matriz de Eisenhower e acabar com a procrastinação?

É bem simples.

  • Pegue uma folha de papel e divida em 4 partes;
  • Anote as tarefas que você precisa fazer naquele dia, no quadrante adequado, de acordo com tudo que eu expliquei anteriormente;
  • Sempre que aparecer alguma tarefa nova, pense bem e depois coloque no quadrante adequado.

Utilize essa estratégia todos os dias e, no final de cada um, avalie o que deu certo ou não e ajuste sempre que for necessário.

Passo #6 Divida a tarefa em pequenas metas

Como já citei aqui, um dos motivos pelo qual as pessoas procrastinam é lembrar do esforço que farão para realizar determinada tarefa.

Como a tarefa exige muito esforço, a sua mente vai tentar direcionar você para algo mais prazeroso e fácil de fazer.

É normal evitar tarefas difíceis e demoradas.

Por isso, uma solução para que você não sofra tanto ao iniciar uma tarefa desagradável, é estabelecer pequenas metas.

Este passo tem como objetivo, eliminar a sensação desagradável que você tem quando vai iniciar uma tarefa difícil ou muito demorada.

Ele funciona porque, ao invés de você focar em um grande objetivo, você o divide em pequenas metas.

É como fazer uma longa viagem dando pequenos passos. Você não cansa, nem se desgasta.

Então, se você procrastina com frequência em alguma atividade, comece com uma meta menor, para que consiga realizar o objetivo maior.

Crie uma meta que pareça fácil de realizar e que, você possa fazê-la com consistência.

Passo #7 Tenha responsabilidade pelos seus objetivos

Se, geralmente, você prefere se divertir, antes de começar o seu dia de trabalho, provavelmente, precisará de um impulso que o force a entrar em ação.

Geralmente procrastinamos porque é mais fácil fazer algo prazeroso do que ser forçado a fazer algo desagradável.

Por isso, você precisa fortalecer a sua responsabilidade para realizar os seus objetivos.

Grandes objetivos exigem um plano de ação bem elaborado e pessoas em quem se apoiar, quando surgir um obstáculo.

Quando você tem pessoas com quem pode contar para comemorar as suas vitórias ou puxar a sua orelha, caso você procrastine, é mais provável que você não desista.

Existem diversas maneiras de você “se forçar” a ser responsável, mas acredito que ter uma pessoa de confiança para se apoiar é a opção mais eficaz.

Ter uma pessoa com quem você pode compartilhar o seu progresso, planos e desafios é uma ótima maneira de se reerguer, toda vez que se sentir desmotivado.

Além disso, é muito bom ter alguém em quem confiar quando você precisa de uma segunda opinião.

Passo #8 Dê um passo de cada vez

Quando você se depara com um grande desafio para resolver, você tende a procrastinar no meio do caminho ou evita começar, pois parece que é impossível de fazer.

Todas as vezes que enfrentar esse tipo de situação, você precisa traçar um passo a passo para começar e terminar o objetivo proposto.

Com um passo a passo você vai poder concluir qualquer projeto, por maior e mais difícil que ele seja.

Trabalhando em um passo por vez, você será capaz de superar a resistência natural que temos, sempre que somos forçados a realizar alguma tarefa desagradável e difícil.

Você sabe o que deve ser feito, mas não consegue nem começar, pois já imagina como vai se sentir.

Traçar pequenos passos em direção ao seu objetivo o ajudará a começar e seguir até o final, executando cada tarefa, sem sofrimento.

Esse passo pode ser aplicado em outras tarefas do seu dia a dia.

Por exemplo:

  • Arrumando a gaveta de documentos;
  • Estudando para a prova;
  • Lendo um livro complicado;

Use sempre um passo a passo todas as vezes que precisar executar uma tarefa complicada ou desagradável, ao invés sentir raiva, achando que aquela tarefa vai acabar com meu dia.

Passo #9 Se acostume com o desconforto

Ficou assustado ou estranhou o que acabou de ler? Deixe-me explicar, para você entender.

Uma das estratégias mais eficazes para acabar com a procrastinação é se acostumar com o desconforto de algumas tarefas.

Se você conseguir se acostumar com o desconforto que certas tarefas trazem, você será capaz de fazer qualquer coisa.

Você poderá não somente acabar com a procrastinação, mas também fazer uma dieta, praticar exercícios físicos, falar em público e superar vários desafios que surgirem em sua vida.

Mesmo sentindo-se infelizes, algumas pessoas não coseguem mudar os seus hábitos porque evitam sentir o desconforto de fazer algo maior.

Mesmo que seja em prol do próprio crescimento pessoal ou profissional.

Por exemplo:

  • Quando alguém tenta perder peso e começa a fazer uma dieta mais saudável.

Na maioria das vezes, ela percebe que esses alimentos, além de sem graça, não acabam com a vontade de comer.

Não é tão gratificante mudar o paladar ao qual se está acostumado, mas você pode se acostumar com o desconforto de comer novos alimentos.

  • Quando uma pessoa não quer praticar exercícios físicos para não fazer esforço e prefere ser sedentário.

É mais fácil passar o dia inteiro sentado no sofá, vendo TV.

Praticar exercícios exige esforço e traz certo desconforto, mas, se a pessoa começar a se acostumar com ele, vai conseguir atingir o seu objetivo.

Ela vai ver que terá uma vida melhor, com mais saúde e disposição.

O desconforto é causado pelo fato de fazer algo diferente, que não fazia parte da sua rotina. Sentir desconforto não é tão ruim.

As pessoas pagam o preço por evitarem o desconforto. Elas deixam de viver uma vida saudável e mais feliz.

Um pequeno desconforto pode transformar algo que você acha terrível em algo agradável, quando você está disposto a se esforçar.

Eu vou ensinar uma maneira de você conseguir se acostumar com o desconforto e praticar hábitos desafiadores.

Comece a praticar aquilo que você acha sacrificante, durante um curto período de tempo, dando pequenos intervalos entre um período e outro.

Muitas pessoas conseguem superar a procrastinação, concentrando seus esforços em pequenos períodos de tempo.

Quando você faz isso, fica bem mais fácil manter-se focado, pois você sabe que aquela tarefa terá um período curto.

Ao final de cada período, você faz uma pequena pausa, antes de começar o próximo.

Para isso, eu indico que você use a técnica Pomodoro, que ajuda a dividir o tempo entre um período e outro, como expliquei anteriormente.

Essa técnica foi criada na década de 1980 e, desde então, tem sido muito utilizada por empresários, por especialistas em eficiência no trabalho e por milhares de pessoas comuns, em todo o mundo.

Francesco Cirillo, criador da Técnica Pomodoro descobriu que as pessoas conseguem se concentrar em uma tarefa apenas por alguns minutos e depois, se distraem.

A técnica permite que a pessoa mantenha-se concentrada no que está fazendo, retomando a concentração a cada novo período.

O nome da técnica faz uma referência ao temporizador de cozinha, que tem formato de tomate, que em italiano significa pomodoro.

Mas, como é que usa o Pomodoro? É bem simples.

  • Primeiro você escolhe a tarefa que precisa fazer, depois ajusta o temporizador por 25 minutos.
  • Comece a fazer sua tarefa, evitando distrações, mantendo sempre o foco.
  • Ao final dos 25 minutos, faça uma pausa de 5. Aproveite para levantar, tomar água, ir ao banheiro…
  • Passados os 5 minutos, retorne à sua tarefa, ajustando o Pomodoro por mais 25 minutos.
  • Quando você atingir 4 pomodoros, faça uma pausa maior, de 15 minutos.

Com essa técnica, você vai notar que não vai mais procrastinar mantendo-se sempre focado.

Sabe aquelas tarefas intermináveis, que você precisa fazer durante horas e que deixam você cansando e disperso?

Talvez, no início, elas deixem você entusiasmado, mas depois você vai perdendo a concentração e não consegue terminar.

Em seguida, você teve vontade de fazer outra coisa mais agradável do que estava fazendo, certo?

Pois é, a técnica Pomodoro evita essas distrações e a vontade de fazer algo divertido, pois ela mantém a sua mente concentrada.

Durante as pausas maiores, você pode descansar um pouco e relaxar a mente, antes de começar um novo período.

Você vai notar que a qualidade da sua tarefa será melhor do que quando você fazia durante horas, sem parar.

Com essa técnica, você pode dividir o seu dia de trabalho em períodos de 30 minutos, que é a soma de um pomodoro com um intervalo curto.

Assim, você acaba de vez com a procrastinação durante as tarefas mais complicadas.

Passo #10 Comece o dia fazendo a tarefa mais difícil

Se você deixar a tarefa mais difícil para o fim do dia, corre o risco de não conseguir fazer nada, por estar muito preocupado com o “problema” maior.

Em contrapartida, se você começar o dia resolvendo a tarefa mais complicada, fará todas as outras com tranquilidade.

Você também se sentirá mais motivado, já que conseguiu concluir a tarefa em que você, provavelmente, procrastinava.

Quando você começar o dia trabalhando naquilo que você considera mais difícil e demorado, verá que, na verdade, não era tão complicado assim.

Além disso, sentir que finalizou a tarefa mais complicada do dia, já na primeira parte da manhã, traz uma sensação muito agradável e motivadora.

Passo #11 Esteja consciente do seu hábito de procrastinação

Admita para si mesmo que você sente vontade de procrastinar.

Essa é uma das maneiras mais simples e eficazes de acabar com a procrastinação.

Na maioria das vezes, as pessoas não sabem que estão procrastinando. É aí que está o grande desafio.

Por isso a importância de você se conscientizar e criar o hábito de identificar o que o leva a procrastinar, fazendo algumas perguntas para si mesmo.

Pergunte-se coisas do tipo:

  • Por que eu acho isso tão complicado?
  • Por que eu vou deixar isso para depois?
  • Quantas vezes eu fiz isso e deu certo?
  • Quando deu certo, o que eu fiz para conseguir começar?

A partir do momento em que você criar esse hábito, poderá usar as respostas que obtiver para identificar as suas crenças limitantes.

Um dos passos mais importantes para acabar com a procrastinação é reconhecer que, às vezes, você sente preguiça de fazer algumas tarefas.

Mas, quando você cria o hábito da conscientização, vai começar a identificar os gatilhos mentais que fazem com que você procrastine.

Agora, é só seguir essa dica, todas as vezes que você sentir que está começando a procrastinar.

acertando o alvo para acabar com a procrastinação

Passo #12 Defina metas e recompensas

O objetivo deste passo é criar uma regra onde você pode fazer uma tarefa que gosta enquanto realiza outra, que não gosta tanto, mas que é fundamental para o seu sucesso.

Por exemplo:

  • Enquanto estiver no cabeleireiro, envie aqueles e-mails que precisa enviar;
  • Enquanto estiver limpando a casa, ligue a TV, no seu programa preferido;
  • Enquanto estiver se exercitando, escute as músicas da sua banda favorita.

Para programar a estratégia que eu acabei de explicar, basta apenas você criar uma lista, e dividi-la em 2 colunas.

Na primeira coluna, anote todas as tarefas que você gosta de fazer.

Na segunda coluna, anote aquelas em que você sempre procrastina.

Você vai perceber que as tarefas da segunda coluna são as mais importantes, mas que não são urgentes.

E é devido à falta de urgência, que você vai deixando para depois.

São essas tarefas que você sabe que precisa realizar, mas que está sempre procrastinando.

Por isso, se você der uma recompensa a si mesmo, pelas tarefas mais importantes, estará adicionando um pouco de satisfação àquilo que não gosta de fazer.

Desse modo, a procrastinação vai sendo substituída pela vontade de receber a recompensa.

Passo #13 Revise a sua agenda diariamente

Todos os dias, reserve de 5 a 10 minutos para avaliar as suas prioridades e analisar quais as tarefas que estão mais relacionadas às suas metas.

Para isso, pergunte-se:

  • Qual é a tarefa mais complicada da minha agenda?
  • Quais são as tarefas em que eu preciso estar em lugar e horário fixos?
  • Tem algum e-mail que precisa ser respondido com urgência?
  • Quais são as tarefas agendadas para hoje, que eu posso concluir?

 Tem alguma tarefa que pode demorar mais do que eu programei?

 Se esta tarefa ultrapassar o tempo estimado, poderá mudar a minha agenda?

Fazer essa revisão vai ajudá-lo a programar e estruturar a sua agenda diária.

A partir dessa revisão, será difícil procrastinar diante das tarefas que estão relacionadas com os seus objetivos maiores.

Isso porque você vai lembrar, diariamente, que a procrastinação poderá afetar os seus objetivos de maneira negativa.

Revise a sua agenda para concluir as tarefas que trarão impacto positivo para sua vida, antes de realizar as demais.

Aplique essa técnica toda vez que estiver desanimado ou com preguiça.

Passo #14 Aumente o seu desejo e diminua o sofrimento

Nós, seres humanos, temos a tendência de associar mais sofrimento àquilo que precisa ser feito do que ao que não tem importância alguma.

Você começa a procrastinar no momento em que tem medo ou acha que aquela tarefa é difícil de ser feita.

É dessa maneira que a nossa mente nos sabota.

Mas, você pode diminuir esse sofrimento, mudando o jeito que você encara aquela atividade, pois, provavelmente, você enxerga aquilo como doloroso e cansativo.

Acabe com a procrastinação, tendo um propósito alinhado à tarefa que você tem adiado.

Pergunte para si mesmo o que você perderá, caso continue deixando essa tarefa para depois.

Dessa forma, você encontrará o seu propósito e terá mais motivação.

Quando você perceber que o seu sofrimento será ainda maior, se continuar procrastinando naquela tarefa desagradável, porém importante, você vai agir.

Passo #15 Mude o ambiente

Você sabia que cada ambiente tem um impacto diferente na nossa produtividade?

A sua mesa de trabalho, por exemplo, faz você querer ou não trabalhar.

Se você trabalha em seu quarto, olhe ao seu redor e perceba qual a sensação que o ambiente lhe traz.

Ele faz você querer trabalhar ou dormir?

Se for um quarto ou mesmo uma sala aconchegante e faz você querer relaxar e dormir, você precisa procurar outro lugar para trabalhar ou mudar completamente o ambiente.

Mesmo quando um ambiente nos faz sentir inspirados, poderá perder esse efeito depois de certo tempo. Se esse for o caso, mude.

Estes foram os 15 passos para você acabar de vez com a procrastinação e alcançar os seus objetivos.

Não tenha dúvida de que a procrastinação é um assassino silencioso dos seus sonhos.

Então, não paralise diante do sentimento de culpa por estar procrastinando.

Agora você já sabe como agir diante dessa situação.

Basta você reler o passo a passo que deixei neste artigo e escolher a melhor forma de começar.

Siga estes passos para alcançar as suas metas e objetivos e sinta-se orgulhoso de cada progresso que você fizer.

Procure fazer disso, um hábito, superando de vez a procrastinação, que tanto tem atrapalhado a sua vida pessoal e profissional.

A partir de agora, faça do “algum dia” o hoje.

Espero que você tenha gostado do artigo! Aproveite e faça o download do meu E-book, mais de 200 mil pessoas já baixaram! Para baixar, clique aqui.

Infográfico: Procrastinação

Infográfico Procrastinação