Trabalhar Pela Internet: 20 Melhores Formas

Trabalhar pela internet de forma autônoma é algo que tem atraído cada vez mais pessoas em meio à crise global por conta do Coronavírus.

Diante disso, a internet oferece muitas possibilidades de trabalho, seja para quem é expert em um determinado assunto, para quem precisa conhecer uma forma rápida de desenvolver um negócio online ou trabalhar pela internet vendendo produtos e serviços.

Por conta disso, muitas pessoas ficam perdidas e não fazem ideia do que fazer e de que maneira se reinventarem nesse novo cenário.

Por mais conveniente e satisfatório que é trabalhar do conforto de casa, ser autônomo e responsável pelo próprio rumo profissional não é algo simples.

Trabalhar pela Internet - 20 Melhores Ideias

Não basta apenas escolher uma profissão, é necessário desenvolver habilidades e competências para que isso aconteça de forma definitiva e com resultados.

Se você se identificou, fique comigo. 

Para te ajudar com a tarefa de mapear as melhores ideias para trabalhar pela internet, estudamos a fundo esse mercado e disponibilizamos este material incrível para ajudá-lo a escolher o seu futuro profissional na internet. Confira o que preparamos!

Guia Definitivo para Criar um Negocio Online na Internet

Neste Artigo você vai: 

  • Conhecer quais são as carreiras mais promissoras para os próximos anos;
  • Explorar detalhadamente cada uma delas, uma a uma;
  • Saber o que precisa fazer para começar;
  • E saber quanto cada uma ganha em média.

Como Trabalhar pela Internet: 20 Melhores Maneiras Comprovadas

Fique agora com a lista das 20 melhores formas de como trabalhar na Internet, basta ler, escolher e aplicar!

Marketing de afiliado

Trabalhar pela Internet com Marketing de Afiliado

Você já ouviu falar de afiliado? Um afiliado nada mais é do que alguém que indica ou promove produtos de outras pessoas e recebe comissão por isso.

Hoje o marketing de afiliados gira milhões na internet, mas de onde será que a modalidade surgiu?

A lógica do afiliado existia bem antes da internet, em um modelo analógico.

Sabe aquela vizinha ou amiga da sua mãe que vendia produtos da Avon, Natura ou Jequiti. Ela podia não saber, mas participava de um modelo primário de um programa de afiliados. 

Onde para vender a pessoa tinha que ir de casa em casa oferecendo os produtos. Mas de lá pra cá, muita coisa mudou, não é mesmo?

Apesar de essa modalidade existir até hoje, o que vamos falar aqui é sobre um modelo de vendas muito diferente do que era praticado no passado.

O marketing de afiliados na era digital ganhou importância com a popularização da Amazon – empresa varejista norte-americana multibilionária. Com ela surgiu à fórmula básica do programa de afiliados que é usada até hoje e que foi ao longo dos anos aperfeiçoada. 

O usuário se cadastrava, escolhia um dos produtos para se afiliar e era gerado um link personalizado para ele divulgar o produto. Através do link podia se rastrear a compra. Feita ela, afiliado correspondente recebia a comissão. 

Uma das poucas, porém muito importantes, que difere de hoje é que no meio dos anos noventa as redes sociais nem sonhavam em existir, poucas pessoas tinham computador, menos ainda com internet. 

Então já dá para imaginar que a quantidade de vendas era bem pequena, nada comparado a esse mercado GIGANTE que existe hoje. 

Não existiam muitas empresas que trabalhavam com programa de afiliados. O que era apenas um mercado em potencial, ao  longo dos anos, evoluiu e hoje certamente rende muito dinheiro para quem investe.

O que um afiliado faz

Como já foi dito o afiliado vende produtos de terceiros em troca de comissões por cada venda realizada.

Para divulgar, ele geralmente utiliza plataformas como o youtube, blogs, sites ou redes sociais para divulgar. 

Então, para começar como afiliado ele deve primeiro escolher uma plataforma com programa de afiliados.

Hoje existem muitas, algumas das principais são: 

Hotmart.

Clickbank.

Eduzz.

Ebay.

Monetizze.

Amazon.

É através de uma dessas plataformas que vai garantir que será recompensado pelas vendas que fizer.  O programa garante que as compras feitas através de um link pessoal sejam atribuídas ao afiliado certo.

Ele divulga o produto em uma ou mais plataformas. Quanto maior for a audiência e a credibilidade do canal, mais vendas geralmente são geradas.

Se você não tiver nenhum canal, blog, site ou rede social sobre um assunto específico, escolha uma área que mais conheça ou se identifique e comece a criar conteúdo. 

Logo que criar audiência, vai começar a vender bastante. Para isso acontecer, a regra mais importante e infalível é: Crie conteúdo de qualidade e relevante

Como se preparar ou o que estudar para se tornar um afiliado

Para se tornar um afiliado você precisa estudar o mercado e o nicho do seu produto, aprender sobre as plataformas digitais, a produzir conteúdo persuasivo e conhecer as melhores técnicas para gerar tráfego de acordo com a sua estratégia.

Se você for gravar vídeos para Youtube, pode aprender sobre SEO para Youtube ou como fazer anúncios patrocinados, cabe a você escolher a que melhor se encaixa no seu plano para vender como afiliado. 

Hoje em dia existe muito conteúdo gratuito na internet, aqui mesmo no Blog tenho conteúdos específicos que falam tanto sobre estratégias de marketing digital e marketing de afiliados, além do meu curso Fórmula Negócio Online que conta com mais de 120.000 alunos.

Se você quer conhecer o treinamento e o potencial de ganho incrível que esse mercado oferece, basta clicar no link abaixo.

O que eu garanto pra você é que opções e formas de aprender trabalhar pela internet como afiliado, não faltam.

Quanto um afiliado pode ganhar 

Têm afiliados que fazem só uma “divulgaçãozinha ou outra”, umas três vendas e ganham 500 reais apenas. A média de quem se dedica e está começando gira em torno dos 2 mil a 5 mil. 

Mas existem os que estão no ramo á um tempinho, ou mesmo, estudaram bem e fazem estratégias muito acertadas, que chegam a ganhar de 15 mil / 20 mil reais.

É, sem dúvidas, uma das melhores opções para quem deseja trabalhar pela internet no conforto de casa.

Freelance 

Trabalhar pela Internet como Freelancer

Quem nunca pensou em trabalhar de casa por conta própria?

Liberdade para trabalhar de onde quiser, melhor gestão do próprio tempo, menos despesas, possibilidade exponencial de aumento conhecimentos e de ganhos e, ainda, evolução na disciplina pessoal, são só alguns dos benefícios de trabalhar como freela

Porém junto com o conforto, há responsabilidades. Se não houver planejamento, vários problemas podem surgir como instabilidade financeira (em períodos de menos trabalhos), falta de engajamento ou dificuldade para se divulgar. 

O que um freelancer faz

Simplificando, um freelancer é um vendedor da sua própria habilidade. Ele comercializa o que sabe fazer com quem precisa daquele serviço. 

Então para você se trabalhar com isso, precisa, primeiramente, saber o que você vai vender. Escolher uma habilidade e se aperfeiçoar nela.

As opções para trabalhar pela internet são muitas. Só no mercado digital, tem freelance em tradução, redação, edição de vídeos, de fotos, revisão, consultorias diversas e muito mais, a lista é quase infinita. 

Como se preparar ou estudar para se tornar freelancer 

Então para ser freelancer é necessário estudar ou se habilitar no trabalho que você for oferecer. Cursos, palestras, vídeos worwaskshops e encontros de freelancer, tudo isso pode dar dicas ótimas de como se destacar como freelancer, seja qual for o nicho escolhido. 

Outro ponto imprescindível é construir um bom perfil nos sites de divulgação de freelas. Um título direto, um texto bem elaborado e sucinto, um bom portfólio e organização no perfil fazem toda a diferença. 

Quando ganha um freelancer 

Esse valor varia muito conforme a área escolhida para realizar o trabalho e são muitas, alguns exemplo você vai ver neste mesmo artigo, por isso não dá para falar um valor exato.

Mas se quiser calcular seu rendimento mensal, faça a seguinte fórmula: defina quando vai cobrar pelo trabalho e divida pelos dias necessários para fazê-lo e depois multiplique esse valor por quantos dias pretende trabalhar por mês.

O valor pode variar, mas uma regra é clara: conforme o freelancer vai se aperfeiçoando tanto em técnicas, eficiência e até rapidez, mais ele começa a ganhar e mais tempo para produzir. 

Editor de vídeos

Trabalhar pela Internet como Editor de Vídeos

De alguns anos para cá houve um crescimento exponencial do consumo do formato de vídeos online. 

Um grande responsável por esse buum é o youtube. Todos os dias milhares de vídeos são postados e milhões de visualizações são feitas. 

Não é atoa que o Youtube é a segunda plataforma de busca mais usada, só perde para o Google. 

No entanto nessa guerra de infinitos conteúdos segue alguns critérios, como a qualidade do vídeo, foram se tornando cada vez mais importantes para se destacar no Youtube..

A busca de pessoal qualificado para edição se tornou essencial. Isso faz essa área estar em alta e ser uma escolha inteligente para quem quer trabalhar freelance.

O que um editor de vídeos faz

Edição de vídeos é algo muito amplo. Resumidamente, o profissional dessa área, seleciona imagens, recorta trechos e monta cenas, construindo uma narrativa sólida, harmoniosa e coesa. 

Ou seja, recebe o material bruto, com imagens, fotos, vídeos, artes e áudios, e transforma em uma sequência lógica e com significado, que é o produto audiovisual finalizado. 

Um olhar artístico e afinidade com as tecnologias disponíveis também é um diferencial, pois muitas vezes ele também fica responsável por outros aspectos da pós-produção, como montagem de trilhas sonoras, tratamento de imagem, de cor e animações gráficas.  

Como se preparar ou o que estudar para se tornar um editor de vídeos

Óbvio que existem alguns cursos universitários que no currículo tem matérias de edição de vídeos, som, imagens, como por exemplo bacharelado em Comunicação Social ou Produção Audiovisual. No entanto a maioria deles não se aprofunda. 

Caso o seu objetivo seja realmente se tornar um profissional qualificado em edição de vídeos, o ideal é buscar um curso específico.

Existem muitos cursos excelentes e muito completos no mercado. Alguns em instituições físicas e muitos outros oferecidos por instituições online super-renomadas. 

Entre os online você pode encontrar valores bem em conta. 

No entanto, mesmo sendo um investimento baixo, você não tiver como pagar um curso inicialmente, existem cursos e vídeos gratuitos na internet. 

Eles, geralmente são mais enxutos e básicos, mas podem te dar o pontapé inicial para começar a trabalhar pela internet. 

É necessário ficar ligado nas tendências. A dica é buscar se especializar em programas de edição como Adobe Premiere, Sony Vegas, Final Cut (Mac) e After Effects, ver muitas produções inovadoras para se inspirar e praticar bastante.

Quanto ganha um editor de vídeos 

Um produtor de vídeo freelancer ganha em média de 2.500 a 3.500. Mas o salário pode subir muito conforme a experiência e o aperfeiçoamento em tendências como “Motion graphics”, ultrapassando, fácil, os 5 mil.

Outra opção bastante vantajosa financeiramente é produzir o próprio conteúdo que vai editar e criar o próprio canal. Aí poderá obter lucros através de outras coisas como propagandas, marketing e avaliações. Mas vamos falar mais sobre isso no tópico “youtuber“. 

Editor de Imagens

O editor de imagens é o profissional responsável por editar, alterar e trabalhar imagens por vídeo, fotografia, computação gráfica e 3D.

Também seguindo o crescimento exponencial de pessoas na internet, a demanda por trabalhos de edição de imagens cresce junto. Seja para criar um logotipo, quanto criar imagens para blog posts. Há uma demanda enorme por serviços desse profissional.

E por mais que esse trabalho seja técnico e tenha seus requisitos, não se assuste, pois é totalmente possível aprender a trabalhar pela internet como Editor de Imagens.

Como se Preparar ou o que estudar para ser um Editor de Imagens

Para ser um editor de imagens é recomendado que você faça cursos específicos da área, aprenda a utilizar as melhores ferramentas do mercado e se especialize nesse modelo de trabalho.

Assim como várias profissões citadas aqui, há cursos tanto online quanto presenciais que são ótimas formas de ingressar no mercado de edição de imagens ou também através de conteúdos gratuitos no Youtube e tutoriais em Blogs.

Quanto um Editor de Imagens pode faturar?

Esse profissional geralmente cobra por projeto ou por pacote de imagens e os valores giram de R$ 50,00 à 250,00.

Para produções mais elaboradas esses valores são muito maiores.

Loja Virtual 

Trabalhar pela internet com uma Loja Virtual

Uma loja virtual nada mais é do que uma página digital que gerencia pedidos, ofertas e vendas através de um software. Os clientes acessam, fazem sua compra e recebem o produto em casa. 

As vantagens de ter uma loja virtual ao invés de uma física é que não é necessário  pagar aluguel pelo ponto de venda e nem investir em uma grande infraestrutura.

Além disso, ela oferece uma gama de clientes muito maior, eliminando as limitações geográficas, e ainda a oportunidade de ter vendas entrando, automaticamente, 24 horas por dia. 

Como ter sua própria loja virtual 

Primeiro, escolha um produto para comercializar (ele pode ser feito por você ou comprado em algum fabricante ou atacado) e desenvolva uma logística de estoque. 

Defina um nome para a loja virtual coerente com o segmento, análise a concorrência e selecione uma plataforma – levando em conta o custo benefício, funcionalidades oferecidas e suporte. 

Plataforma criada, você pode começar a customizar, criar uma identidade visual e ajustar detalhes de funcionamento, como opções de pagamento e entregas.

Para finalizar, a definição de um plano de marketing é essencial. Um exemplo é a compra de anúncios e ações nas redes sociais. Feito isso, é hora de fazer o lançamento!

Como se preparar ou o que estudar para ter uma loja virtual

Como já citado, é necessário estudar o mercado, os produtos, o público e o nicho que você vai se inserir. 

Para criar uma plataforma você não precisa necessariamente estudar, você pode contratar um freelancer para fazer para você. 

Mas se decidir criar por conta própria, vai precisar estudar WordPress (existem muitos cursos disponíveis)  e contratar uma consultoria. 

Outra coisa que você vai precisar é estudar um pouco, antes de criar uma loja virtual, é marketing digital. Sem uma noção de marketing dificilmente vai conseguir o sucesso que deseja. 

Quanto se pode faturar com uma loja virtual

Para calcular a margem de lucro líquido você deve tomar as vendas totais em um determinado período de tempo, subtrair as despesas totais (operacionais e de marketing) e dividir esse número pela receita total. 

Muitas lojas virtuais podem ser abandonadas às moscas, ter lucros ínfimos de mil reais e outras faturarem milhões. Como é o caso do “Bebê Boutique” que faturou 5,5 milhões, vendendo roupas infantis de grife.

Estude seu mercado, entenda sua concorrência, saiba como investir, faça um planejamento estratégico para conseguir ter sucesso com a sua loja e de fato trabalhar pela internet.

Dropshipping

Trabalhar pela Internet com Dropshipping

Você já imaginou poder criar uma loja virtual sem a necessidade investir em produtos ou de ter um estoque? Você pode! Esse é o caso do Dropshipping, uma modalidade inovadora de e-commerce que está tomando espaço no mercado.

O Dropshipping é uma técnica na qual a loja online serve como uma vitrine para os produtos. Onde você, dono do e-commerce, oferta e comercializa os produtos que estão no estoque do fornecedor.

Funciona assim: 

  • O cliente faz o pedido (a compra) no seu site.
  • O site envia esse pedido automaticamente para o fornecedor parceiro
  • O fornecedor envia o produto em nome do e-commerce para o endereço do comprador

Tudo isso é automatizado. 

Como fazer Dropshipping 

Para começar você vai precisar criar um local seguro para concretização da venda.  Se você tem recursos para investir poderá contratar um programador, o que deixará sua plataforma mais completa.

Mas caso tenha poucos recursos, existem ferramentas muito eficazes como o UOL Host ou o Shopify, que possibilitam a criação de um comércio eletrônico gastando bem pouco dinheiro. O Shopify, por exemplo, custa 29 dólares. 

O trabalho consiste em montar e manter essa estrutura, escolher os produtos que mais vão ser atraentes, criar tráfego para a loja através de estratégias de atração do Marketing Digital e fazer a conexão entre o fornecedor e o cliente, gerando o pedido.

Como se preparar ou o estudar para empreender em Dropshipping 

Além de estudar todas as coisas necessárias para ter um e-commerce de sucesso, que é: o mercado, o nicho, os produtos adequados (nesse caso adequados às vezes para suportar longos trajetos de entrega), ainda tem que encontrar bons fornecedores. 

Também a plataforma é um pouco diferente, ou seja, são adicionadas algumas funcionalidades e programações diferentes que você precisa entender.

Para realizar tal tarefa de criar a página de e-commerce você pode tanto contratar um programador para criar do zero, quanto usar ferramentas que ajudam a criar.

Além de estudar conceitos de Inbound, AdWords, métricas, Analytics e muito mais, que são indispensáveis para te dar conhecimentos de sobre formas de divulgar, criar leads, manter contatos, alavancar suas vendas e otimizar.

Existe muito conteúdo online e alguns cursos no mercado que ensinam passo a passo de como criar um negócio online de sucesso. Se quiser se aprofundar, só investir neles. 

Quanto um Dropshipper pode ganhar 

Uma pessoa que investe na área pode tanto não ganhar nada, se fizer amadoramente, e sem conhecimentos básicos para montar um negócio como esse, como ganhar alguns milhares se estudar, se empenhar e montar um negócio sólido com objetivo de trabalhar pela internet.

A média do faturamento de e-commerce do tipo com algum sucesso é de cerca de 20 mil. No entanto os iniciantes podem começar rendendo de 2 a 5 mil.

MarketPlace

Trabalhar pela Internet com MarketPlace

Você já deve ter feito alguma compra no Mercado Livre, na Amazon, Americanas ou Submarino, não é mesmo?

As opções de produtos oferecidos são muitas e você deve saber que não é a mesma pessoa ou empresa que oferece todos aqueles produtos. 

Esses sites são apenas plataformas, mediada por uma empresa, onde vendedores individuais vendem seus produtos digitalmente, sem precisar criar uma loja virtual própria. 

O cliente encontra, através de um único lugar, diversas marcas, como fosse um shopping virtual. 

Por isso, colocar produtos para vender lá, se torna uma ótima opção para trabalhar pela internet, fazendo a gestão e elaborando estratégias para vender cada vez mais.

Como Vender com Marketplace

Na verdade, vender no Marketplace é muito simples. É uma ótima opção para você comercializar produtos físicos pela internet sem ter uma loja virtual. 

Óbvio que lojas virtuais também podem vender em marketplaces, apenas não é obrigatório.

Para colocar em prática é muito simples:

  • Defina o segmento a ser explorado, 
  • escolha a plataforma mais adequada; 
  • faça um cadastro;
  • tenha um estoque;
  • cadastre, fotografe e descreva os produtos;
  • venda;
  • e cuide do atendimento, logística e entrega 

Como se preparar ou o que estudar para vender em marketplaces

Para vender em Marketplace não é necessário muito estudo ou preparação. Apenas pesquisar e escolher bem o seu nicho, os produtos próprios para ele e usar de técnicas boas para descrição do produto, fotos e atendimento. 

Quanto um vendedor de Marketplaces pode faturar

Isso vai depender do tipo de produto, quantidade de produtos vendidos, reputação no site. Existem vendedores faturando de 1 a 100 mil. 

No entanto uma dica é apostar em outros Marketplaces além do mercado livre, como: Walmart, B2W, Cnova, americanas. Isso pode dobrar seu faturamento. 

Redator

Trabalhar pela Internet como Redator

Com o crescimento da popularidade do marketing de conteúdo ou marketing online, essa modalidade de trabalho tem cada vez mais demanda e oportunidades incríveis.

Se você está em busca de trabalhar na internet ou conhece um pouco sobre o mercado digital, já deve ter ouvido falar sobre a profissão de Redator Web. 

Quase todo artigo que você lê ou encontra por aí, quando faz uma pesquisa nos sites de busca, é fruto do trabalho desse profissional.

Para isso, é necessário ter criatividade, gosto pela escrita e bons conhecimentos em redação persuasiva para ser um Redator Web.

Existem os que produzem para suas próprias plataformas, os que vendem um material já pronto e os que produzem sob demanda para outras empresas ou marcas. 

Horários flexíveis, autonomia e possibilidade de trabalhar pela internet são as principais vantagens que atraem pessoas para esse mercado, seja para complementar a renda com um dinheiro extra ou fazendo disso seu modo de vida.

Com um bom planejamento e organização, ser um redator online pode render um bom dinheiro. 

O que um Redator Web faz

Também conhecido como Ghost Writer ou produtor copywriter, o redator freelancer elabora textos, com pautas definidas em uma linguagem adequada para o público alvo

Também pode estar entre suas funções pesquisa de palavras-chave, referências, pesquisa de imagens e revisão copidesque (que inclui revisão textual simples gramatical, otimização para uma melhor experiência de leitura e adequação para os motores de busca). 

Cada serviço a mais, pode ter acrescido um valor extra. 

O redator recebe por texto produzido e finalizado. Ele não precisa aceitar todas as pautas, quanto mais conhecimento sobre a área abordada, mais fácil e rápido de ser produzido e melhor será o texto. 

Outras vantagens de ser Redator freelancer, além da oportunidade de aprender e ensinar, é a flexibilidade de horários, flexibilidade na escolha de clientes e de trabalhos. 

Além disso tem a oportunidade de trabalhar com o que gosta, falar sobre seus hobbies, escrever de qualquer lugar, inclusive viajando e , ainda, melhorar a própria renda se for disciplinado.

A desvantagem é a mesma de qualquer outro freelancer, sua renda é variável e vai depender exclusivamente de quantos trabalhos fizer e da sua organização. 

Criação de perfis em sites de freelas e a criação de um portfólio contribuem para ter sucesso como redator web. 

Como se preparar ou o que estudar para ser um Redator Web

Para se tornar um redator, de qualquer tipo, é necessário ter uma relação muito boa com o português. Ou seja, dominar técnicas de gramática, coerência e coesão, além de boas leituras e criatividade. 

No entanto para redigir para web é essencial acrescentar mais algumas habilidades, como a de escrita persuasiva, escaneabilidade, entre outras. 

Então se quer começar a investir nessa carreira, vai precisar estudar conceitos como copywriting. SEO. storytelling e divulgação de portfólio. 

No mercado existem alguns cursos sobre o assunto, alguns gratuitos e outros pagos. 

Se você gosta de escrever e quer mergulhar nesses conhecimentos. Já tem o que é necessário para começar. 

O aperfeiçoamento vem com a prática e conforme for se aprofundando. 

Quanto um redator web pode faturar 

Como citado acima, a renda de um Redator Web é muito variável. Geralmente ele recebe por projeto ou por palavra escrita. 

Ou mesmo pode produzir conteúdo para projetos próprios e monetizar com isso. Porém sobre essa modalidade eu vou falar no tópico da opção de trabalhar na web com Blogs.

O valor pago por um artigo simples de 3.000 palavras gira em torno de 120 a 200 reais. Tudo vai depender de quantos artigos produzir por mês. 

Fora isso, serviços extras como: pacotes de mais de um texto, revisão copy, escolha de imagens, entrevistas com fontes, pesquisa de palavras chave, redações de e-mail marketing e chamadas para rede social, são acrescidos no valor. 

Chegando a quase 800 reais para o mesmo job.

Dessa forma, trabalhando exclusivamente como freelancer, o profissional dessa área ganha em média entre 2.000 e 5.000. 

Para começar a faturar é importante o Redator se cadastrar em sites que conectam a empresa em busca de mão de obra ao profissional qualificado.

Conheça alguns sites para se cadastrar:

Workana

99freelas

UpWork

Freelancers.com

Em todos eles você pode cadastrar um perfil e criar um portfólio. Neles, você se candidata ao job ofertado e, se selecionado, faz o trabalho e recebe

Blogs

Trabalhar pela Internet através de Blog

Se você é meu aluno, sabe que é possível ganhar dinheiro com blog, mas não apenas viver disso, como montar um negócio online, rentável e seguro, sem necessidade de um investimento alto ou burocracia para iniciar o seu negócio. 

As novas tecnologias estão abrindo espaço para criadores de conteúdo, então ganhar dinheiro com youtube, redes sociais ou blogs é uma realidade. 

Esse mercado em expansão abre espaço para que você possa tornar suas paixões e hobbies em empreendimento. Há muitos exemplos de pessoas amantes de esportes, culinária ou moda que criaram blogs sucesso sobre esses assuntos. 

Só que no momento que você decide tornar o seu assunto predileto em trabalho, você precisa rentabilizar. Então nem tudo é uma maravilha, os resultados não são imediatos e exige muito trabalho. 

No entanto, só exige a estratégia certa, regularidade, paciência e expertise para render bons frutos. Nada mais do que isso!

O que um blogueiro faz 

Um blogueiro basicamente, administra e elabora  conteúdo para blogs e sites de um determinado nicho

Esse site tem o objetivo de ser uma referência no assunto que se propõe a falar, de administrar a relação com clientes ou de divulgar a empresa, sua imagem e promoções. 

Hoje, mesmo para quem desenvolve outra atividade ou empreendimento é interessante ter um site com conteúdos sobre o assunto ou o universo dele.

Isso cria relações, fixa a marca, cria público, monta base de contatos, tudo através da entrega de conteúdos de valor. 

Resumidamente, quem deseja trabalhar pela internet e criar um blog, precisa definir um nicho, criar um bom visual, ter ótimos conteúdos, fazer parcerias com outros blogs e engajar nas redes sociais, investir em técnicas de SEO, analisar os resultados e otimizar. 

O que estudar para trabalhar com Blogs 

Criar um blog todo mundo consegue, inclusive em plataformas já pré-montadas e sem domínio particular. No entanto, se o objetivo é ganhar dinheiro com blog é imprescindível estudar Marketing Digital. 

Não precisa ser em uma instituição formal ou em cursos caros. Existem conteúdos aqui no blog, na internet como um todo, livros e até cursos online com preços bastante interessantes. 

O ponto chave é adquirir conhecimento de alguns conceitos imprescindíveis para o seu negócio. Abaixo vou citar alguns assuntos que você vai precisar saber para criar um blog de sucesso. São eles: 

E mesmo que você possa contratar um profissional para várias dessas áreas, como por exemplo para criar seu site do zero e registrar, entre outras funções, é importante que você tenha noção básica de cada um, para saber o que quer ou gerenciar. 

Quanto um Blog pode render 

Quanto o blog vai render vai depender da eficácia das ações que você coloca em prática, assim como quais estratégias vai usar para ganhar dinheiro. 

Existem muitas formas de ganhar dinheiro com um blog

Essas formas vão desde a venda  de consultorias sobre o assunto que você desenvolve no seu blog, publicidade de produtos físicos, venda de produtos digitais ou cursos online, divulgação de link de afiliados até propaganda paga. 

Quanto mais tráfego você tiver e mais eficiente for suas escolhas de estratégias, mais dinheiro. 

O cálculo não é tão simples, apenas “um trocado aqui e outro ali” se não tiver tráfego, mas não existe limite de faturamento caso tiver e for bem utilizado. 

Canal no YouTube

Trabalhar na pela internet com canal no Youtube

Assim como no caso dos blogs, o YouTube também abriu espaço para as pessoas falarem sobre os mais diversos assuntos.

Elas podem publicar conteúdos sobre o que gostam, o que sabem, conteúdos informativos, ou mesmo, divulgar habilidades peculiares para entreter, e ainda monetizar com isso. 

Você já assistiu a um vídeo no Youtube hoje? Com que frequência você assiste vídeos no YouTube? De acordo com os últimos dados do relatório da WeAreSocial, 95% dos brasileiros assistem vídeos na plataforma, o que equivale a 133 milhões de pessoas. 

Que o YouTube revolucionou o mercado audiovisual irreversivelmente, ninguém pode negar. Os assuntos e nichos são muito diversos e a força do audiovisual um imperativo. 

Não é atoa que muitos profissionais de marketing digital dizem que é a plataforma mais promissora para propaganda, afiliação e venda de produtos, ou seja, para marcar presença digital e monetizar e ter excelentes resultados.

Além disso, dependendo da estratégia que você adote, você não precisa ser apenas youtuber.

Inclusive eu recomendo que você desenvolva o seu negócio na internet sob vários pilares. 

Na prática, você pode começar usando o Youtube e com o passar do tempo produzir conteúdo também para um Blog, onde você vai desenvolver o e-mail marketing, através da  captura de e-mail, aprender a utilizar o mesmo conteúdo porém adaptado de forma estratégica para cada rede social. Isso permitirá que você para venda um produto ou serviço e desenvolver a sua marca.

Se você é meu aluno do Fórmula Negócio Online, sabe que tudo isso é ensinado passo a passo, em detalhes e de forma prática e estruturada. 

O que um Youtuber faz 

Um Youtuber nada mais é do que um criador de conteúdo em vídeo, ou seja, qualquer pessoa que produz vídeo com frequência para a plataforma pode ser considerada um youtuber. 

Um YouTube pode ser um influenciador digital, mas não é necessário ser um para ser um profissional da plataforma. Existem diversas outras formas de exercer a função. 

Costuma ser tarefa do youtuber pesquisa de pauta, roteiro, filmagem, edição de vídeos, estratégias de SEO, Marketing, parcerias publicitárias e parcerias com outros profissionais.

No entanto o tamanho da produção e da equipe varia muito de acordo com objetivo, do assunto tratado e da logística necessária. Existem equipes com profissionais para cada área ou só de uma ou duas, pessoas.

Um canal que faz Review de produtos ou aulas simples, pode ser feito em um cômodo, apenas com uma câmera e o produto ou o quadro. 

O sucesso do canal não depende desse fator, cada nicho tem seu público, só basta você descobrir qual é e aplicar a estratégia certa para atingir ele. 

Se você curte gravar vídeos, falar em frente às  câmeras e editar, já sai em vantagem. 

Como se preparar ou o que estudar para se tornar um youtuber

Hoje em dia para se destacar nesse meio é primeiro necessário  entender ele. Então estudar um pouco sobre o youtube, como ele funciona e as opções para ganhar dinheiro na internet com ele é um pré-requisito, pois são muitas. 

Como na profissão de blogger, noções de marketing digital são essenciais. E caso você  for editar os seus próprios vídeos vai ser necessário aprender conceitos, ferramentas e estratégias inovadoras de edição.   

Para sua sorte existem conteúdos na internet, livros e até cursos online com preços bastante interessantes para quem quer se aventurar e empreender seriamente na profissão de youtuber. 

Quanto se pode faturar no youtube 

Quando as pessoas pensam em youtuber logo vem à cabeça ídolos e personalidades, no entanto você não precisa ser a Geovanna Webank ou se tornar um Whinderson Nunes para faturar com o youtube. 

Na verdade a maior parte das pessoas que ganham dinheiro com youtube não são influenciadores digitais. É claro que você pode seguir por esse caminho, mas precisa saber que não é a única opção. 

São  inúmeras formas de monetizar: Programas de parcerias (AdSense), anúncios nativos, publi editoriais, link de afiliados, vídeo aulas e muito mais. Por isso é tão difícil calcular um valor. 

Por exemplo nos anúncios do AdSense se ganha um determinado valor para cada mil visualizações. No Brasil é cerca de US$ 1,65 e nos EUA US$ 4,50. 

Por isso, para você trabalhar pela internet e ter sucesso como Youtuber, é fundamental que desenvolva conteúdo multiplataforma e atraia cada vez mais pessoas para os seus vídeos.

Influenciador Digital

Trabalhar pela Internet como Influenciador Digital

Quantas vezes você viu o storie de uma pessoa comendo em um restaurante e ficou com vontade de experimentar ou a viu usando um produto que funcionou e foi pesquisar sobre? 

Todo mundo é um influenciador em potencial. Não é necessário ser famoso para ser um influencer, apenas ser alguém que está criando conteúdo de valor para influenciar. 

Especialistas em redes acreditam que essa é uma das grandes profissões do futuro, pois no mundo digital estamos expondo nossa vida a todo o momento, nossos hábitos, comportamentos, valores. 

Existe desde influenciadores digitais pró meio ambiente à influencer de moda e beleza. Para ser um influenciador digital profissional só depende de como você utiliza isso para ter o impacto desejado.

O que um influenciador digital faz 

Um influenciador digital é uma pessoa que usa sua influência e trabalha pela internet para divulgar uma causa, um produto ou um serviço. 

Ele pode ser de qualquer nicho ou falar sobre qualquer assunto. Existem influenciadores cozinheiros, viajantes, de mundo fitness, nutrição, moda, beleza, amantes de motos ou pró-causas humanitárias. 

O influenciador, quando bem sucedido, se torna uma marca, a ponto de outras empresas desejarem associar seus produtos ou serviços àquela figura. 

Como se preparar ou o que estudar para se tornar um influenciador digital

A Principal preparação necessária para se tornar um influenciador digital são as mesmas de se você for um youtuber, um blogger ou for se dedicar a fazer marketing de qualquer outro tipo nas redes sociais.

É bom lembrar que todo influenciador é um youtuber, um Blogueiro ou um social media, por mais que nem todo profissional dessas áreas sejam influenciadores digitais.

O influenciador deve escolher um nicho e focar em um grupo específico desse nicho (ex: fitness -> hipertrofia), pesquisar sobre o que eles gostam ou querem e produzir conteúdos de valor.

Após criar um público engajado, usar sua influência para criar parcerias, indicar produtos testados e aprovados por ele mesmo e vender. (Nunca indicar produtos que não acha bom ou não usaria, sua credibilidade é a sua moeda).

Quanto um influenciador digital pode ganhar

Como em outras modalidades o faturamento pode variar muito. Entre as plataformas a que mais pode gerar rendimentos é o YouTube.

A estimativa é que canais pequenos costumam receber uma média de 1 mil a 5 mil reais. Já um grande influencer pode faturar entre 50 mil e 150 mil por campanha.

Assistente Virtual

Trabalhar pela Internet como Assistente Virtual

Você sabia que dá para prestar assistência em diversos campos de forma absolutamente remota e com toda liberdade de um home office?

Mas, óbvio, que assim como qualquer trabalho freela, exige muita disciplina e organização, ainda mais quando se vai prestar um serviço de assistência.

Essa modalidade de trabalho já existe nos Estados Unidos faz muitos anos , mas só agora está se popularizando no Brasil. 

O que um Assistente Virtual faz

Um Secretário ou Assistente remoto é um profissional que presta um trabalho de assistência técnica, social ou criativa para clientes de forma virtual. 

Podendo ser, esses serviços, no ramo administrativo, financeiros, comercial, de relacionamento, assistência pessoal ou serviços.  

No ramo administrativo e financeiro ele pode trabalhar alimentando sistemas, e-commerces ou planilhas, fazer controle financeiro, de fluxo de caixa, pesquisas em geral e muito mais.

No comercial e de relacionamento ele pode exercer funções com prospecção, criação de líderes e pós-venda, além de gestão de clientes, análise de documentação e etc.   

Como assistente pessoal, costuma-se realizar agendamentos, lembretes de compromissos e datas especiais, diversas outras funções de Personal Assistent. 

Ele também pode ser contratado para funções como: realização de pagamentos bancários, serviços de cartório e etc.

Como se preparar ou o que estudar para ser um Assistente virtual 

Primeiramente, você precisa ter conhecimento ou ser formado na área que você vai oferecer seus serviços. 

É uma ótima forma de usar a sua formação ou habilidade para exercer um trabalho remoto, exercer sua profissão sem sair de casa. 

Mas para trabalhar pela internet, será importante entender como definir os serviços a serem prestados, o valor a ser cobrado, técnicas de comunicação com seus clientes e divulgação.

Para isso, existem materiais disponíveis na internet e cursos rápidos que podem ser adquiridos facilmente.

Quanto um assistente virtual pode ganhar

Esse tipo de profissional costuma faturar de 1.500 a 5 mil reais. Isso vai depender muito do serviço oferecido e para que tipo de empresa ou personalidade ele esteja trabalhando. 

As oportunidades de serviço podem ser encontradas em plataformas de trabalho freelancer ou através da construção de um marketing particular. 

Consultoria de Marketing Digital

Trabalhar pela Internet como Consultor em Marketing Digital

Que o mercado de Marketing digital está em alta e em plena expansão ninguém pode negar. E atenção, isso vai aumentar exponencialmente nos próximos anos.

Se você leu sobre as outras profissões neste artigo, pode perceber que a grande maioria das profissões na internet precisa de uma estratégia  de Marketing Digital para dar certo. 

Apesar disso, nem todos os profissionais têm uma noção sobre como o Marketing Digital funciona e como aplicar ele no seu negócio. 

Além disso, no ramo das empresas físicas, muitos profissionais tem uma empresa para tocar e não tem tempo ou conhecimento para ensinar à equipe a aplicação das técnicas.

Existem também as empresas que estão no mercado faz muito tempo, não atualizaram ainda seu modelo de marketing e, de um tempo para cá, tem percebido que estão ficando para trás. 

Em qualquer um desses casos, a Consultoria de Marketing Digital é essencial e tem sido cada vez mais solicitada.  E isso abre um espaço enorme para quem deseja trabalhar pela internet.

O que um consultor de marketing digital faz 

Um consultor em marketing digital realiza um trabalho junto a quem o contratou, que envolve identificar o mercado alvo, criar uma identidade de marca e estruturar uma estratégia com uma campanha de marketing para internet.

Tudo isso através das tecnologias e ferramentas digitais, com o objetivo de atrair novos negócios. 

A consultoria pode ser prestada tanto para uma empresa, ao lado da equipe, oferecendo todo o suporte e conhecimento necessário, quanto para uma pessoa ou personalidade que quer desenvolver uma estratégia de marketing no seu negócio. 

Esse profissional, basicamente, ajuda o empreendimento a adotar um modelo de marketing  adaptado a um novo comportamento do usuário, onde a internet influencia em quase todos os fatores da vida, incluindo as decisões de compra. 

Como se preparar ou o que estudar para dar consultoria em marketing digital 

Para ser um consultor de Marketing Digital o profissional tanto pode recorrer ao ensino superior, como fazer cursos de especialização na área, presenciais ou à distância (online). 

Os cursos superiores na área não costumam ser especializados no Marketing Digital, são focados na teoria e prática do Marketing de forma mais geral.  Incluindo, história do marketing, criação de slogans e peças publicitárias e muito mais. 

No entanto as universidades oferecem cursos de extensão no tema. 

Além disso, existe a opção de cursos online através de instituições de ensino a distância muito renomadas ou de cursos online lançados e vendidos por profissionais de sucesso do ramo de marketing digital e consultoria. 

Geralmente os cursos online são os que oferecem o preço mais barato. Cabe você fazer a escolha de qual combina mais com seu objetivo. 

Independente da modalidade as principais estratégias ensinadas são SEO. Inbound Marketing. Marketing orgânico e pago. 

Quando pode faturar um consultor em marketing digital 

Consultores de Marketing Digital iniciantes geralmente começam ganhando em torno de 3 mil, mas podem vir a ganhar 8 mil como consultores individuais ou faturar mais de 20 mil montando uma empresa de consultoria de Marketing Digital. 

Aulas Online

Trabalhar pela internet dando aulas online

O mercado está em mutação e trabalhar de casa hoje em dia é uma realidade. Muitas profissões estão surgindo dessas mudanças, o programador, o youtuber, o blogueiro, o influenciador. 

No entanto, não só novas modalidades de trabalho que estão surgindo, mas as antigas estão se adaptando.

Esse é o caso do assistente, do vendedor ou dono de loja, agora, online e também do professor, que hoje graças às tecnologias pode oferecer aulas à distância.

O que um professor virtual faz

Ele oferece um serviço de aulas particulares sob demanda, com cronograma definido ou adaptável às necessidades do aluno, sobre os mais diversos temas. 

Ele pode ser professor de uma matéria tradicional ou ter um conteúdo para dividir. 

Todas as disciplinas podem ser ensinadas online. Como por exemplo: Música, Idiomas, artes, reforço escolar e preparatório para concursos. 

Como se preparar ou o que estudar para ser um professor virtual

Além de ser um especialista ou estudar a área que vai dar aula, o restante é simples. É necessário apenas escolher um formato de aula, a plataforma, ter uma boa conexão de internet e organização. 

Após isso, oferecer o serviço particular em sites de  freelancers, ou mesmo, disponibilizar as aulas em um blog ou em um canal sobre o assunto e divulgar fazendo uso de técnicas de marketing digital é o caminho certeiro para trabalhar pela internet como professor virtual..

Quanto um professor virtual pode faturar

Dando aulas particulares online pode se faturar de 2.500 a 5.000 com as matérias tradicionais. É até 10.000 por aulas com conteúdos muitos especiais e para públicos seletos.

Lançar Cursos Online

Trabalhar pela internet lançando um curso online

Quando você precisa estudar ou aprender algo rápido (receita, manual, tutorial) em que lugar você busca esse conteúdo? 

Se você, boa parte das vezes, vê um vídeo online, faz parte dos 85 milhões de brasileiros que têm  esse hábito. 

Com o aumento da relação do consumo de conteúdo online em vídeo, aumentou também o número de pessoas que estudam através desse formato.

Segundo dados do IPEA, em 2019, cerca de 22% de usuários de nível superior fizeram cursos à distância e mais de 7,5 milhões de pessoas, de qualquer nível,  fizeram aulas online periódicas . 

Os hábitos do usuário brasileiro já demonstram o quanto esse é um mercado próprio para se investir. Por isso, cursos online podem ser uma forma de você conseguir estabilidade financeira dividindo o seu conhecimento.

O que um produtor de aula online faz 

Um produtor de cursos online é alguém que produz vídeo-aulas, e-books, webcasts ou whitepaper que agregam valor ao usuário.

Seja ele um professor com um conteúdo didático pronto ou alguém que tem uma habilidade que pessoas têm interesse em aprender. Com todas elas é possível trabalhar pela internet e ser um produtor digital.

Para produzir um curso, ele: define o conteúdo que será ensinado, identifica o perfil dos alunos, estrutura as aulas, escolhe o formato, grava e disponibiliza em uma das plataformas de Learning Management System ou em uma própria.

Como se preparar ou o que estudar para das aulas online

De forma resumida, você precisa primeiro definir o conteúdo que vai ser ensinado, o público e necessidade dele.

Você pode, por exemplo, ser um químico que dá aula de como fazer produtos de limpeza biodegradáveis. Se essa for uma demanda do seu público é sucesso.

No meu caso, ensino pessoas a ganhar dinheiro através da internet e criarem um negócio online. 

Seja qual for o conteúdo, é necessário aprender como estruturar uma aula de forma dinâmica e visualmente interessante. Assim como gravar e editar da forma mais profissional possível (ou contratar alguém para isso) e hospedar suas aulas em sites.

É, por fim, técnicas de Marketing para vender seu curso. Sistema de afiliados, blogs,  canais, redes sociais, anúncios, são ações que funcionam muito bem. 

Quanto se pode faturar com aulas online 

Com cursos online a média de faturamento com as vendas giram entre 3.000 e 10.000 por mês. No entanto, existem produtores que chegam a faturar milhões por ano. 

Social Media

Trabalhar pela Internet como Social Media

De acordo com a pesquisa “Global Digital 2019”, cerca de  140 milhões de brasileiros estão nas redes sociais e passam 3,5 horas conectados por dia.

A Rede social tomou uma importância gigante na vida da maior parte da população. Através dela as pessoas se conectam umas com as outras, com as empresas, com as notícias e com seus interesses.  

Por esse motivo, ela se tornou uma ferramenta muito importante na estratégia de Marketing de pessoas ou empresas que precisam se promover e manter a relação com seu público ou clientes.

O que um Social Media faz

Peça fundamental para qualquer estratégia de Marketing digital, o Social Media é o profissional responsável pela comunicação e relacionamento entre uma empresa ou marca pessoal e o público. 

Ele monta a estratégia de postagens, faz as publicações nas redes sociais, mede os resultados e otimiza. Além de ser responsável também por responder as mensagens, comentários, entre outras coisas. 

Como se preparar ou o que estudar para ser um Social Media 

Muitos profissionais da área são formados em Publicidade, Marketing, Relações Públicas ou Jornalismo, mas não é um pré-requisito. 

Para desempenhar essa função é necessário ter habilidades com as ferramentas das redes, talento para comunicação (oral e escrita) e criatividade.  Hoje em dia já existem vários cursos, principalmente online, focados em redes sociais. 

Quanto um Social Media pode faturar 

Um profissional freelancer  pode ganhar em torno de 500 reais á 1000 reais por cliente e ter uma gama de alguns clientes. E por consultoria ganha cerca de 20 a 30 reais por hora.

Web Designer 

Trabalhar pela internet como Web Designer

O Web Designer nasceu do designer gráfico e nada mais é do que um designer que faz web. Ele cuida da parte visual, a estética do mundo virtual.

Com a popularização da internet, várias demandas e necessidades surgiram. Um mundo de youtubers, blogueiros, donos de site, e-commercers e empresas buscam esse serviço todos os dias. 

As empresas, cada vez mais, procuram comunicar-se virtualmente melhor, com interfaces mais aprimoradas e layouts mais adequados à marca e aos objetivos. 

Esse é um dos mercados mais promissores e faltam profissionais qualificados para suprir. Isso faz dele um ótimo nicho para investir.

O que um designer gráfico faz

Muita gente confunde Designer Gráfico com programador, porém são coisas bem distintas. Por mais que um designer possa programar também, ele geralmente é responsável pela parte visual, como a estética e a experiência do usuário. 

Na prática, ele cria layout para sites, blogs, banners, peças gráficas para mídias digitais, redes sociais e interfaces no geral, inclusive de softwares e games.

Como se preparar ou o que estudar para ser um Web Designer 

Não existe, atualmente, uma faculdade específica de Web Designer, apenas de Designer Gráfico, que abrange outras formas de designer também e não somente para web. 

Mas não necessariamente você precisa cursar essa faculdade, ainda mais se você está começando agora e quer um conteúdo focado.  

Outra opção, bastante proveitosa inclusive, é estudar através de conteúdos grátis na internet ou cursos específicos de Web Designer. Além de cursos livres, feiras, congressos, livros e artigos. 

Após ter uma noção, a melhor forma de estudar é colocar a mão na massa e criar. Criar muito!

Quanto um Web designer pode faturar 

O Web Designer pode faturar entre 2 mil e 5.500 reais. Podendo ganhar muito mais dependendo do serviço oferecido e experiência . 

Programador

Trabalhar pela Internet como Programador

Quase tudo que você faz hoje é através de celulares e computadores, não é mesmo? 

Para esses dispositivos terem funcionalidade eles dependem de softwares e programas. 

O programador é justamente responsável por esses sistemas. É ele que desenvolve e testa novas melhorias e linguagens de programação. 

Entendeu agora a importância? 

Como cada uma das coisas depende cada vez mais do mundo digital, esses profissionais e as oportunidades para esse nicho estão em plena ascensão. 

O que um programador faz 

Ele escreve, desenvolve, faz manutenção, aperfeiçoa e testa softwares para grandes sistemas ou computadores pessoais. 

Esse profissional domina a linguagem da programação e é capaz de criar comandos de todos os tipos. 

O sistema que faz você poder tirar dinheiro no caixa do banco, o local que você escreve e editar textos online, que abre livros os assiste filmes, que navega na sua rede social favorita, são todos programas e comandos criados por um programador 

Como se preparar ou o que estudar para ser programador 

Para exercer essa profissão é necessário aprender muito bem as linguagens de programação, entre as principais: Java, C, C++, C#, Python, VB .NET, PHP, JavaScript, Delphi/Object Pascal e Swift.

Muitos profissionais dessa área iniciam autodidatas No entanto, aprender programação é bastante difícil, o que faz a maioria buscar se aperfeiçoar através de cursos de graduação, profissionalizantes ou livres. 

E é uma oportunidade excelente para quem tem vontade de trabalhar pela internet e conquistar seu espaço como programador.

Quando pode faturar um programador 

O faturamento para esse tipo de profissional costuma variar entre 4 e 12 mil dependendo do tipo de programação e do nível de experiência.

Criar Aplicativos

Trabalhar pela Internet Criando Aplicativos

De acordo com a última pesquisa do TIC domicílios, 97% dos brasileiros que têm acesso à internet, usaram como principal meio de conexão o celular. 

Entre os serviços mais utilizados estão os aplicativos de táxi e carros, filmes e séries e comida. 

Não é à toa a busca por desenvolver aplicativos novos está em alta no mercado de softwares e muita gente tem pensado nisso como carreira. 

O que um desenvolvedor de aplicativos faz

Uma pessoa que cria Apps nada mais é do que um programador mobile. Ele desenvolve, faz manutenção , aperfeiçoa e testa aplicativos dos mais diversos tipos. 

Ele analisa as necessidades, o mercado, faz um planejamento, implanta as ferramentas e recursos e testa o app.

Como se preparar ou o que aprender para desenvolver aplicativos 

É necessário aprender linguagens específicas para dispositivo mobiles, como Java, login, c /c++, Unity, PhoneGap, objective-c, swift, entre outras . 

Além de ter noções de SEO e Google Analytics compatível com mobile. 

Alguns profissionais fazem faculdade em áreas correlatas de TI ou extensões, mas também existe a opção de fazer cursos específicos de desenvolvimento de Apps de forma presencial ou completamente online. 

Quanto um desenvolvedor de Apps pode ganhar 

A média de faturamento de um programador que opte pelo desenvolvimento de aplicativos é de 5 mil. Ou 34 reais por hora. 

Coaching Online

Trabalhar pela Internet Sendo um Coach Online

Essa é uma profissão que tem causado muito burburinho nos últimos anos. A avalanche de coachings de todos os tipos, tornou a nova profissão um dos assuntos mais comentados e quem atraído pessoas que desejam trabalhar pela internet a se posicionarem como coach.

Desde artigos à sitcoms, tiveram os coach como tema.

Mas se engana quem pensa que essa é uma profissão recente. Esse conceito surgiu, em 1830 na Universidade de Oxford, para definir um tutor particular, alguém que ajuda o aluno nas tarefas acadêmicas.

O que um Coach faz

O Coaching é uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional. 

O trabalho do Coach é ser um treinador, um instrutor que ajuda o cliente a identificar e desenvolver suas competências e habilidades, para alcançar suas metas e desejos.  

Existem Coach de vida, de relacionamento, financeiro, de metas, negócios, entre outros. 

Como se preparar ou o que precisa estudar para ser Coach

É recomendável que um Coach tenha talento para resolver problemas, incentivar e inspirar. Para isso, é importante desenvolver habilidades interpessoais, de organização, raciocínio e de relacionamento. 

Existem diversos cursos de formação de Coach no mercado, quem investe em um costuma ter melhores vantagens competitivas. 

Quanto um Coach pode faturar 

O valor de médio da sessão de coaching varia entre 250 e 600 reais. Os que têm mais autoridade no mercado cobram cerca de 1.500 reais por sessão.

Conclusão

Com a revolução do mundo Digital e a integração dele a nossas vidas, o mercado profissional também está tendo que se adaptar. As opções de trabalhos digitais só crescem e essa é uma estrada de mão única.

Espero que você consiga encontrar nessa lista a oportunidade que esperava para se reinventar como profissional ou para fazer dinheiro extra nas horas vagas.

Lembre-se! Seja qual for a profissão que você escolher, é necessário prezar pela qualidade dos serviços que você oferecer ou produtos que vender, profissionalismo, atendimento e total domínio sobre suas responsabilidades é sem dúvidas o ponto chave pro sucesso para quem deseja trabalhar pela Internet.

Aqui você conheceu 20 ideias de trabalho, o que são e o que fazem cada uma das profissões.

Todas elas que possuem alta demanda hoje e vão aumentar nos próximos anos.

As opções são muitas, só basta você escolher a que mais combina com os seus gostos e habilidades e ir pra ação.

Aproveite tudo que aprendeu e muito sucesso!

Sobre o Autor

Alex Vargas
Alex Vargas

Alex Vargas é fundador do Nucleo Expert, empresa especializada na criação de treinamentos de marketing digital e empreendedorismo que tem revolucionado a vida de milhares de pessoas. Chegando em janeiro de 2020, a marca de mais de 110 mil alunos. Ganhou o prêmio de Empreendedor Digital do Ano e Melhor Profissional de SEO do Ano, em 2019 pelo Afiliados Brasil. Alex é reconhecidamente um dos melhores profissionais de marketing do Brasil.

38 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  1. Excelente conteúdo me encanta cada dia mais, só estou com dificuldade para me encontrar em um nicho. Mais vou seguir as dicas e estudar bastante!

    • Olá Aline,

      Com certeza, o nicho realmente é um escolha muito pessoal e que vai de encontros as diretrizes colocadas na aula. Tenho certeza que logo vai encontrar o nicho ideal e perfeito pra você.

      Abraço

  2. Parabéns!

    Conteúdo rico de informações, e dicas preciosas.

    Continue com esse belo trabalho.

    Sucesso.

  3. Essas opções de como voce trabalhar pela internet são interessante estou analisando cada uma delas.

  4. Boa tarde
    Alex obrigada por compartilhar este exelente conteuduo.
    Vou te dizer algo, eu entendo pouco de internet,é o meu sonho ter um salario, trabalhando pela internet.
    Desde o ano passado eu assisto seus videos,mais a minha dificuldade maior é como divulgar no facebook, no instagran? Eu não sei nem compartilhar em grupos.

    • Olá Irma,

      Realmente no início é muita informação, mas com o tempo você vai aprendendo e desenvolvendo novas habilidades.

      Muito sucesso!

      Abraço.

  5. Muito boa matéria.

    O legal do marketing digital que não precisa ficar focado só em vender como afiliado.

    É está ideia que tenho pro meu canal.
    Mostrar para as pessoas que tem muito mercado

    Não precisa ser apenas vendedor.

  6. É rico em informações e novidades, gostei muito. Eu preciso aprender de verdade um pouco disso tudo, Eu preciso trabalhar em casa, com prestação de serviço, com algo mais simples e facíl de entendimento; Sou professora aposentada, ministrei aulas, aulas de Historia e Geografia, trabalhei em escola publica e particular. Tenho formação em Historia, Geografia e Pedagogia; Não tenho grandes ambições apenas preciso trabalhar pára complementar salário.Quando era jovem trabalhei com artesanatos, pinturas em tecidos e personalizações, tive uma loja de roupas só para gordinhas, foi muito bom trabalhar com esse seguimento, foi muito lucrativo, não perdia uma cliente, vendia, ajustava a roupa e quando necessário entregava., Agora preciso de ajuda para para partir para uma nova etapa..Não me inscrevi no curso por falta de recurso, Mas quando dispor desse recurso depois do 07/05/20, se estiver na promoção eu farei..Em tempo fiz vários cursos de extensão cultural;

    • Olá Elizete,

      Que bacana. Realmente esse é o momento de se reinventar e se adaptar à nova realidade. Não posso te dizer que é fácil, mas com toda certeza é possível sim. Inclusive você provavelmente já tem uma facilidade de aprendizagem muito grande. Tenho certeza que terá sucesso no mercado digital.

      Abraço!

  7. Conteúdo riquíssimo, estou a 3 dias focada em estudar e aprender um pouco mais sobre negócios para trabalhar em casa, ainda mais nesse momento de quarentena, seus conteúdos tem me dado uma luz já que estou começando do zero.

    Parabéns!!!

    • Olá Aline,

      Que bacana! A ideia é essa mesmo. Fico muito feliz em poder ajudar e apresentar esse mercado para quem ainda não conhece.

      Abraço.

  8. Muito bom o artigo, eu pretendo abrir uma loja online para fornecer meus produtos físicos que já vendo pelo marketplace do Facebook. Por meio de um site próprio. Já estou estudando marketing digital para poder ampliar minhas vendas. Esse artigo é bom porque me deu uma noção de como me preparar pra isso dá certo.

    • Olá Paulo,

      É isso aí. Temos que nos adaptar à realidade e saber como trabalhar de forma eficiente pra ter resultados.

      Abraço.

  9. Conteúdo muito bom interessante e atrativo com oportunidade de ganhos através do marketing digital, me despertou vontade de fazer um curso online na plataforma do hotmart e poder desenvolver a área de empreendedorismo virtual, você apresentou inúmeras ferramentas de trabalho que trazem um valor muito grande para o nosso conhecimento e desenvolvimento profissional e é exatamente isso que estou precisando, gostei da parte de edição de videos, programação e designer grafico, Parabéns Alex! Quero aprender muito com você sobre negócio online e a produção do produto um abraço Derick

  10. Parabéns, Alex!

    Você realmente faz a diferença!

    Sou professor atualmente e tenho percebido que o mundo digital tem mudado vidas.

    Dentre às 20 modalidades desta lista me enquadro em: REDATOR VIRTUAL, PROFESSOR VIRTUAL e E-commerce. Estou muito focado em pesquisar e me aprofundar para mergulhar neste mundo incrível que já mudou a vida de tantas pessoas e tenho certeza que, com FÉ em cristo, irá mudar a minha!

    Gratidão!

    • Olá José,

      Que bacana! Realmente opções para trabalhar pela internet não faltam.

      Te desejo muito sucesso.

      Abraço.

  11. Muito obrigado por gerar conteúdos como esse sem dúvidas assim que eu puder comprarei seu curso…
    Abraço…
    Melhor do Brasil….

  12. Interessante já que estou querendo entrar nesse mercado de afiliados mas meu conhecimento sobre esse mercado é zero

    • Olá Sidnei,

      Tem muito conteúdo aqui dentro do Blog pra te ajudar a entender esse mercado, assim como no meu canal no Youtube e principalmente dentro do meu curso Fórmula Negócio Online que ensina tudo passo a passo como trabalhar como afiliado, as melhores estratégias, estrutura, enfim…tudo o que você precisa pra ter sucesso no mercado de afiliados.

      Será um prazer tê-lo como aluno.

      Abraço.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.
Telegram